quarta-feira, 14 de março de 2018

Dica nº 5 - Aprenda a resistir.

Resultado de imagem para boxe


"Ninguém vai bater tão forte como a vida,
mas não se trata de bater forte.
Se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente,
 o quanto você é capaz de aguentar e continuar tentando".
(Rocky Balboa)


Já falarmos sobre a necessidade de um policial ter preparo físico, mental, psicológico, tático e fazer um bom trabalho profissional, certo. Aí você pensa: "Nossa, alguém com tantos pré-requisitos, vai logo se dar muito bem". Hum... não é bem assim, não. Uma pessoa tão bem preparada certamente vai incomodar os acomodados de plantão e vai virar alvo, rapidinho. Aliás, incomodar é intrínseco da profissão policial. Porque é estranho um policial que não incomoda, né? Precisamos falar sobre isso.

Primeiro - Não deixe que as pressões do dia-a-dia deformem o seu caráter. 

Na vida real, mesmo sendo um excelente policial, não raro você será acusado injustamente pelo preso de ter usado de violência para com ele. Maus advogados vão dizer, indevidamente, que você trapaceou na coleta das provas. O juiz, que não conhece nada de sobrevivência policial, vai dizer que você deveria e poderia ter pensado melhor naqueles rápidos 2 ou 3 segundos que você teve para reagir diante de uma ameaça à sua vida. Você vai se decepcionar com muita coisa, e com muitas pessoas. Não permita que as decepções no dia a dia transformem você em algo que você não é. Na física, aprendemos que alguns corpos possuem uma certa propriedade que lhes permitem retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica. Isso se chama resiliência.

Segundo - Não se deixe irritar por coisas que você não tem controle.

Muitas vezes, mesmo que você se esforce pra ser um cara disciplinado alguns dos seus próprios colegas vão te chamar de "engessado". Se você demonstra respeito pela hierarquia, vão te chamar de "puxa-saco" ou de "covarde". Vão dizer que você é um "Policial Nutela", porque você malha, treina, e cuida da sua alimentação. Tudo isso, pra alguns, é "pura viadagem"; Vão te apelidar de "teoricão" se você estuda os procedimentos e realmente conhece as leis e a doutrina. Quando quiser fazer um trajeto mais seguro, ou parar a viatura num local mais adequado, vão dizer em coro "relaxa novinho". O que dizem a seu respeito não pode ter mais força do que aquilo que você realmente é. No Judô, você aprende a usar a força adversária a seu favor. Um galho enrijecido quebra fácil com o peso da neve, mas o galho maleável, se flexiona e deixa a neve cair, permitindo que o galho volte ao normal. Assim, não absorva a adversidade, deixa-a passar por ti e siga o seu caminho. Portanto, não gaste energia com aquilo que não vai te trazer retorno algum. Uma hora vai perder a graça e vão parar de falar. Você é quem sabe onde quer chegar.

Terceiro - Controle suas expectativas

Em outras palavras, não se iluda. Muitos chefes não estão nem aí e vão realmente dar aquela vaga no curso para a menina que tem pernas bonitas. Muitos dirigentes vão convidar para cargos de chefia os "puxa-saco" do gabinete. E você vai começar a achar que não valeu a pena toda a sua dedicação e empenho, porque quem levou os louros do seu trabalho, foi o chefe que assinou o relatório, o parecer, ou a nota-técnica que você escreveu. Você vai perceber que a meritocracia será, inúmeras vezes, amassada e jogada no lixo, como um pedaço de papel qualquer. E não adianta ficar chateadinho, porque injustiças acontecem em todo lugar do mundo. Já cansei de dizer aqui, que normalmente a gente só consegue alguma boa oportunidade na polícia quando os "titulares" estão de férias, de licença ou impedidos de alguma outra forma. Até que, de tanto cobrir os furos dos titulares, você passa a ser visto como um deles. Por isso que eu sempre digo: esteja preparado, porque quando uma chance dessas chegar, você não vai desperdiçar, né?!

Reflitam, amigos, e fiquem espertos, porque "árvore que produz frutos é a que mais leva pedrada", então seja inteligente e deixe a pedrada passar. No trabalho policial se você não estiver incomodando ninguém tem alguma coisa errada. Quando você começar a crescer, algum colega vai passar a te tratar diferente, vai ficar de bico, vai começar a pegar no seu pé! A pancadaria começa porque você está crescendo e naturalmente vai ocupando os espaços antes ocupados pela mediocridade. E crescer é natural se você tem iniciativa, vitalidade, motivação, disponibilidade e está sempre disposto a aprender. Então, se você tá tranquilo aí e todo mundo te adora, desconfie.

É claro que tenho um bizu especial para as meninas. Cheguei achando que por sermos minoria as mulheres policiais seriam naturalmente unidas e mutuamente cooperativas. Não são. Mulheres na polícia também competem, também comparam, também sabotam e também menosprezam suas semelhantes. Um coronel falou assim pra mim uma vez: "As mulheres tinham tudo pra dominar o mundo. Não dominam porque são desunidas". Triste, né? Na minha experiência, só percebi duas situações excepcionais, quais sejam, quando você está num nível muito superior às demais ou muito inferior.

Pra fechar, deixo com vocês o exemplo Kathrine Switzer, primeira mulher a incomodar participar oficialmente da Maratona de Boston. A qual foi perseguida pelo diretor da prova, que tentou agarrá-la e tirar o número 261 de suas costas. A imagem de Kathrine sendo acossada tornou-se icônica e tranformou-a em uma conhecida defensora da igualdade de direitos entre homens e mulheres. As mulheres só começaram a correr oficialmente a maratona de Boston em 1972.

Nas palavras dela:

"Estava me sentindo feliz, (durante a corrida). E então, no caminhão onde ficava a imprensa, os jornalistas começaram a provocar o diretor da prova, Jock Semple, dizendo coisas como "tem uma garota na sua corrida". Ele se irritou e passou a me perseguir. 'Saia da minha prova, ele berrava, e tentava arrancar o número das minhas costas. Meu técnico começou a gritar para que me largasse. Semple insistitu, e então meu namorado acertou-o com o ombro, ele caiu e foi deixado para trás".(Fonte: Folha de São Paulo).

Aí, é disso que eu tô falando.


39 comentários:

  1. Olá, querida!
    Não só na sua carreira mas em todos setores da vida há injustiças e espertalhões ... entretanto, fazendo o bem a gente dorme com.a cabeça tranquila.
    Deve ser seu caso e imagino que seu desejo de indignação tem real sentido.
    É preciso amar e servir haja o que houver!
    Seja Feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rô!

      Sim... fazendo o bem a gente dorme o sono dos justos e isso não tem preço.
      : )

      Obrigada, querida!

      Beijos!

      Excluir
  2. Bom dia. Sempre gostando de ler. Ser Policia nunca foi fácil. Agora então, é ainda mais difícil que nunca.
    .
    * Se te amar for pecado ... Então sou um Pecador *
    .
    Cumprimentos poéticos

    ResponderExcluir
  3. Falou está falado. Li e gostei!

    Beijos e um dia feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cidália.

      Chegando o final de semana!
      : )

      E aí?

      Excluir
  4. Bom dia. Gostaria que enviasse um endereço de email para humberto.wendling@gmail.com

    Atenciosamente,

    APF Humberto Wendling

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Boa tarde!

      Pode falar, professor. Se não quiser que publique o comentário é só avisar.

      Não publico! Palavra de escoteira.
      ; )

      Excluir
  5. Admiro sua sabedoria! Estou cheia de hematomas, mas permaneço em pé, pronta para luta!

    https://umavidaemandamento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna!

      Que bom que veio me visitar. Amo seus textos!
      : )

      É assim mesmo. É a luta nossa de cada dia, né mesmo, florzinha.

      Beijo pra você.

      Excluir
  6. Na vida resistir é um comando querida amiga e seus incentivos e estimulos estão perfeitos, pois muitos são os empurrões e trombadas pela vida e ainda por cima estes preconceitos arcaicos que perduram nas instituições a serem quebrados. Balboa neles!
    Carinhoso abraço.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Toninho!

      Muitos desafios e oportunidades, Toninho. Não dá pra perder muito tempo chorando pitangas após uma queda...

      Nesse mundo difícil, vamos seguir fazendo nosso melhor e o que vier é lucro.

      Um beijão e um ótimo feriadão prolongado.

      Excluir
  7. Todas as profissões exigem técnicas e nós mulheres, em vez de nos unirmos, fazemos o contrário.

    Beijos e boas atuações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressionante, Céu...

      E triste, né... porque seguimos o modelo de séculos de exploração.

      Bom ter você conosco!

      Excluir
  8. OLá
    Passando para conhecer um pouco do seu space. Adorei o texto. Mulheres sempre guerreiras em suas profissão. Já estou seguindo vc.Que sua quinta feira seja de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Lucia!

      Que bom ter você por aqui!

      Um ótimo feriado.

      Excluir
  9. Independentemente da publicação, que gostei:
    O Brincando com as palavras DESEJA-VOS: UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA, EXTENSIVO AOS VOSSOS FAMILIARES E AMIGOS.
    .
    Bjos com carinho e estima.

    ResponderExcluir
  10. FELIZ PÁSCOA
    Autor: Laerte Sílvio Tavares

    Que a luz da ressurreição
    De Cristo Nosso Senhor
    Brilhe no teu coração
    E se refrate em amor,

    Permeando a tradição
    De fé, a dar esplendor
    Às festas pascoais que são
    Frutos da Paixão e dor

    Transformadas em alegria
    De Madalena, Maria
    E de toda a humanidade!

    Feliz Páscoa, pela via
    Do amor – nossa luz e guia
    Na fé e na caridade!

    Tudo de bom! Abraços. Laerte.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Silo!

      Belíssima poesia de páscoa!

      Que nossa esperança e fé sejam renovadas neste domingo de páscoa.

      Feliz páscoa pra ti e pra sua família, amigo!

      Excluir
  11. Feliz páscoa, Cidália.

    Cristo ressuscitou, venceu a morte e nos trouxe vida.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  12. '' O que dizem a seu respeito não pode ter mais força do que aquilo que você realmente é. ''

    Perfeito. Ótimo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lobo!

      Que bom que voltou!!
      E parece que você gostou dessa frase, né? Então... pior é que as pessoas se deixam abater pelo que falam dela... tá aí todo mundo que sofre bulling que não me deixa mentir...

      De pensar que um cara atirou em vários colegas após sofrer bulling por tanto tempo... Não é uma situação fácil, mesmo... pena que isso ainda acontece.

      Mas é isso... "o que dizem a seu respeito não pode ter mais força do que aquilo que você realmente é".

      Obrigada pelo comentário e visita, Lobo! Abração!

      Excluir
  13. ; D

    Só assim pra iniciar um comentário aqui, com um belo sorriso..

    Acho q esse blog teve ter uma espécie de ISO 9001 pra conseguir manter (ou superar) a mesma qualidade do post anterior.. hehehh..

    Sabe, tudo isso é bem perspicaz, tem-se que ter cuidado com tudo q vc apontou, no setor privado isso tbm acontece, mas no serviço público.. aff..

    "O juiz que não entendi nada de sobrevivência policial"
    Eu já li em algum lugar (se não me engano, escrito por um juiz) que o juiz deve sempre analizar os fatos e as condutas de um policial sob o ponto de vista de um 'policial sençato' e não apenas diante da sua visão fria e perfeccionista, q como vc citou: "de alguém que não entendi nada de sobrevivência policial", complicado..

    "Policial Nutella" kkk..
    Como leio mt coisa da área policial, já ouvi algumas vezes essa expressão, mas não vejo motivos pra classificar um policial assim pq ele cuida da sua alimentação, treina e tal. Pô, eu cuido da minha alimentação faz tempo já, acho q faz mais de dois anos q não bebo um gole de refrigerante (sem contar outras), tem gente que não acredita quando digo isso é alguns me acham até esquisito por isso, eu não sei o que pensar disso kk..

    Quando vc é comprometido, determinado, disciplinado, normalmente vc sempre vai encontrar mt gente mesmo, até mesmo na fase dos estudos, como tem gente que ti crítica pq vc trabalha e estuda, diz que isso não é vida, q vc devia fazer isso é aquilo, mas faz parte, por isso pouquíssimas pessoas sabem da minha vida secreta de estudante kk (dá pra contar numa mão)

    Eu acho q eu ia incomodar mt na polícia, essa semana fiz um teste vocacional, deu resultado pra investigador financeiro kkk.. lembrei do foco dos noticiários dessa semana kkk.. de pessoas que gostam bastante de movimentar recursos públicos kk

    Mt bom o post.. Bêêêeeejaoo

    ; j

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bons são os teus comentários, F3llype... Enquanto você não vem parece que ainda não valeu a postagem... kkkkk

      Então você será um futuro Novinho Nutela... kkkkkk Vai ver... depois me conte. Fiquei surpresa, agora. Não imaginava que você cuidasse tão bem assim da saúde não...

      Um mistério esse menino!

      Bom saber que você entendeu a ideia do texto, e como você bem disse. Na iniciativa privada é assim também... em outras áreas do serviço público também é assim. Eu acho legal que independente de onde as pessoas trabalham, elas normalmente se identificam com o texto.
      : )

      Teste vocacional? Vai prestar vestibular?
      : )

      Excluir
  14. Nova, achei bom demais ler suas dicas.
    Estava com saudades já. Quando voltei aqui tinham 5 postagens gigantes! Excelente, novinha, excelente!
    Eu concordo com vc quando fala que a mulher tem que se mostrar mais capaz que a maioria dos homens para ser reconhecida. Isso é preconceito puro, que ainda resta nas polícias do nosso Brasil.
    Aconteceu um fato com uma colega da minha academia. Ela já foi removida ex-officio para uma lotação boa. E quem a conhecia falava que era tinha uma habilidade necessária para tal remoção. Mas os caras falavam que foi porque ela "ficou" com o cara certo e era bonita. Aí já viu, né!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então... eu falo com conhecimento de causa... se eu inventar alguma coisa neste blog você pode me avisar!

      As bonitas também sofrem!
      ; )

      E aí, aguardando o famoso "concurso de remoção"?

      Cara, você sumiu mesmo. Fiquei até um pouco preocupada. Sabe-se lá, né? Mas que bom que apareceu.
      : )

      Ainda faltam 5 postagens da séria "Dicas da Novinha"... Quem diria, né, que um dia a novinha estaria dando dicas... kkkkkkkkk

      Mundo maluco... daqui a uns dias será você, novinho!

      Um beijo grande!

      Excluir
    2. Nova, atualmente nem fica ansioso com o concurso de remoção, sabe. To tranquilo aqui na minha lotação, mas meio desmotivado. Mas ganho a famosa indenização de fronteira.

      Já estou com bastante saudade de casa. Ainda mais esse ano que não consegui viajar nenhuma vez para lá.

      Tô aguardando as postagens, hein! Gosto de jeito que você escreve e dos detalhes. Você é 10.

      Voltando ao assunto da motivação: Atualmente estou meio desmotivado com a Polícia, nova. Muita coisa desmotiva e pouca coisa motiva. Vamos levando né.

      Estou me voluntariando para todas as missões que posso. Vai que aparece algo que me ponha na motivação novamente. Um lugar bom de trabalhar, quem sabe.

      Estou aguardando voltar para casa. Aí eu vejo se lá eu como "antigo" consigo trabalhar num lugar interessante.

      Mas no rumo que nosso país anda, acho que a solução é ir embora.

      Desculpa o desabafo, mas você como antigona pode ter passado por isso já!

      Beijo, nova.

      Excluir
    3. Oi!

      Já tem um tempinho, né? Mas será que quando você voltar a "sua casa" ainda será a mesma?

      "Antigona"... kkkkkk

      Desânimo com algumas coisas, sim, com certeza, mas vontade de deixar tudo e voltar pro Canadá... Não.
      : )

      Bem... Só se for depois da aposentadoria...
      : )

      O que é que tá te desmotivando?

      Excluir
    4. As injustiças, o pensamento retrógrado de grande parte da polícia com quem convivo. O rumo que o Brasil está tomando. Isso tudo me desanima demais. Não vejo solução em longo prazo.

      Conversando com um colega que foi da minha turma na ANP, vi que ele tá nessa mesma pegada. E muitos outros. Tinha colega vibrando na DRE que agora tá no plantão estudando para outra coisa. E outro que quer ficar de boa mesmo porque não acredita mais. E por mais que você lute pelo que acha certo, tem dezenas que cagam pra isso.

      A grande maioria dos PFs não pensa no ser humano. Pensa em ser PF. Em uma polícia que tem no seu hino "defender os direitos humanos", grande parte dos policiais acha isso coisa de vagabundo. Quando vi policiais que trabalhavam comigo comemorando a morte da Marielle Franco... foi demais pra minha cabeça.

      Quando vejo delegado comemorando quando prendeu uma mula com 1kg de pó... isso me deixa cada dia mais triste.

      E juro pra você novinha, eu não tenho mais forças para discutir. Atualmente não. Penso seriamente em sair do país e esquecer que um dia morei aqui.

      Atualmente só não faço isso porque sou apegado aos meus pais. Meu irmão mora fora, temos cidadania. Se meu pai e minha mãe fossem, eu ia sem nem pensar.

      Mais um desabafo.
      Grande beijo pra vc.

      Excluir
    5. Mas aconteceu algo especificamente falando que te desanimou?

      Alguma injustiça contigo, pessoalmente falando? Ou com alguém e que você tenha presenciado?

      Pode falar, esse espaço é pra isso mesmo. Se não quiser que publique é só avisar.

      Estou tentando entender, porque afinal se essa mentalidade é deles, deixa eles... Por que isso te afeta tanto? Mas não são todos. Ou são?

      Por que você tá absorvendo tanto essas coisas?

      Excluir
    6. Foram muitas perguntas. Vou responder uma por uma.

      - Por que você tá absorvendo tanto essas coisas?

      R: Eu não sei. Eu sempre fui engajado na melhoria do país. Sempre tentei ser mais humano. Tentei me colocar no lugar dos mais necessitados. E não vejo isso na nossa PF. E isso me incomoda profundamente. Uma vez, conversando com um antigão, falei que não adiantava contratar policiais se não desse educação para o povo. O cara me chamou de "esquerdista". Tipo, e vi que muitos pensam assim. E isso me deixa triste de verdade, nova. Outro antigo, 40 anos de PF, dizendo que todo viciado era inimigo dele. Que foi do doi-codi, e ainda se orgulha disso. Eu perguntei: mas todo viciado é teu inimigo? Alcoólatra também? Aí ele disse: não. Só os das drogas ilícitas. E ele jura que não houve ditadura no país. E eu tive que trabalhar um mês com esses caras.

      Mas o que me desanimou mais foi que eu estava de missão. E o chefe da missão errou a escala e me colocou pra trabalhar a mais. Eu falei que tava errado, que eu tava na minha folga. E ele me tirou da missão e me mandou pra casa. Mesmo ele estando errado. Mentiu para o DRCOR, para o DREX dizendo que eu tinha faltado. Sério, deu vontade de estudar para ser delegado só para ser chefe dele. Esse foi o mesmo que me chamou de "esquerdista" pejorativamente.

      Nova, eu não sei porque eu absorvo isso. Deveria deixar pra lá. Eu entendi teu lado. Um amigo meu já me disse isso uma vez.

      Mas quando eu vejo as coisas funcionando nos outros países, e nós indo na contra-mão do que funciona, me desanima.

      Quando grande parte dos colegas chama um retardado de Mito, me desanima. E estamos evoluindo para uma loucura social. Pessoas com capacidade de pensar falando isso, só pode ser loucura social se instalando.

      Então, atualmente, com menos de 3 anos de PF, estou fazendo o meu. E mais nada. Quando fizer 5 anos de serviço público, na licença capacitação vou viajar pra onde meu irmão mora, na Europa, e se eu conseguir ficar por lá, por lá fico.

      Pois é, nova. To nesse pé. Obrigado por me ouvir "ler".
      Grande beijo.

      Excluir
  15. Ahh, eu passei por isso na minha primeira lotação... É muito difícil. Chorei muito e morri de raiva várias vezes. Fui injustiçada também, me decepcionei horrores com pessoas, mas com a instituição, não. Então mudei de setor.

    isso aí tem mesmo, e eu, que trabalhei 45 dias com um cara racista, machista, sexista e homofóbico em pleno século XXI... Espero que já tenha se aposentado.

    Agora, não é só na polícia, não, na minha família tá assim também, um grupo pequeno de esquerdistas cegos-surdos-maluquinhos e uma boa parte de direita psicopata. kkkkkkkk

    O Brasil inteiro está assim, meu amigo. A polícia, pelo menos, mal ou bem, tem tentado escrever uma nova página na história deste país. Mas internamente ninguém valoriza ninguém. Triste, mas é isso que eu vejo.

    Claro que você pode pegar uma licença sem remuneração, dois anos e fazer um teste. Em vez de chutar o balde. Se estiver melhor lá fora, fique por lá. Acho que o importante é você estar feliz. E é você que tem que correr atrás da sua felicidade.

    Mas se algum dia eu sair do meu país quero entrar no outro país, pela porta da frente, de forma legal, quero ter um emprego compatível com o que eu faço aqui no Brasil ou melhor. E espero contribuir com o país que acolher a mim e a minha família (sozinha não vou!). E além de tudo isso, não vou aceitar nenhum nativo olhando pra mim e para os meus de cima pra baixo. Negativo!

    Voltando ao Brasil, eu sou assim, não ligo a mínima pra gratificação, pra status, pra poder... mas eu quero saber que estou construindo algo importante pra mim, para os meus e para o meu país, lógico. Quero dar a minha contribuição. Portanto, meus projetos pessoais não cabem em qualquer proposta.

    Parece que você caiu numa primeira lotação ruim, paciência, amigo. Vai ter que aguardar a remoção. Mas é um aguardar ativo. Releia as dicas anteriores.

    A propósito, tentou a prova da CAOP??? Do COT??? Não? Humm, talvez não tenha tempo de casa suficiente conforme exigiram no edital... Mas se começar a treinar agora, de repente você pega o próximo certame. Seria uma opção, uma saída honrosa, mesmo que sua "casa" não seja Brasília... Brasília pode ser um novo recomeço. Tentou o GPI, na capital... sempre puxam um ou outro da fronteira...

    Além disso, tá chegando um novo CFP, e os novos vão chegar aí com muita energia... Se tiver chance, adote um novinho e trate-o diferente da forma como trataram você. Assim, a gente vai escrevendo uma nova história.

    ; )

    Engraçado, APF do Norte, mas tem um monte de "escalantes" como esse teu colega espalhados pela região de fronteira. O cara faz o que faz, porque tá lidando com novinho... Impressionante...

    ; )

    É um prazer ouvi-lo. Sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cara faz o que faz porque está lidando com novinho. É isso mesmo.

      Nova, eu sou normalmente voluntário para todas as missões. Algumas eu não gosto e prefiro não ser. Mas a grande maioria eu sou voluntário sim.

      Aconteceu do delegado dizer que precisava tirar dois de um setor que eu tava. Como eu tinha sido o último a entrar nesse setor, eu me voluntariei para sair. Mas depois o setor vivia convocando voluntários para suprir as necessidades. Aí, nesse caso, eu nunca sou. Porque, se o delegado disse que não precisava, agora tá precisando? Aí eu acho injusto. Queria dizer esse exemplo aqui.
      É sempre muito bom conversar com você. Você falando de outra possibilidades me dá esperança.
      Tive a oportunidade, de em uma missão, conversar com uns caras mais antigos que são lotados no sudeste. Os caras falaram que lá a realidade é outra totalmente. Que a gente se F* muito mais aqui no norte.
      Pois é nova. E em se tratando de outros países, tenho cidadania. Minha formação tem validade internacional. Isso ajuda um pouco.
      Beijos pra você, viu! Obrigado mesmo. Você me ajuda demais!!!

      Excluir
    2. Oi, APF do Norte!!!!

      Quanto a quem faz "maldade" com novinho, apenas lembre-se que "o mundo dá muitas voltas"...

      Disse e reafirmo: há infinitas possibilidades. Cabe a nós identificar as oportunidades e fazer acontecer. Quando "acontecer" pra você, vais olhar pra traz e dizer "já se foi o tempo da ladeira irmão" Não te garanto um "escritório na praia"... kkkk, mas dá pra sonhar, sim!

      Felicidades, APF do Norte!

      Fica com Deus aí!

      Excluir
    3. Nova, vc me emociona. Obrigado por me dar esse lampejo de esperança nesse momento.
      Grande beijo.
      Ah, agora deixa eu ir fazer meu comentário no fórum de Suprimento de fundos! :*

      Excluir
  16. Gostei mesmo muito do seu texto! São máximas aplicáveis à vida em geral!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Confissões