segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Conflito de gerações.


É lamentável mas entre os novinhos tá rolando muita competição e aquela urgência de provar pra que vieram. Todos estamos sentindo claustrofobia, castração, blá, blá, blá. Na verdade nem posso reclamar da minha situação, tem novinho pegando cada missão! Tipo: conferência de patrimônio, controle de viaturas, comunicação social, organização de arquivos, enxugar gelo ou ficar só coçando mesmo. O que é de grande valia se você fez concurso para tal.

Os antigões ainda não confiam no sangue novo da polícia... Estariam inseguros em mostrar o caminho das pedras? Ou será que acham que ainda não estamos prontos? E enquanto a gente blasfema que pode fazer tudo melhor que a geral, as grandes missões continuam indo impreterivelmente pra quem??? Para os mesmos de sempre.

Acho que o maior orgulho do meu chefe é dizer que conhece “cada-buraco-dessa-cidade” e acho isso muito digno, mas ele manda sinais de que tá meio bolado pelo fato de o Parceiro e eu, que mal conhecemos sequer a vizinhança, estarmos dando conta do recado sem depender dele. Nosso segredo não está na argúcia policial, se essa é a preocupação dele. A gente tem Google Maps e GPS no celular do Parceiro... Oi, eu sei que GPS não mostra esconderijo de bandido, nem onde já morreu polícia. Mas como vou explicar isso pra um cara que usava máquina de datilografia até pouco tempo atrás porque tinha medo de digitar ordens de missão no computador dizendo que elas sumiam lá dentro?!

Embora eu ache até divertido entregar correspondência em viatura policial, penso que a população não precisa tanto desse tipo de carteiro de várzea (momento clichê). Mas um dia ainda vou descobrir por que raios a gente não manda essas benditas intimações pelos Correios, uma conceituada empresa pública, cujo efetivo é especializado nessa honrosa função. É só o destinatário assinar o AR (aviso de recebimento), ué...

Pensando bem, é melhor nem dar idéia, senão vou acabar fazendo segurança de carteiro ou pior, conferência de patrimônio, controle de viaturas, comunicação social, organização de arquivos, enxugamento de gelo, inventar história no blog - "... e daquele dia em diante sempre que eu passava a bandidagem se afligia desesperadamente: '...droga, droga, cancela geral! Novinha na área!!!' ".

202 comentários:

  1. Sempre haverão conflitos, das geraçoes antigas para as nossas e terão das nossas as proximas...beijos querida e uma linda semana pra ti

    ResponderExcluir
  2. Pois é... Everson,

    Só que aqui tem um agravante, a gente tem que estar vivo pra ver isso acontecer no futuro e contar. Só quem viver, verá.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Sabes o que digo quando me dizem eu "já tenho muitos anos disto" "eu sou mais velho tenho mais direito e sei mais que tu" blá bla´bla´eu digo amigo na minha cidade há um Bus que vai para o hospital todos os dias à mais de 2o anos e nunca mais chega a médico fica bem Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá querida! Obrigada por visitar minha casa. Amei a sua tb, já sou seguidora. Beijos!

    ;*

    ResponderExcluir
  5. hahahahaha
    É um rebelde completo!!!

    Meu querido, antiguidade aqui é praticamente hierarquia. Não é aquela hierarquia militar... se brincar é até pior, porque até quem faz tudo pra não se queimar com ninguém pode acabar no "isolamento".

    Se eu mando uma dessas lá na DP, eu viro secretária do Delegado do post anterior ad eternum...

    Vem cá... voce é português???
    Putz! Se for vá desculpando os gerúndios... Esse blog é brasileiro :)

    bjo meu amigo.

    ResponderExcluir
  6. Priscila!!!

    Mulheres enfeitam mesmo qualquer ambiente, inclusive delegacias.
    Como é bom recebê-la aqui!!!
    Muito obrigada pela companhia!!!

    Beijinho, lindinha!

    ResponderExcluir
  7. Dar conta do recado as vezes causa problemas... fica atenta nisso...

    Pena seu amor estar longe tbm... rs

    beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi Mago!

    Pois é, você tem razão... o que seria dos dentistas se a gente achasse a vacina para as cáries, né? rs rs rs

    Deixa pra lá...

    Beijos e obrigada por ter vindo!

    ResponderExcluir
  9. O troar do trovão, esta incessante chuva
    As estrelas choram todas as mágoas na terra
    Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
    O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

    As casas do sul ruiram todas
    Tal como a esperança desesperada
    Toquei no rosto de uma criança triste
    Senti uma paz surgir do nada


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  10. QUERIDA MUSA...
    O MEU MUITO OBRIGADO POR PODER RECEBER SEU DELICADO E GENTIL COMENTÁRIO.
    RESPONDENDO SEU QUESTIONAMENTO...
    NÃO...HÁ MUSA INSPIRADORA , MAS SIM UMA ALMA INQUIETA, UMA MENTE QUE NÃO PARA , OUVIDOS ÁVIDOS A PROCURA DE UMA BATIDA PERFEITA...
    MAS AS VEZES ME PERCO UM POUCO ...SE PERMITIR ESCREVO ALGO PRA VC:

    Deixe sair, deixe sair
    Sinta o espaço vazio
    Tão inseguro,
    Encontre as palavras e deixe sair

    Olhando para baixo,
    Nada vem a mente
    Encontre o lugar,
    Transforme a água em vinho

    Mas eu sinto como se não estivesse chegando em lugar algum
    E nunca verei o fim

    Então fico muito triste
    E me entrego ao desamparo
    Eu me entrego e tudo está claro
    Eu entro em colapso
    e deixo que a historia me guie

    Fecho meus olhos
    deixe os sentimentos fluirem
    feche os olhos
    veja todos aqueles que conhecera

    Abra, abra
    não se relute em contar
    encante para fora
    ajude as memorias escaparem
    a transparencia ainda me consume
    e eu me sinto como se desistisse

    Como reflexos numa jaula
    as palavras querem se criar

    Eu afundo em hesitação
    Minhas palavras se quebram
    E todas minhas melhores cirações
    se queimam

    A última encarada
    me deixa paralisado
    lágrima sai de novo
    mais uma que vai embora

    Fiz pra vc agora...

    Viu como a inspiração vem?
    De repente!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Pois é, eita conflitos de geração, mas quando lia pensei ela que não dê essa idéia para os colegas...Se não sobrará coisas...!!!

    Mas acredito que a polícia mudará lenta e gradualmente, espero em Deus. Uma coisa posso dizer na polícia todo cuidado é pouco com quem está a sua volta, hoje amigo e amanhã te colocam em encrenca.

    Detalhe essa foto na aberura do seu blog é linda...sapatos, Ana Carolina tinha que ter cantado toda mulher gosta de sapatos e rosas.....

    Deus te proteja hoje e sempre.

    Abraço forte Regiane

    ResponderExcluir
  12. Obrigada Yaser,

    Ainda bem que é virtual pois se fosse cara a cara eu estava um "pimentão".

    Bjo!

    ResponderExcluir
  13. Oi Régi!!!

    Fiquei tão feliz quando vi o nome do meu bloguinho lá no seu blog! Obrigada, amiga.

    hehe... imagino que "coisas" seriam essas que iriam sobrar pra mim... hahaha.

    A polícia tem que mudar sim... mas há quem diga que as coisas só vão se repetindo de geração a geração, porque o negócio é mais em baixo... (ou seria mais em cima?)

    Isso não é triste? O seu Emir escreveu nesse sentido aqui:

    http://emirlarangeira.blogspot.com/2010/01/minha-viagem-num-trem-chamado-pmerj.html

    Me deu uma tristeza quando li isso, sabe?

    Mas também tenho esperanças no sangue novo e tenho esperanças nos sábios antigões que também não tiveram muita chance de mudar muita coisa no passado.

    Olha aê... vc fala como quem tem conhecimento de causa. Você disse: "Uma coisa posso dizer na polícia todo cuidado é pouco com quem está a sua volta, hoje amigo e amanhã te colocam em encrenca". Isso confirma minhas suspeitas sobre aquela "sua ligação com a minha profissão". Tá esquentando, rs rs rs

    Sapatos? Claro que gosto!!! E amo dar de presente também. Vamos combinar, sapato é tudo né amiga?!

    Um beijão pra você, lindona!

    ResponderExcluir
  14. Profeta,

    Seja bem-vindo.
    Cadê???
    Nenhuma profecia sobre meu futuro profissional não?
    :)

    ResponderExcluir
  15. Novinha,

    Curto ler suas postagens pq eu também era questionador quando entrei na polícia. Aliás, me aposentei e ainda questiono muita coisa.

    Infelizmente, algumas mentes na polícia já entram velhas, não pense que foi obra do tempo. Logo você poderá constatar o que digo quando aparecer um novinho com idéias arcaicas.

    Uma coisa é certa, pode não mudar o todo, mas a sua marca certamente deixará aí... Só depende de você querer.

    Só pra exemplificar um questionamento recente que fiz sobre a nomenclatura da hierarquia militar, leia essa postagem CUIDEMOS DAS PRAÇAS http://sargentolago.blogspot.com/2009/08/cuidemos-das-pracas.html

    Beijos Novinha!

    ResponderExcluir
  16. A PC paulista precisa de sanguenovo e isso é indiscutível.O problema são os dinossauros que não querem enchergar isso.
    O ideal é mesclar o novo com o velho,a sabedoria dos velhos e a vontade de mudança dos novos.

    Mas perae,quem sou eu pra falar isso,né?
    hahahahaha

    Beeijos

    ResponderExcluir
  17. Amiga, seguiremos tratando de leernos, si te sientes sola en mi tienes una amiga....
    Te imagino como guardia de seguridad, o cartero...Creo que como cartero no por que el internet, desplaza a las tradiccionales cartas.
    Besos.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Novinha...
    Isso TAMBÉM é passado de geração para geração.
    Me lembro de quando, 23 anos atrás, fui fazer estágio no 27... sem arma, sem funcional...só com um memorando do delegado dizendo que eu estava fazendo estágio.
    Colei nos antigões. Só abria a boca quando alguém me perguntava alguma coisa.
    Me fazia de trouxa, até mesmo quando a chefia determinava que eu fosse até o DEGRAN pegar algumas caixas de papel carbono pautado... Pegava a viatura, dava uma banda, queimava a cara no DEGRAN, pedia para alguém fazer um despacho no memorando dizendo que o material solicitado estava em falta, e umas 4 horas depois aparecia de novo na delegacia.
    Quando o pessoal passou a sentir firmeza, a coisa mudou bastante...
    Depois que tomei posse (6 meses de estágio, mais ou menos), uns 2 meses depois já estava trabalhando como gente grande. Mas até isso acontecer, foram muitos sapos engolidos...

    Esquenta não. Faz parte...

    Flávio

    ResponderExcluir
  19. Acho que o conflito aqui é sim de gerações...mas vai um pouco mais além.
    São poucos os chefes que se sentem realizados quando vêem que seus "pupilos" conseguem se dar melhor do que ele mesmo. Ainda mais, sem precisar da ajuda dele!
    Insegurança? Receio de ver seu lugar ameaçado? Bem provável! ;-)

    Bjs!

    O vôo da águia
    http://aguia81.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Um beijo carinhoso de otimo dia pra ti amiga....

    ResponderExcluir
  21. Querido Lago!

    Olha, não entendo patavina de militarismo mas pelo que li do texto do senhor, se havia um sentido para a tradição da nomenclatura dos cargos militares não existe mais, então tá na hora de mudar mesmo, porque ninguém nem sabe o significado dela. Entendi direitinho?

    Olha, eu não me importo tanto com a tradição, mesmo se ela não me diz nada pode comunicar alguma coisa pra alguém. O que me incomoda é quando a tradição se recusa a se adaptar ao compasso dos tempos.

    Sabe, a minha mãe faz o melhor pão de queijo que eu conheço. E a receita dela deve ter mais de 500 anos e sempre funciona. Só que com o passar dos anos ela viu que se comprar o queijo ralado o sabor vai ser idêntico e ela tem menos trabalho, certo? Antigamente ela tinha que acordar mais cedo pra fazer a massa e depois assar o pão de queijo, mas hoje ela congela a massa e pode dormir até mais tarde, sem abrir mão do cuidado para com a qualidade do café da manhã da família.

    Sabe o que é pior? Bandido adora tecnologia!

    Meu querido, muito obrigada por sua visita e por dividir conosco essa sabedoria toda.

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  22. IP,

    Talvez não seja assim tão simples... porque como você bem disse, quem somos nós, os novinhos pra querer ensinar alguma coisa para a geral, entende?

    Talvez seja mais uma questão de insegurança, ou uma sensação de estar sendo humilhado por um novinho qualquer que não sabe nem se fica na polícia.

    Você vai ouvir muito isso: "Novinho, tá chegando agora e já quer ir na janelinha". Ou então, "Vem cá, moleque? Tu já prendeu alguém? Já tomou tiro de vagabundo? Já participou de alguma greve na polícia? Então fica calado!"

    rs rs rs

    Um beijo, novinho! E te prepara, hein?

    ResponderExcluir
  23. Ballesteros, querida!

    Gracias por tu amistad, linda. Algunos de los problemas que enfrentamos tienen una ventaja, reconocer los amigos.

    Quizá un día nos enviarán citaciones de la policía a través de Internet...

    y pierdo mi trabajo...

    :)

    ResponderExcluir
  24. Flavinho!!!

    Bem... você disse seis meses de estágio, mais dois como efetivado... Junte-se a isso o fato de que sou mulher... pouca idade... alguns vacilos aqui, outros alí... Hummm... calculo que talvez daqui há uns dez anos (!!!) então passa essa fase, né???

    Até lá todo mundo já desistiu de ler o meu blog, né Flavinho! "Não acontece nada de interessante com essa mulher!!!"

    hahahahahaha

    ResponderExcluir
  25. O curioso é que essa competição toda é praticamente mundial - gente de universidade um ponto melhor menosprezando todos as outras, irmãos brigando para provar aos pais quem é o mais "digno", gente sofrendo e sofrendo por não se achar capaz de alcançar objetivos propostos, enquanto outros alcançam mais rápido.

    Vestibular ensina muito pra gente sobre a vida, é curioso.

    Agora sobre esse receio dos "antigões", acho que isso se assemelha a "mais velhos que nunca dão ouvidos à opinião dos mais novos por se acharem mais sábios".

    Até hoje eu não entendo essa história de inteligência ser proporcional à idade. Acho tão balela. Experiência de vida, sabedoria sim... Mas inteligência? Ser mlhor que o outro? Bah.

    Adorei a postagem querida! :)

    ResponderExcluir
  26. Sentiu como é né Alexandre...

    Tenho que arrumar um jeito de botar os créditos na conta dele então, né?

    Você é chefe, Alê??? hahaha
    :)

    ResponderExcluir
  27. Everson...

    Humm... gostei dessa passadinha rápida para um beijo de bom dia! Vai naum... toma um café!

    Outro pra você fofinho!

    ResponderExcluir
  28. Você não pode perder essa "boquinha" de jeito nenhum! Já pensou como vamos ficar sem essa fonte inesgotável de maravilhosas inspirações? Se bem que do jeito que é talentosa, onde quer que vá, teremos deleite literário assegurado. Você disse que estava gostando do meu blog e lhe replico: estou amando o seu. Isso aqui é bom demais. Abração. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  29. JOCA:Oi,essa do flavio de não ter arma é o q aconteceu na nossa turma que pisou na "agua" do pinheiros,acho que eramos da mesma turma.
    Voltando ao assunto de colegas se desviando de função:Ou puxa saco ou puxa carroça(eu).
    Essa de intimações(voltei a ser novinho ou vc esta ficando antigona), gastei um tanque de opala para entregar uma merreca de intimações, e perguntei ao Delpol(já aposentado)por que não pelo correio, já q tinha perdido um dia inteiro,e chutado um cachorro de duas e um de quatro pernas, RESPOSTA:primeiro,a PC tem que aparecer nas ruas(por isso vc usou viatura cacterizada:vulgo arvore de natal), segundo:justificar o gasto com combustivel e manutenção das viaturas(notas de empenho), terceiro:lugar de tira é na rua(produção;os antigos sabem do que falo), e quinto:tira na Delegacia atrapalha(os antigos sabem do q falo).O quarto só respondo se você perguntar.bjos.

    ResponderExcluir
  30. E nos resta confiar na polícia seja ela nova ou não. Gosto de passar por aqui e dos teus textos inusitados =) beijos!

    ResponderExcluir
  31. Te dejo besos, que tengas un bonito Miercoles.

    ResponderExcluir
  32. Olá!! Você comentou no meu blog em dezembro e eu só vi agora. To um pouco afastado, mas vou voltar. Queria te perguntar se vc é da Federal ou pretende ingressar? É porque eu pretendo fazer parte do DPF e tenho um grande amigo meu que é PF e tem um Blog também. Acho que você iria gostar. O endereço é este: sandro-anjodanoite.blogspot.com
    Ele tem um livro publicado, faz palestar sobre drogas, da aula de artes marcias pra crianças carentes...o cara é gente boa. Vai gostar.
    Um beijo e td d bom!!

    ResponderExcluir
  33. Oi Tamara,

    Falou tudo, minha linda! Competição e muita pressão existe em todo lugar do mundo. Nem adianta ter autopiedade porque só atrapalha.

    Tem alguns cursos aqui que visam preparar o policial pra viver no limite da pressão ou sei lá, se virar bem sob pressão, alguma coisa assim. Então já encare o vestibular como um preparatório psicológico para seu futuro na polícia!

    Pensando assim qualquer matéria fica até mais interessante, não é verdade? :)

    Agora isso sobre sabedoria e idade... humm... isso daria um ótimo post!

    Adoro quando você vem!

    Beijos e muito obrigada pelo incentivo!

    ResponderExcluir
  34. Cacá!

    Você é mesmo um pródigo em elogios... meu querido. Eu acho que você tá tentando levantar a minha moral... rs rs rs

    Mas muito obrigada por tamanha generosidade no incentivo.

    Grande beijo pra você, querido.

    ResponderExcluir
  35. Joca!!! Figuraça!!!

    Você me mata de rir!!!

    Caracas... puxa-carroça você??? hahaha
    Sei... vc certamente é o puxa-gatilho, que eu tô sabendo. Ufa! Pelo menos não matou o pobre do cachorro! kkkkkk

    Vejamos... se o delegado acha que a polícia tem que aparecer nas ruas... a Federal é o quê??? Ninja?!? E já que é pra aparecer vamos aparecer no Jornal Nacional que dá mais IBOPE, né antigão?

    Essa de que "tira na delegacia atrapalha" eu gostei... Posso mandar essa pro meu chefe quando precisar dar uma "batida" lá no salão de beleza? Ou talvez "investigar" essas lojas de shopping... (rsrs)

    Olha, tenho até medo de perguntar qual é a quarta... (e por que a quarta não é a quinta? Aí tem...) mas aviso: deve ter crianças, jornalistas e advogados lendo essas coisas, hein antigão.

    Só pode ser mais uma piada!

    :)

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  36. Iasmine, querida...

    É... a gente tem que confiar na polícia, tem que confiar nos médicos, nos bancos, nos jornalistas, na propaganda, nos políticos para os quais daremos os nossos votos, no motorista de taxi, no padeiro, no porteiro, na babá...

    E temos que estar preparados porque vamos ter muitas decepções com todos eles.

    A vida é até bela de tão burra né? E ainda preferimos viver. (!)

    Bjinho lindinha! Obrigada por me ler.

    ResponderExcluir
  37. Ballesteros!

    ¡Qué dulce eres!
    Su afecto es muy valioso.
    Gracias por eso.

    Besos!

    ResponderExcluir
  38. Oi Filipe!

    Seja bem-vindo!
    Tá muito bem relacionado você, hein?
    Qual é mesmo o teu blog???
    Abraço!

    ResponderExcluir
  39. a originalidade, agilidade e criatividade de suas palavras me tocam !! adoro aqui =)

    ResponderExcluir
  40. Por incrível que pareça, esse foi o tema da redação da unicamp, me dei mal, entretanto esse não é o objetivo do comentário. As gerações, na minha concepção, formam uma senóide. Picos e desníveis. Talvez seja por isso tanta falta de concordância entre todos...

    ResponderExcluir
  41. Luiz Eduardo,

    Fico muito feliz que tenha voltado!!!
    Fique sempre à vontade pra criticar também.
    Obrigada por ter vindo!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  42. Oi Thunay,

    Seja bem-vindo!!!
    Que ótimo ver você por aqui!!!
    Tô vendo que vc tá estudando muito mesmo.
    :)
    Mas não desanima... Unicamp é difícil mesmo!

    Embora eu ache difícil espero que nossa geração consiga deixar alguma herança positiva para as que vierem. Queria pelo menos tentar fazer a minha parte, né?!

    rs rs rs

    Um beijo grande pra você.

    ResponderExcluir
  43. oi!
    olha eu aqui novamente!

    e quanto ao salário, beneficios e etc... já está pensando sobre?

    beijos

    ps. como tem baba ovo aqui! =x

    ResponderExcluir
  44. Obrigada pela visitinha e pelas palavras de incentivo!
    Um beijo grande pra vc!!!!

    ResponderExcluir
  45. Grande Oliveira!!!

    Quer me levar pro sindicato??? Já sou quase da diretoria! rs rs rs

    Temos muito ainda pra conversar Oliveira... vem comigo!

    Obrigada por ter voltado! Adoro suas perguntas. Valeu a força!

    ResponderExcluir
  46. Rosana querida!!!

    Obrigada por ter vindo!
    O prazer foi todo meu!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  47. É verdade . Os conflitos entre os antigos e os atuais estão longe de acabarem .
    bjs

    ResponderExcluir
  48. Priscila, minha linda...

    Somos fruto de todas as gerações anteriores, certo? E estamos produzindo a próxima geração. Isso se repete desde que exite humanidade. Era pra gente ter amadurecido um pouco né... mas obeseve que assim a gente não vai sair nunca do jardim da infância.

    Fico muito feliz com a sua participação aqui! Valeu demais!

    ResponderExcluir
  49. Professor Lago!

    Então fico esperando a próxima lição.
    O blog agradece!
    :)

    ResponderExcluir
  50. Olá!! Estou começando agora e por isso não está tão bem escrito como o seu, mas é uma forma que encontrei de chamar a atenção de todos para o que está acontecendo e também cutucar estes corruptos que com certeza vão entrar em extinção!! Tenho fé!!
    Lá vai: vemacabeca.blogspot.com
    Bjus

    ResponderExcluir
  51. Felipe Zéca,

    Seja bem-vindo!
    Vou linkar o seu blog aqui com muito prazer.

    Obrigada pela visita!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  52. É o seguinte: Não sou bandido, mas fui preso pelo seu blog. Não sou drogado, mas me viciei nas suas postagens...
    Gostou? Tá bom, eu sei que ficou meio brega, hehehe.
    Abração!

    ResponderExcluir
  53. Eric,

    Então "a casa caiu" pra você!
    Confessa!!!

    rs rs rs rs rs

    Muito obrigada!!! Adorei essa!

    ResponderExcluir
  54. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  55. Mulher, desliga teu GPS e vai no desconfiômetro. Adorei seu blog, estava degustando-o e já sou seguidora. Divertidíssimo e trágico, como a vida é, não? Pelo que entendi você é uma jovem policial, me ratifique se estiver errada, passando pelas agruras de ser mulher num mundo de homens, com um chefinho "non sense", homens que não entendem sua profissão (chuta que é macumba), magrinha pra sustentar aquele monte de tralhas que vocês usam uh-lá-lá, sem suas algemas Dolce & Gabanna ( mas tem viu?) , agora convence tua Corporação a comprar uma pra ti?
    Ah, e não invadiu meu espaço, eu a convidei e volte pra ver a minha vidinha se quiser. Mas GRAÇAS A MEU BOM DEUS TU ESTAVAS DESARMADA! UFA...Se bem que quem tem medo de "poliça" é bandido...

    ResponderExcluir
  56. Oi Dra. Dama de Negro!!!
    Seja bem-vinda!

    Adorei esse comentário! Parece aquelas resenhas que os marqueteiros fazem dos livros ou filme. hahahaha!

    Muito obrigada pelo gentil convite, vou voltar sim, agora que tenho o "consentimento do morador"... rs

    Valeu pela visita, foi muito gostoso me ler através dos seus olhos.

    Grande beijo pra você!

    ResponderExcluir
  57. Nessas horas eu digo..."Você tem que adquirir experiência para poder se meter em algo mais sério!" e pergunto "Como vou ter experiência se você não dá uma oportunidade?"... gostei muito do seu blog.

    Obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  58. Bebel, minha linda!
    Que bom que você veio!!!

    Você tem toda razão. Tenho que ter paciência e adquirir o know how aos poucos mesmo. Mas amiga, vamos combinar, né? Tem coisa aqui na policia que até um macaco bem treinado faz muito bem.

    Vamos dar tempo ao tempo, afinal a fila anda!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  59. Estás certa mesmo, disso tudo !
    O bom seria então que começasse agora pela nossa geração, esse amadurecimento tardio .

    bjs flor s2

    ResponderExcluir
  60. Bem, Priscila, minha querida,

    Se eu tivesse que dar o primeiro passo eu tentaria justamente mexer com as idéias das pessoas... mostrando por exemplo que o progresso não significa uma injustiça para com a geração anterior.

    Beijinho e fique bem!

    ResponderExcluir
  61. Linda!
    Estou de mãos ao alto!kkk
    Adoro esse universo policial,tanto que quero fazer concurso para civil.Me apoia?
    Bjs!

    ResponderExcluir
  62. Carol, minha flor!

    Depende!!!
    Depende de qual polícia, de quais são seus objetivos, qual o padrão de vida que você espera ter... depende muito.

    Bem, até o presente momento, eu não me arrependo de jeito nenhum. Mas se você der uma volta na blogosfera policial vai perceber como a insatisfação do pessoal é grande.

    Mas se eu puder ajudar... só se for agora!

    Beijo queridona!

    ResponderExcluir
  63. Eu acho que o maior problema dos 'chefes' das antigas é a tal tecnologia. E aí, falando do serviço público, que tem a fama do comodismo somado a idade do cidadão em questão... Será que dá pra rachar a cabeça e enfiar lá dentro, por favor?!?

    P.S.: Entenda que o comodismo não foi generalizado, tanto que meu pai era um funcionário público com siricoticos que me ensinou que é um trabalho como tantos outros, onde há sucesso e ele só depende do interesse próprio. ;-)

    ResponderExcluir
  64. Oi Dani, minha consultora de moda preferida!

    Seu pai deve ter sido um homem muito especial, pelo jeito que a filha fala dele...

    Grande beijo pra você e pra ele também.

    ResponderExcluir
  65. Gostei muito original seu texto, bem escrito também, parabéns amiga.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  66. Oi, meu Príncipe!

    Obrigada pela força.
    Viu aquela crise de ciúmes...
    rs rs rs

    beijos.

    ResponderExcluir
  67. A do correios eu sei responder: O correio ATRASA! Entrega intimação vencida. Para não ocorrer isso, a data de comparecimento tem que ser meio "comprida", capite?

    ResponderExcluir
  68. The Punisher,

    Atrasadas elas já estavam...
    rs rs rs
    E a gente remarca tudo no canetão, na hora mesmo.
    :)

    Seja bem-vindo.

    ResponderExcluir
  69. Hua, kkk, ha, ha, um jovem mantedora da leia...

    Mas o que você espera da carreira, algo no estilo quero o lugar do meu chefe e fazer uma grande apreensão?

    Fiquei curioso.

    Fique com Deus, menina Menina na Policia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  70. Olá Daniel!!!

    O que eu quero da carreira? Que me deixer tentar fazer o meu trabalho. Eles estão segurando a gente demais. Embarreirando demais...

    Tudo bem que a gente ainda não tem tanta experiência, mas a gente só vai adquirir experiência fazendo, né?

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  71. Olá, minha amiga! Tudo bem?
    Ficou um tempinho sem postar novos textos, e reolvi ler os antigos. ;)
    Uma vez você pediu para que eu fizesse críticas, quando as tivesse. Não gosto muito disso, mas, como acredito que você pediu com sinceridade, resolvi fazer uma. Não se chateie:
    "Não fique tanto tempo sem postar algo!".
    Pronto, falei! rs

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  72. Oi Wolber!!!

    Viajando pelo meu passado?
    : )

    Agradeço a crítica. Você é charmoso até para criticar? rs

    Preciso dar uma desacelerada no blog... não estava conseguindo acompanhar o ritmo dos comentários e temia pela qualidade.

    Não sei se você sabe, mas nem ele sabe do blog. E eu já estava dando muita bandeira.

    Mas já que o dr. reclamou, vou tentar fazer esse "calm down" em doses homeopáticas.

    Meu carinho e melhor sorriso pra vc, Doc.
    Bjo!

    ResponderExcluir
  73. Eu não acredito!! Como você pode manter um blog desse (tamanho e qualidade) em segredo??
    Putz, ele não ia ficar feliz com tanta declaração? rs

    Você está muito certa na questão de qualidade. Esses dias eu pensava na sua correria para responder cada comentário, um a um, com a maior simpatia do mundo, além do trabalho corrido que deve ter. Não é fácil, haja plantão em frente ao computador. ;)

    Ah, como eu te chamo? Quando vou responder a um comentário seu em meu blog, cansei de escrever "minha amiga policial"... rs

    É o maior prazer entrar em seu espaço!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  74. Oi Wolber!!!

    Muito gentil esse "blog desse (tamanho e qualidade)". Obrigada...

    Existem vários porquês para esse sigilo... rs
    Primeiro é a timidez mesmo.

    Segundo é por questões práticas. Me sinto mais à vontade sabendo que ninguém que me conhece sabe que eu sou quem escreve essas... tolices.

    Terceiro por questões de segurança. Embora eu não tenha inimigos, você sabe... nem todo mundo gosta de polícia.

    Quarto por que depois que entrei pra polícia ele tem tido umas crises estranhas de ciúmes... e embora os meus leitores sejam muito respeitosos... estamos na internet, né?

    Sobre as manobras para manter o blog... digamos que os nossos horários de trabalho (meus e dele) não são o que se possa dizer "compatíveis". Além disso de vez enquando rolam algumas viagens e tal.

    Mas o trabalho aqui é tranquilo... estranho né? mas é.

    Como você me chama... pelo 190!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Desculpe... não podia perder essa piada...
    Ué... Eu gosto de "minha amiga policial" rs rs rs parece ser muito grande, né? Pode me chamar da forma como achar melhor. Na polícia muita gente me chama de "Novinha" (de novata na "firma"), por isso coloquei esse nome no perfil... mas além de "Novinha" tem pessoas que me chamam de "Mulher" outros "MP" e uma única me chama ainda de "MnP", fora os nomes fantasia... que são inúmeros e divertidos.

    Dr. adorei sua visita aqui na minha "vida pregressa" fique à vontade... você é sempre. SEMPRE bem-vindo!

    Masssssss agora é a minha vez de perguntar (posso?). Tenho várias perguntas pra você.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  75. Hahaha! Muito boa a piada do 190! Realmente não dava pra passar uma dessas... rss

    Bom, se você escreve "tolices", como diz, seu talento é maior ainda, pois fazer tolices ficarem tão interessantes é um trabalho enorme de criatividade e bom-senso. E alguém falou de um ótimo escritor (que também não me lembro quem era, acho que de Nelson Rodrigues). "O Nelson é genial quando escreve sobre um assunto, e é mais genial ainda quando não tem assunto sobre o qual escrever."

    Obrigado pelo tempo em que respondeu a tantas perguntas, o mínimo que posso fazer é retribuir, com todas as respostas a todas as perguntas que fizer.

    Pode mandar! Será um prazer responder.
    Deixa eu advinhar: "O que é o bichinho da cárie?", "Quantas vezes uso fio-dental por dia?", "Só terei juízo quando nascer meu ciso?"...

    Realmente é ótimo "trocar figurinhas" com você!

    Uma ótima semana e grande abraço!

    ResponderExcluir
  76. Querido, assim você aumenta a minha preocupação em saber se realmente vou conseguir acompanhar a qualidade dos leitores que me lêem. Grande Nelson Rodrigues...

    Dr. só queria saber se ela não se importa quando eu apareço pelo seu blog ou de saber que você tem vindo por aqui... Só por uma questão de boa vizinhança.
    ; )

    Beijos!

    Ps. Ah... e já que tem lido esses posts antigos, tem algum de que gostou mais ou gostou menos? Ajuda... vai.

    ResponderExcluir
  77. Aliás, dei muita risada com seu "um beijo pra você, outro pra Ju e outro pra Xuxa"...

    ResponderExcluir
  78. Aquela foto ficou muito legal mesmo.
    E embora você não apareça nela percebe-se o quanto ficou orgulhoso. Ela também deve sentir muito orgulho de você.
    : )

    Tem aquela outra frase também memorável "Beijinho, beijinho e tchau tchau!" rs rs rs rs

    Lembra?

    Valeu!
    bjinho, bjinho.

    ResponderExcluir
  79. No México: A casa do pai.
    A luta na praia também é lá.

    Depois (um salto gigantesco): Espanha.

    Spartanski

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "No México"

      risos!

      É, ficou engraçado.
      Só era o que faltava aparecer um mexicano com roupa típica mexicana no filme... etc, etc.

      Spartanski

      Excluir
  80. Calma...

    México é um país, Novo México é um estado americano.

    : )

    ResponderExcluir
  81. "No México: A casa do pai."


    Isso. Novo México.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  82. Muito doido!!!

    : )

    Sim... essa coisa da respiração tá na apostila de sobrevivência policial.
    : )

    ResponderExcluir
  83. Ratifico: "No México: A casa do pai."


    Leia-se : Novo México.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  84. Em suma...

    Vou ter que assitir novamente.
    Esse filme é muito rápido para o meu cérebro.

    : )

    ResponderExcluir
  85. Eu assisti algumas vezes e agora acabei vendo outros detalhes e "entendimentos".

    Normal, maninha.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  86. Que bom que você veio.

    Foi ótimo ver o filme com você.

    : )

    ResponderExcluir
  87. Mesmo com essa loucura toda nesse roteiro 360º?

    Hehe


    Fofa.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  88. Que bom que você veio também. Gostei da companhia.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  89. Só lamento não ter dado tempo trazer a pipoca.

    Mas, ainda assim, foi agradável.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  90. É... você pode dizer com mais propriedade.

    A sensação que tenho é de que não entendi direito.

    Teria que ver de novo, antes de proferir uma sentença.
    : )

    ResponderExcluir
  91. Se aceitar uma sugestão, analise a crítica/filme. É interessante...

    :)



    "A sensação que tenho é de que não entendi direito."

    Isso sim eu posso dizer que com propriedade efetiva: entendo essa sensação!

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  92. Pipoca de chocolate?

    Ainda não experimentei.
    : )

    Você fica me devendo...

    ResponderExcluir
  93. Presumo que está com sono/cansada.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  94. Errou...
    Não me sinto nem cansada, nem com sono.

    Mas deixo você ir.
    : )

    ResponderExcluir
  95. É, não parecia mesmo. "Efetivamente", não.


    Na verdade, eu queria tentar dizer: Você está bem?

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  96. Não estou cansada nem com sono.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  97. Então me fala mais dos filmes que você gosta.
    : )

    Quero saber.

    ResponderExcluir
  98. Não me lembro!

    Ela é policial ou assaltante?
    : )

    ResponderExcluir
  99. Tentei assistir algumas vezes mas, por algum motivo, acabei não assistindo...

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  100. Bom...

    O melhor, na minha opinião, são os diálogos entre os delegados (um delegado antigão e uma delegada mais moderna).

    É um show à parte.

    Mas o filme também é bom.

    ResponderExcluir
  101. É, com essa descrição/trecho, prevejo algo realmente interessante.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  102. Então...

    Eu também não tinha a menor vontade de ver esse filme (tipo: já sabia o final, né?)... mas vale a pena.

    É forte, como a maioria dos filmes brasileiros do gênero, né?

    ResponderExcluir
  103. Devo, porém, adverti-la de que não sou do tipo muito exigente com cinema.

    Qualquer coisa me diverte.
    : )

    ResponderExcluir
  104. Já que você gosta desses filmes com roteiro, com uma trama bem engendrada e tal... recomendo "O colecionador de ossos", já viu?

    Aposto todas as minhas fichas de que vc vai gostar (ou gostou)...

    : )

    ResponderExcluir
  105. Isso foi um "boa noite porque tá tarde"?
    : )

    ResponderExcluir
  106. "Isso foi um "boa noite porque tá tarde"?
    : )"

    Não.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  107. Ah, sim!

    Obrigada por valorizar tanto as minhas "perguntas"...

    ResponderExcluir
  108. Não, não tenho tantas "exigências" quanto às produções. Às vezes, leio uma ou outra crítica, por curiosidade e só. Comento um ou outro detalhe porque sou realmente muito detalhista...

    :)


    Nem tenho propriedade pra comentar cinema, aliás.
    De fato, o mais importante pra mim, é o "gostar". Os outros detalhes são "felizes acontecimentos" ou apenas detalhes¹.

    Obs.:¹ o que não deixa de ter importância - pra mim.


    Spartanski

    ResponderExcluir
  109. Na verdade, se fosse possível, eu queria conhecer todas as suas listas.

    rs rs rs

    ResponderExcluir
  110. São sempre importantes.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  111. Tenho a impressão de que, em função da tua área de formação você tem um olhar mais exigente com relação à arte, o que é perfeitamente compreensivo e instigante eu diria.

    : )

    ResponderExcluir
  112. Não...

    Não com o formato de uma lista.
    kkk

    ResponderExcluir
  113. Você tem muitas listas?

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  114. Quero saber qualquer coisa nesse sentido.
    : )

    Certamente.
    : )

    ResponderExcluir
  115. Desculpe, não era pra parecer tão agressivo.

    : )

    ResponderExcluir
  116. Tá...

    As "bobas" primeiro.
    : )

    Advertência: saiba que eu leio mais do que você escreve.

    ResponderExcluir
  117. kkkkkkkkkkkk

    Isso tá na lista de coisa que vc mais odeia?

    : )

    ResponderExcluir
  118. Tá bem...

    Vou tentar me lembrar disso antes de te indicar algum filme.

    kkkkkkk

    ResponderExcluir
  119. OFF - à vontade

    É. Eu realmente fico inconformada com um carro mal alinhado. Falta de respeito com os outros que precisam de espaço.

    Não gosto de erros. Aliás, não ligo em ensinar (se for o caso) mas, truculência é algo totalmente/efetivamente "deselegante".

    ResponderExcluir
  120. Pode indicar, linda...

    Experiências são sempre experiências! hehe

    Spartanski

    ResponderExcluir
  121. Esse do livro entra em que categoria?

    Na da "incerteza"?

    ResponderExcluir
  122. Você lida bem com frustrações?

    Antes de responder: saiba que é um pré-requisito pra ser policial.

    : )

    ResponderExcluir
  123. Depende do jeito como você racionaliza o erro.

    ResponderExcluir
  124. Em outras palavras...

    "às vezes é preciso ter sangue de barata".

    ResponderExcluir
  125. Desculpe interrompê-la...

    Pode continuar (mas depois quero saber detalhes sobre alguns itens citados).

    ResponderExcluir
  126. Bom... eu tava me referindo a algo menos dramático.

    Por exemplo. A questão da prova. A verdade, na maioria das vezes, é o que você pode provar.

    O criminoso só será criminoso se você conseguir demosntrar por A + B que ele é um criminoso. Do contrário o criminoso não é um criminoso.

    ResponderExcluir
  127. É, citei erros pessoais.


    Certo. Pois bem, é tão mais amplo do que, há algum tempo eu poderia supor.

    Imagina "ter algo nas mãos" e... e... - "nada".


    Frustrante.


    Spartanski

    ResponderExcluir
  128. É mais do que necessário saber lidar com esses "mas eu estava quase... conseguindo."


    Se é algo nesse sentido, entendo.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  129. Você tava falando "ter algo nas mãos" e nada...

    Tá se referindo à alguma tentativa de assalto?

    ResponderExcluir
  130. Gosto de salgados também.

    :D

    Spartanski

    ResponderExcluir
  131. Não!

    risos!


    Minha mãe me segurou justo na "curva" da escada.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  132. kkkkkkkk

    Não fumo, mas já estacionei errado a viatura.
    : )

    ResponderExcluir
  133. É, estava na cara. Por isso era tão "evidentemente grosseira" a pergunta.

    :D

    Spartanski

    ResponderExcluir
  134. Já?! risos!

    De certo, em alguns momentos, há de se deixar o perfeccionismo de lado, não deixo de admitir.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  135. Perguntei porque é comum relacionar o cheiro de algo à alguma situação traumática da vida. Sei lá...

    ResponderExcluir
  136. Não. Não foi nenhum trauma. É "desde sempre".

    Spartanski

    ResponderExcluir
  137. Ahh, simples...

    Achei sensual.

    Eu tenho uma coisa com as mãos. E nessa situação elas ficam muito em evidência.

    Os movimentos ou as posições das mãos nessa situação mexem comigo (pelo menos nos primeiros momentos)... acho que é isso.

    ResponderExcluir
  138. Seria muita indelicadeza se eu achasse isso muito engraçado?

    ResponderExcluir
  139. O que foi aquilo...?

    risos!

    Spartanski

    ResponderExcluir
  140. Sim...

    Com exceção do desprendimento e independência... porque racionalmente falando é o contrário.

    : )

    ResponderExcluir
  141. E o mais engraçado: o pessoal da outra pista - até distante - (parecia um grupo profissional), tiveram a consideração de NÃO rir.


    Isso sim foi realmente estranho!

    Spartanski

    ResponderExcluir
  142. Racionalmente falando é exatamente o contrário, com certeza.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  143. Francamente, sendo muito exata, não lembro.


    Só lembro que saí sorrindo - tipo Miss.

    (risos)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  144. Quando eu tiver a oportunidade de andar do seu lado vou redobrar a atenção nas escadas e pistas de boliche, e bolas assassinas.
    : )

    I promess!

    ResponderExcluir
  145. Bom... se isso te deixa satisfeita (e nada ofendida) eu já ri muito aqui hoje!!!

    kkkkkkkkkkkkk

    Muito!
    : )

    ResponderExcluir
  146. Mesmo?!

    risos!


    "Suspeitei desde o início".

    Spartanski

    ResponderExcluir
  147. Espera aí, mocinha... por acaso, isso de me fazer rir foi premeditado???

    ResponderExcluir
  148. Não, exatamente - eu diria.


    Quando percebi, era o que estava acontecendo. De momento, assim.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  149. Como que é?

    Fala sério...

    Spartanski

    ResponderExcluir
  150. De todo modo, acertei; "a estratégia" primeira.

    :D

    Spartanski

    ResponderExcluir
  151. Nadinha com ou sem reticências?

    risos!

    Spartanski

    ResponderExcluir

Confissões