quinta-feira, 8 de abril de 2010

Só as mulheres sangram.

Quando nos apresentaram oficialmente, esta espingarda calibre 12 me deu oito coices no peito e uma lembrança roxa como um aviso do tipo "Nunca será!". Me lembro que um dos instrutores viu uma maldita lágrima rolando, mas não fez comentários. Nem eu. Fechei-me dura como quem fecha a câmara da arma após inserir o cartucho. Cleck, cleck! E terminei a série com a calma de um vento brando, camuflando as dores e o orgulho ferido. Mas para minha surpresa, permaneci irredutível no propósito de não desistir. Outro dia chamei esse canhão para um novo acerto de contas no estande de tiro. Veio com a mesma história e a briga foi feia. Até a chuva engrossou comigo naquele dia. Toda vez que eu tentava aconchegar melhor o recuo da arma no meu corpo era uma pancada, que em cima de outra pancada, potencializava o sofrimento. Como se quisesse abrir meu peito na marra. Juro que tentei entender a teoria mecânica e ensaiei várias vezes uma posição mais confortável, mas não adiantava argumentar com aquele trambolho. E quanto mais eu tentava obstinadamente trazê-lo pra perto de mim, mais o armamento me insultava. Foi quando cometi o erro de chegar perto demais, não sei se pra provar que não tenho medo, ou pela ânsia de ser levada a sério. Meus lábios quase tocaram a coronha. Mania de ignorar limites. E não houve perdão. O tiro foi perfeito, mas a desgraça do recuo veio como uma bicuda de coturno na minha boca que me fez ver todas as estrelas do firmamento dançando frevo e curtindo com a minha cara. O lábio superior sangrou... ficou inchado... e, como tantas mulheres que apanham da vida, simplesmente disfarcei, engoli o sangue e abafei a humilhação.

202 comentários:

  1. Cara Amiga,

    Estava a ler os eu texto...e impressionada com o seu á vontade a falar de armas e o seu manejamento...coisa que eu nunca conseguiria fazer...é das tais coisas que não são para todos e só para alguns que é o seu caso, parabéns pela coragem e personalidade!
    Um grande abraço e um fantástico fim de semana,
    Maria Lemos

    ResponderExcluir
  2. menina, deve ser muito difícil sua profissão.mas confesso que acho lindo ! Fico encantada quando vejo mulheres exercendo profissões que até então, eram exercidas por homens .

    parabéns ^^

    bjs

    ResponderExcluir
  3. È, È assim mesmo, aqui em Brasila nunca uma mulher Policial Porta esse tipo de arma de fogo, é muito grande e é só pra Homem mesmo,Esse post me lembra quando treinava Judo, fui até a Faixa Roxa, ai resolvi trinar Jiu Jitsu com 39 anos de idade, no começo vi que o trem era predreira mesmo, o pau como mesmo, mas depois de muito hematomas, me acostumei..

    Inclusive é muito bom para Policias esse tipo de defesa pessoal, principalmente para Mulheres viu, rsrsrsr...

    Todo sorte de benção pra Novinha!!

    ResponderExcluir
  4. Realmente eu não sirvo para essa vida de vcs, alem de descordenada odeio a dor.
    Eu tambem tenho a mania de ignorar os limites e o orgulho sempre me leva aos maiores erros
    bjossss

    ResponderExcluir
  5. Oi Maria!!!

    Linda, parece que te deixei um tanto chocada com todo esse relato... Bom, pra mim acho que é fácil e natural falar sobre armas. Afinal são nada mais, nada menos que instrumentos de trabalho... com os quais espero ir me adaptando melhor aos poucos.

    Obrigada por seu carinho!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Mulheres e armas... relação dura, mas cheia de romance hahahahaha...
    Acho que vou oferecer pra você um dos meus posts no blog, que se chama: "Eu tenho vestidos e eu tenho armas! Qual você prefere?"
    hahahahaha... acho que tem tudo a ver com você!
    Poderia ter escolhido coisas delicadas como muitas outras mulheres... mas você foi corajosa e optou pela aventura e pelo perigo!
    Mulheres armadas me dão medo hehehehehe...

    Parabens =D

    ResponderExcluir
  7. É assim que se aprende, não? Entre tapas e beijos vai-se fortalecendo a relação.
    Mas seria bom se fosse só carinho. Assim como domamos um animal, aprende-se a dormar o recuo.
    Quer dizer, suponho eu no meu não-saber.

    ResponderExcluir
  8. Moça do Páginas!

    Olha, querida... acho que toda atividade que requer o enfrentamento de desafios é meio apavorante. Mas estou apostando que essas são as mais gratificantes.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi Delano!!!

    Muito obrigada por essa foto, meu querido! Adorei!

    Você conhece bem essa arma? Pois é... pra piorar ainda mais a minha situação, devo dizer que tem muita mulher aqui que gosta dessa arma, sim! E elas não deixam nada a desejar para os meninos nesse quesito!

    Então você é atleta de jiu-jitsu?! Que ótimo! Eu quero praticar alguma arte marcial, mas ainda estou estudando o que seria melhor especificamente para uma mulher policial. Te confesso que tenho flertado um pouco com o judô e o Krav Magá, mas nenhum deles ainda me conquistou.

    Fiquei muito feliz com sua visita aqui!
    Um beijo pra você.

    ResponderExcluir
  10. Oi Tibi!

    Eu não diria isso, que você não serve pra essa atividade... acho que ainda vamos ser colegas. kkkkkkk

    Ninguém gosta de dor, mas alguns aprendem a lidar com ela. Isso você já me mostrou que sabe fazer.

    Agora, orgulho e mania de ignorar limites é burrice mesmo... bem vinda ao clube então, amiga.

    : )

    Mas acho que você me disse isso só pra me deixar mais confortável.

    Veleu, amiga!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  11. Oi Vanrogue!!!

    Que bom que você veio!
    Não precisa ficar com medo...
    Como você vê eu estou apanhando da própria arma.
    : (

    Mesmo assim, eu prometo fazer de tudo pra te proteger.
    : )

    Sobre o post, eu já vi ele lá... e fiquei curiosíssima pra saber de que filme se tratava, joguei no Google aquela frase em inglês, português, nada!!

    Se lembrar me conta!

    Beijinho!

    ResponderExcluir
  12. Oi Rafiki!

    Devia ter colocado esse título: "Entre tapas e beijos".kkkkkkkkkkkkkkkkk

    O recuo nem tanto, querido, mas essa da boca, foi de matar! Acho que esse erro eu não vou mais cometer, pois um vacilo desses há de ficar na memória por um bom período... É extremamente didático. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. Eu sou um ardoroso defensor da igualação dos direitos das mulheres aos dos homens, exceto no que diz respeito a alteração da natureza de cada um, como por exemplo , a superação dos limites físicos. Acho inclusive, que podem inventar uma arma tão potente como a calibre 12, que não seja uma distribuidora de coices. Aliás, eu não defendo as armas para nenhum dos dois gênerso, mas isso é outra história. Muito bom! Abração. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  14. Cacá, querido,

    Igualdade respeitando as peculiaridades. Claro. Podem mudar minha profissão, mas não mudem meu sexo. rs

    Uma das grandes vantagens da 12 é que ela pode ser utilizada também como um arma não letal. Não queira estar, por exemplo, dentro de um presídio em convulsão, sem uma opção dessas.

    Eu preciso confessar a você que, embora eu ainda esteja me adaptando, preciso gostar de armas sim, até porque gosto muito de viver. rs, rs, rs

    Agora, claro, que eu também preferiria um mundo sem armas e sem crimes também.

    Beijo, Cacá.

    ResponderExcluir
  15. Moça, não confunda realidade com humilhação.
    Mulher não é igual a homem - é melhor, apesar de sangrar ou por causa disso mesmo.

    ResponderExcluir
  16. Oi Bárbara!!!

    Obrigada por ter vindo e seja bem-vinda!

    Não sei se a realidade é exatamente essa aí, não. Ainda estou investigando e apanhando bastante, como você pode ver. rs

    Como eu disse, tenho mania de ignorar limites. Se até limites naturais são constantemente alargados, o que dirá limites impostos pelos homens, certo?

    Muito interessante o seu comentário! Adorei!
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia MP
    Não foi só pra te confortar não tesnho esse defeito e muitosss outros
    Sim DI era tribo dos sarados,mas tbem era NERD ele era aquele tipo de cara perigosamente dosado em todas tribos só faltou ser da tribo vou casar com a Tiburciana rsrsrs
    Mas emfim homens sarados e inteligentes tbem me assustum agora huaaaa
    bjos e u otimo fim de semana

    ResponderExcluir
  18. Uma louca vida cheia de contratempos....beijos querida e um otimo final de semana pra ti.

    ResponderExcluir
  19. Tibi!

    Desculpe a curiosidade excessiva, amiga.
    Quando não quiser responder essas minhas perguntas de-quem-ignora-limites entenderei perfeitamente.

    E ainda no tema limites, andei lendo os comentários que você deixa nos blogs amigos... você parece ser uma ótima amiga no mundo real também.

    É sempre um prazer quando você vem.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  20. Everson!

    Contratempos, contrapesos, contrações...
    : ) Minha vida é do contra.
    Ótimo final de semana pra você também, meu querido.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Sua vida dá um filme! Sério! Ou um conto literário! Cada detalhe desses que você compartilha com seus leitores é um aprendizado. Nunca pensei numa situação dessas que você descreveu tão bem!
    Abração

    ResponderExcluir
  22. Essa frase na verdade foi uma adaptação de outra que vi no seriado Bones, da Fox. O pai da personagem Angela fala para o futuro genro: Hodgins, eu tenho guitarras, tenho carros... e também tenho armas! Trate minha garotinha bem e você só irá conhecer as guitarras e os carros!
    hahahahahahahaha... foi assim que tive a ideia pra essa frase.
    =D

    ResponderExcluir
  23. Oi Eric!

    Tenho até medo de perguntar em que categoria você classificaria esse "filme"... kkkkkkkkkkkkk

    Muito obrigada pelo incentivo... querido.

    Ah, senti sua falta aqui no post passado.
    Tava lembrando de você, que vive rodeado de super-heróis, quando escrevia.

    Um super-beijo!

    ResponderExcluir
  24. Vanrogue!

    hahahahahaha
    Adorei essa!
    Muito show!!!

    Será que algum dia terei a oportunidade de usar essa frase? rs rs rs
    Divertido sei que seria!

    Tanto a frase, quanto o desenho são muito legais!
    Parabéns e muito obrigada por ter vindo!

    Beijinho!

    ResponderExcluir
  25. Boa, Novinha! Gostei da história... lembro bem dos intrutores segurando a mulherada pra elas não ficarem andando pra pra trás a cada tiro. E também vi muito marmanjo com ombro roxo dps dos tiros.
    Poxa, precisando, fala aí... tenho uma técnica boa, q não dói, não deixa roxo, e o tiro vai lá onde vc quer (tbm, com a 12, é difícil errar o alvo, né?)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Hola!!!! Nunca he tenido un arma entre mis manos, mi respeto para quién sabe usar una....

    Que tengas un bonito fin de semana

    Besos

    ResponderExcluir
  27. Vitão,

    Agradeço a gentileza, mas acho que o problema não é a falta de técnica não. No meu caso sempre vai ter um pouquinho de dor mesmo, porque não tenho esse seu peitoral, né meu querido (ainda bem!!!). Mas uma coisa te garanto: a minha boca essa porcaria dessa arma não acerta mais não! Tô vacinada.

    Roxo pode até ser, mas tipo... depois do 5º ou 6º tiros. Agora se eu tiver que dar 6 tiros de 12 e ainda não consegui resolver a situação é melhor correr, né não?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Obrigada pela visita e pelo interesse em ajudar, Vitão.

    Um beijo grande pra você.

    ResponderExcluir
  28. Ballesteros! Cariño!

    ¿Cómo fueron las vacaciones?
    Me alegro de verte aquí otra vez!

    No puedo decir que las manejo tan bien. Sigo aprendiendo, todavia.

    Paciencia, amiga...

    ResponderExcluir
  29. Que texto lindo. Mas, você não foi humilhada, não. Isto é bem diferente das mulheres que apanham da vida. Vá com calma com a bonitinha!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Enquanto lia este texto, refletia: talvez porque quem mata torna-se tão ou mais ferido quanto aquele que morre.

    Apenas um devaneio!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  31. Olá Novinha!
    Cá estou eu de novo...agora teclando de outro lugar mais distante, ou seria mais perto?
    Estou morando e trabalhando em Florianópolis.
    Um desafio gigantesco me espera, e lá no blog pretendo contar um pouco do que está rolando por aqui.
    Quanto ao teu post..bem, a vida nos testa a todo instante. Mas nós, os testados, é que decidimos se encaramos este teste de frente, a ponto de "brincar" com o destino e arcar com as conseqüências, ou simplesmente aceitamos o desfecho, abaixamos a cabeça e seguimos em frente.
    Ao mesmo passo em que o sangue possa representar humilhação, ele representa algo muito maior, chamado redenção. Estás um passo a mais dos demais mortais por teres posto a cara a tapa ao invés de simplesmente se conformar com as sinuosas regras do destino.

    Bjo grande e siga assim, firme e forte!

    O vôo da águia
    http://aguia81.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Um beijo carinhoso de otimo sabado pr ati amiga.

    ResponderExcluir
  33. Bom dia Erica!

    Que confortante esse seu comentário, amiga!
    Mas eu acho que foi, sim. Imagina se isso tivesse acontecido numa situação de emprego real... Eu apanhando do meu próprio equipamento.

    Pode ter certeza, qualquer policial ou militar que estiver lendo isso deve estar dando muito boas gargalhadas... É muito humilhante, amiga.

    Mas... como me disseram acima, é errando que a gente aprende.

    Muito obrigada por sua visita, você não sabe como fico contente quando você vem.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  34. Oi Gigi!

    Sim!!! Ainda quero fazer um post sobre isso. Graças a meu bom Jesus nunca matei ninguém, mas sei que muitas vezes é um trauma muito grande, sabe? Tem até livros sobre o assunto. Não seria luxo proporcionar atendimento psicológico a policiais em situação de trauma, mas normalmente eles se fecham e não gostam sequer de falar sobre o assunto.

    Obrigada por ter vindo, minha linda!

    ResponderExcluir
  35. A sua coragem disfarça qualquer problema... você é uma mulher de fibra! Beijos e bom fds... :D

    ResponderExcluir
  36. É sempre um prazer estar aqui :-)

    Um beijo, bom fim de semana!
    :-*

    ResponderExcluir
  37. Oi Gigi!!!

    Que surpresa!
    Você ainda está on-line?

    ResponderExcluir
  38. Oi Alexandre,

    É uma vida nova e pelo jeito você está cheio de perspectivas! Eu também vim morar numa cidade nova por ter passado nesse concurso. Não me arrependi de jeito nenhum e aida arrastei ele pra vir comigo! Não posso reclamar!

    Gostei bastante disso que você escreveu sobre sangue, destino, desafios... me fez bem!

    Muito obrigada, tô esperando já o seu próximo post!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  39. Oi Everson!

    Obrigada querido!
    Grande beijo e um sábado bem gostoso pra você.

    ResponderExcluir
  40. Oi Cris!!!

    Obrigada pela força...
    Eu sou uma mulher de fibras musculares subdesenvolvidas, mesmo!
    kkkkkkkkkkkkkkkk

    Mas pode ficar tranquila... não estou nem um pingo preocupada com isso. Eu gosto do meu corpo assim mesmo.
    : )

    Um beijo, flor!

    ResponderExcluir
  41. Entrei hoje rapidinho e logo saí :-)
    Deixei a resposta a seu comentário lá no meu blog ^_^

    Beijos

    ResponderExcluir
  42. Gigi!

    Obrigada pela resposta...
    Tomara que eu tenha sorte da próxima vez...
    Anotei o seu msn!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  43. Oi Vanessa,

    rs rs rs
    E tem alguma coisa pouco-fálica na psicanálise?

    : )
    bj.

    ResponderExcluir
  44. E olha que isso é porque vc ainda não experimentou as antigonas que ainda sobrevivem pelos quartéis do Brasil...

    mas é assim, depois se acostuma, quando não doer o ouvido, é claro!

    Se texto está muito legal

    beijos e fique com Deus

    ResponderExcluir
  45. Leão!!!

    Olha, esta aqui não me pareceu muito moderna não. Tem uma 12 que parece a arma do Stalone. Eles a chamam de SPAS 15. É linda e bem mais confortável!!! Mas ela tem um defeito imperdoável vive soltando a alavanca de manejo no modo "pump". Nesse caso é melhor optar pela garantia... né Doutor.

    Você já serviu em quartel???

    Beijos!

    ResponderExcluir
  46. Oi querida!
    O comentário "nunca será" foi ótimo! rsrsrrss
    Você sabe usar as palavras como ninguém. Fico impressionada, de verdade.
    Consegui perfeitamente imaginar a cena, da chuva, da espingarda, da boca sangrando, da dor sentida, no corpo e na alma.
    Te admiro demais!

    Sobre seu comentário no meu blog, o marido andou comentando sim, sobre as medidas... rsrsrsrs
    As dores musculares melhoraram, e acredito que logo irão passar.
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  47. Oi Aline!!!

    Os psicólogos devem aprender uma técnica especial para levantar a auto-estima das pessoas, né? rs rs rs

    Valeu amiga!

    Nossa, Aline! Então ele comentou!? Ai, deve ter sido o máximo... Continuo na torcida por você. Não desanima, tá? E se cuida direitinho.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  48. MP Bota enorme passo nisto.
    Eu tambem morava de aluguel no apto anterior.
    E apertamento vc tem que ver o que é aqui em casa rsrsrs.
    Mas ta valendo é to começando a minha vida adulta, mas sempre com meu lado criança gritando bem alto.
    E se Deus assim permitir sempre vou ser uma criança presa dentro e um corpo de mulher.
    Tbem acho que nos dariamos muito bem se na vida real fossemos amiga.
    Se um dia vier a Itu ou região saiba que já tem compania.
    Agora vou me jogar na noite bjosssssssssssss

    ResponderExcluir
  49. Nossa, não sabia que atirar com uma doze fosse tão complicado! Mas o importante é que, apesar do orgulho ferido, o tiro foi perfeito, né? hahahaha deu até para dar uma esnobada.

    ...Ou não.

    Nossa, ri demais da "nunca será!".
    Estava com saudades de comentar por aqui :D

    Ah, e aproveito para deixar um blog:

    http://contatovestigio.blogspot.com é meu recém-criado blog de contos, sem contos ainda :P

    Beijo queridona!

    ResponderExcluir
  50. Oi linda!
    Nossa fiocu tão poético isso... Você não foi humilhada todos os aprendizados são assim, machucam muito ou pouco...

    Beijão

    ResponderExcluir
  51. Tiburciana, querida!!!

    Deu o beijo que eu mandei no Kadu???
    rs rs rs

    Pois é, linda, a minha vida de morar sozinha não durou quase nada. A transferência dele saiu logo e ele já está aqui comigo. É por isso que não amadureci. (hahahahaha)

    Engraçado... não é sem motivo, então, que ele me chama de "criança"! Dahh..

    Tibi, você falou que o Kadu não sabe do seu blog, né??? Caracas Tibi, "ele" também não sabe do meu! Tá louca?! Homens não sabem guardar segredo!

    E por falar em segredos... amiga, não é difícil te encontrar. hehehe.

    Beijos e te cuida, linda.

    ResponderExcluir
  52. Oi minha querida!
    Lendo o seu post, não pude deixar de comentar, principalmente porque sou apaixonado por armas e também porque guardo comigo, há mais de cinco anos, uma pequena sequela no meu dedão da mão direita, que me causa uma dor suportável todas as vezes que eu pego algo muito pesado.

    Acontece que tenho um sócio que mora em Coruña, na Espanha, e que também é apaixonado por armas e lá mantemos uma coleção de vários calibres, inclusive armas de alma lisa, como a 12. Todos os anos vou para a Espanha e treinamos numa área específica dentro de um sítio.

    Em 2003 ele comprou uma pistola de impulsão a gás, a famosa Magnum Desert Eagle .50AE, importada de Israel. Ele me alertou que o recuo era muito forte, mas eu não acreditei, pois já tinha atirado até com o AK107. Então ele veio com a ladainha de que era bem diferente, já que o AK107 tinha um sistema especial de amortização do recuo e blá, blá, blá... e eu, pra variar, não dei bola!

    Resultado: no primeiro tiro o coiçe foi tão grande que desequilibrei e o ferrolho deslocou o meu dedão! Para piorar a cena, com o meu desequilibrio cômico, acabei encostando o cano no meu braço esquerdo e fiquei com uma queimadura feia!

    Posso não ter sangrado, mas deu uma vontade enorme de chorar!

    ResponderExcluir
  53. Nossa...que corajosa,definitivamente eu não dou p/ esse tipo de coisa,sou mt medrosa e odeio sentir dor,rsrsrs,admiro mt pessoas de coragem como vc,parabéns!!!
    Vida de aventuras eternas e emocionantes *.*
    Vc tem mt p/ contar ^^

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  54. caramba!
    só tenho uma coisa a dizer: parabéns! você realmente é um exemplo de que a gente não deve desistir!
    parabéns mais uma vez.

    ResponderExcluir
  55. Mulher, é tudo artimanha. Eu saí do meu lugar para roubar a sua atenção. É que disseram que escrevi coisas fantásticas. Eu não sei. Não sei não. Eu apenas falei o que me veio na lata. É tudo artimanha, uma maneira de receber um pouco mais de atenção. Não sei. Não sei não. Parece que todos querem um pouco mais de atenção. É frio, mas é verdadeiro. Roubamos enquanto pedimos por mais atenção.
    É tudo artimanha; é um mover-se, um coçar-se, um andar com o olhar perdido nas pessoas, na cidade.

    Abraço sincero, e hoje é isso, e não menos que isso; estou divulgando o meu “O Cavaleiro da Triste Figura, e poderia estar matando, roubando, ou estuprando por sua atenção, mas estou pedindo, pedindo para que vá ao http://jefhcardoso.blogspot.com e diga o que achou. Já roubei muita gente e agora, sinceramente, quero roubar você.

    ResponderExcluir
  56. Adoro ler os seus textos. Divinamente bem escritos e elaborados. Sem contar a tua coragem, garra e determinação. És uma mulher forte!

    Meu carinho e admiração! Otimo domingo! Se puder faça-me uma visita é sempre bom ter opinião de pessoas inteligentes.

    Grade beijo!

    ResponderExcluir
  57. Tamara!

    Não se preocupe, há outras armas mais interessantes que essa na polícia.

    Bom... acho que exagerei um pouco no tiro perfeito, hehehe.

    Já conheço seu lado literário do Twilight... (E conheço a Nani, tua amiga, também) Mas vou lá, sim, conhecer seu outro blog, com certeza.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  58. Olá Sílvia!!!

    Seja muito bem-vinda!!!
    Crescer também dói um pouquinho, não é?
    E a poesia não deixa de ser um analgésico.

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  59. Oi Deijivan!

    Que bom que você não resistiu a comentar. Então acertei no tema! rs rs rs

    Achei muito legal o seu testemunho, porque na polícia as pessoas tendem a contar apenas as boas histórias. Os próprios fracassos são omitidos.

    Ainda não tive oportundidade de atirar com nenhuma .50, nem com o AK107. Mas se tiver uma chance dessas vou me lembrar da sua experiência com certeza! rs

    Ainda está um pouco roxo e bastante dolorido, e vou ter que evitar blusas de alcinha por um tempo. Mas valeu a experiência. Acho muito positivo criar desde cedo esse respeito pelas armas. Arma não é brinquedo e a gente tem que tomar cuidado.

    Muito obrigada por dividir comigo sua experiência.

    Um beijo pra você!

    ResponderExcluir
  60. Oi Geane!!!

    Não é coragem, linda... É não ter mesmo pra onde correr, então o jeito é enfrentar... rs rs rs

    A polícia tem me dado ótimas oportunidades de enfrentar meus medos. Eu também achava que não dava pra isso, mas logo na Academia tive muitas surpresas e descobri várias aptidões que jamais imaginava possuir.

    O que não podemos fazer é desistir antes mesmo de tentar. Mas preparar-se para grandes surpresas!

    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  61. Hosana!!!


    Pelo contrário, linda.
    Sou exemplo do que não se deve fazer com uma 12. rs rs rs

    Na verdade, se tiver alguma mulher policial lendo isso aqui, vai certamente dizer que estou queimando o filme das meninas na polícia.

    Senti sua falta!!!
    Que bom que você voltou!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  62. Ô Jefh,

    Você quer mesmo tentar roubar uma policial???
    Respeita a polícia, rapaz!
    rs rs rs

    É claro que vou lá sim... Quero saber que papo de roubo é esse.

    (Valeu só pela criatividade! Obrigada por ter passado por aqui!)
    : )

    ResponderExcluir
  63. Olá Ângela!

    Que bom que você voltou!
    Já sei: Estava estudando!
    rs É assim mesmo!

    Claro!!!
    Sempre passo por lá, pra ver se tem post novo!
    Parece que voltou a postar, que ótimo!

    "Inteligente"?? Eu??? Depois desse episódio com a 12? kkkkkkkkkkkkkk Só pode ser bondade sua! rsrs

    Grande beijo, moça!
    Obrigadão!

    ResponderExcluir
  64. MP respondo sim tice que cavar meu blog para poder achar onde ja tinha falado do outro
    O cara que falo no post meu nome é curva de rio é irmão da P minha amiga e falo dele tambem neste post http://umaverdadeiratiburcia.blogspot.com/2009/12/o-roubo-do-xuru-pita.html
    Kadu nunca falei especificamente dele sempre conto coisas que acontecem e ele as vezes é um participante por ser meu fiel amigo surgindo duvidas so me consultar
    huaaaaaaaa
    bjos

    ResponderExcluir
  65. Oi Tibi!

    Fiz outra consulta lá no seu blog!
    Vi a foto do Kadu... gatinho ele é.
    rs.

    Te vejo no msn amanhã?

    ResponderExcluir
  66. Querida,

    Meu lado literário do Twilight? Você quer dizer o blog do Twilight Haters, haha?
    Fiquei surpresa agora! x)

    E a Nathalia (Nana) é uma amiga muito querida para mim, ela é parte daquela família que escolhemos conforme o tempo, e que sempre são tão poucos os verdadeiros, os que ficam. Ela é uma pessoa bastante especial na minha vida :)

    Um beijo,
    Tamara.

    ResponderExcluir
  67. Oh MP logico que sim me add no msn simonemone24@hotmail.com
    e pode perguntar o que quiser saber que hoje á nem faço muito mais segredo sobre minha identidade só preservo os terceiros rsrs
    to esperando vc me add

    ResponderExcluir
  68. Oi linda!

    É, o Twilight Haters!
    Desculpe, era segredo?

    Nana! Ok... é que no blog identidade ela assina "Nana" mas como seguidora aqui ela assina "Nanny".

    Ainda não tive oportunidade de me comunicar com ela. Já que ela é bem quietinha... respeito. Mas só por ser sua amiga deve ser alguém de fato, especial.

    Diz que torço por ela também. E que tenho tido muito contato com psicólogos na polícia.

    Beijo pra você!
    E cuidado! Internet rouba muitas horas de estudo. E seu sonho pode chegar antes do que você imagina (o edital pelo menos).

    Beijo, linda!

    ResponderExcluir
  69. Oi Tibi!

    Obrigada pela confiança!
    Deixa comigo!

    Beijinho!

    ResponderExcluir
  70. As vezes o melhor que se faz
    é olvidar o desafio e deixar
    passar
    Se humilhar é deixar o orgulho acabrunhado
    e sem razão...

    Feliz semana
    Bjs
    =)

    ResponderExcluir
  71. Oi Livinha!!!

    É mesmo. Dessa vez eu deixei passar, mas na próxima a gente vai ter que se entender.

    Adoro quando você vem me visitar, querida!
    Um beijo e uma ótima semana pra você também!

    ResponderExcluir
  72. nossa, demais o texto...não deve ser fácil ser mulher no meio da corporação..sou fã de toda mulher que tem peito para encarar tudo isso...sou sua fã desde já!

    ResponderExcluir
  73. Olá viajante!!!

    Que tal o velho mundo?
    Que bom que voltou, linda!
    Já estáva com saudades!

    Obrigada pelo carinho das suas palavras!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  74. Eu ja te falei né... fui segurança... fiz tudo que precisa pra andar armado, adoro armas... cuidado com elas... o "coice" é mesmo feroz em certos casos...rs

    Cuida dessa boca... beijo

    ResponderExcluir
  75. Oi Mago!!!

    Sabe que não foi de todo ruim?
    Dá uma sensação de que lábio com cortadinho chama mais a atenção.
    : )

    Mas agora já tá tudo bem, já passou.

    Beijinho delicado pra você.

    ResponderExcluir
  76. Não dá pra ficar calada! Um seguidor seu Delano, comentou que na cidade dele mulheres não usam esse "tipo de arma"...WTF?????????????? Vai que a gente quebra a unhinha não é?

    ResponderExcluir
  77. Mas filosofando no boteco...a vida dá cada po..... na gente amiga que coice de pistola tu já tira de letra!!Ai que inveja de sua força. Beijos da fã.

    ResponderExcluir
  78. Olá minha querida!

    Nossa, pensei logo na bendita menstruação. Mas, depois, vi que não se tratava de um assunto corriqueiro como este. Então comecei a pensar eu não consigo nem controlar uma pistola, imagina uma doze.

    Aff, deixa pra lá melhor eu ler...faço isso melhor...kkkk.

    Brincadeiras a parte, da próxima vez tome cuidado menina, afinal já é a segunda vez que se machuca. Nada de ficar tentando mostrar orgulho, as vezes é melhor deixar baixo por um tempo.

    Na verdade, tomara que consiga. Estou na torcida.

    Abraço forte Regiane

    ResponderExcluir
  79. Me explicando, na verdade nunca tentei atirar, mas só de pegar a arma é muito pesada...Aff..não nasci pra isto.

    bjão

    ResponderExcluir
  80. Dama de Negro!

    Querida!
    Que bom te ver por aqui!!!

    Ahhh, a pistola é uma gracinha, a minha se encaixa perfeitamente com a anatomia do meu corpo. É bonita e o tiro dela é delicioso...

    Agora esse trabolho... sinceramente... Pesada demais, grande demais, bruta demais. E já que estamos esculhambando mesmo, não tem uma mira decente, é de curto alcance, atrapalha a progressão em qualquer terreno, não tem nada de discreta... Ah... e eu não poderia deixar de dizer isso, sabe qual a grande utilidade desse canhão? Bala de borracha! Ou seja, bota essa banca toda e no final é uma verdadeira embusteira (que significa aquela que jura que é mas no fundo não é, sabe?).

    Pronto! Falei! Mas foi você quem provocou. kkkk

    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  81. Regi...

    Pode deixar, minha linda. Eu tento me cuidar, sabe, mas como você sabe... não dá pra fugir da luta.

    Também achava que não era pra mim... Mas é.
    : )

    ResponderExcluir
  82. JOCA:A Acadepol está piorando os instrutores:era só colocar uma soleira de borracha ventilada na coronha, e vc estaria com o ombro sem dodói.Uma coronha Pistol grip na 12 CBC pump colocada adequadamente ao lado do corpo tambem evitaria o dodói.SE vc for perguntar como mirar com uma arma,seja qq tipo, longa ou curta:aponte o dedo indicador no alvo e depois aperte o gatilho:funciona .
    Se for atirar com uma arma de precisão com mira telescopica:não encoste o seu olho na luneta:ficara roxo, ou cortara sua testa.PS:Só comento assuntos tecnicos.(Mas, o ultimo policial que vi em serviço dar 7 tiros foi a PM contra mim na greve e depois atualmente contra os professores, com balas de borracha, espero que não seja o seu caso).BJOS!

    ResponderExcluir
  83. Joca!

    Sabia que você não iria me abandonar...
    Você bate depois assopra?

    Beijinho sara qualquer dodói sabia?
    Mas o beijinho que eu queria ganhar, pra sarar o dodói, não tive porque escondi dele também.

    Você tomou sete tiros de bala de borracha de um PM, antigão?

    Então vou mandar sete beijinhos pra sarar logo, pois parece que ainda dói muito, né?

    Até...

    ResponderExcluir
  84. JOCA:Só tomei um tiro de borracha, mas cada tiro da PM disparada contra a civil me atingiu!Cada colega ferido me feriram tambem!No dia-a-dia em que por falta de blindagem ,pelo menos nos vidros das viaturas, vejo colegas e amigos mortos ou feridos!Pensarei em vc e nos outros colegas que estão iniciando nas minhas orações: POR QUEM OS SINOS DOBRAM? ELES DOBRAM POR TODOS NÓS!E vamos continuar a secar gelo.BJOS!

    ResponderExcluir
  85. Obrigada por sua presença lá, é um prazer imenso recebê-la.

    É verdade ando estudando, trabalhando... na correria. Tentando me organizar rs
    Realmente demorei mesmo. Obrigada pelo incentivo.

    Ótima semana amiga e fica com Deus! =*

    bjos

    ResponderExcluir
  86. Olá,

    Voltamos, e já postamos um vídeo sobre nosso mais novo programa. O assunto desta fez é internet.

    Abraços

    ResponderExcluir
  87. Um beijo carinhoso de bom dia pra ti.

    ResponderExcluir
  88. Bom dia, Joca!

    Uma experiência muito triste essa sua com a PM. Sei que não faço idéia da mágoa que vc deve ter por conta disso, eu já tenho amigos na PM, a gente tem se dado muito bem. Eles me respeitam e eu os respeito também, como deve ser.

    Você tá secando gelo aí?

    Beijo?

    ResponderExcluir
  89. Oi Ângela,

    Bom dia, minha linda!
    Espero que o seu tempo empenhado nos estudos te traga bons resultados. Ultimamente tenho tido muita dificuldade de concentração, mas preciso retomar urgentemente o ritmo, também.

    Tá estudando para concurso, OAB, mestrado???

    Força, viu? Não desista.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  90. Malucas!

    Vocês voltaram!
    Já vou lá conferir.

    Beijo pra vocês!

    ResponderExcluir
  91. Everson, meu poeta!

    Obrigada pelo carinho, querido...
    Sinto sua amizade.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  92. Meu Deus, espero que vc esteja bem.

    ResponderExcluir
  93. Oi minha querida!

    Estou bem sim... já passou...
    O que não me mata, me fortalece, não é isso?

    E você? Me dá notícias...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  94. Obrigado pela visita e suas palavras!
    Vou adicioná-la a minha lista!
    abraço
    Aderivaldo Cardoso
    Policiamento Inteligente

    ResponderExcluir
  95. Oi Aderivaldo!!!

    Que bom que você veio!
    Eu que agradeço a visita.
    Vou colocar o seu link aqui nos antigões, com todo o respeito, claro. rs rs rs
    Fiquei fã.

    Grande abraço para os Policiais Militares do DF.

    ResponderExcluir
  96. Roberto Carlos de Lima13 de abril de 2010 20:55

    Lindo texto, firma a cadência, você faz parte da elite...

    Roberto

    ResponderExcluir
  97. Oi Roberto,

    Muito obrigada pela visita.

    Seja bem-vindo!
    É um prazer recebê-lo aqui!
    Elite... hahaha
    Tá bom...

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  98. A cada história que você conta, mais minha boca fica ressequida de tensão ao imaginar as cenas. Espero que a cada desafio a faça mais forte e orgulhosa de si mesma!

    Beijos
    ;*

    ResponderExcluir
  99. Oi Babizinha!

    E a cada visita sua aqui, meu coração fica mais agradecido.

    Espero contar alguma coisa mais alegre da próxima vez, né?

    Um beijo, lindinha!

    ResponderExcluir
  100. Olá querida!!!!
    Nossa, que barra!
    Mas a vida nos ensina ser fortes e enfrentar qualquer desafio.
    Você é muito corajosa.
    Tenha uma tarde especial.
    Bjão

    ResponderExcluir
  101. Durante a tropa, uma arma disparada acidentalmente mesmo com munição de salva dava
    G.A.M.("ginástica de aplicação militar" que rebaptizámos "ginástica até à morte") para todo o pelotão pela noite fora.
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  102. Ao menos os dentes estão no lugar, né? rsrsrs
    Força, menina! Não desista!

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  103. Não tem nada a ver com o assunto do post, mas acho interessante deixar registrado a prisão que o delegado e pizzaiolo Nico, da DEPATRI, fez nesta quarta-feira, desbancando uma rede de bingos eletrônicos aqui em Sampa e levando pro xadrez o nóia do proprietário desta rede, que quis subornar a polícia!
    Parabéns a Polícia de SP! Seja Civil ou Militar, este pessoal é fera!

    ResponderExcluir
  104. Um abraço e uma optima semana para si!
    Maria Lemos

    ResponderExcluir
  105. Lady,

    Não acho que sou corajosa não.
    Sou pirracenta, mesmo.

    Obrigada querida, fico feliz com sua presença aqui, sempre!

    ResponderExcluir
  106. Afff, tome cuidado menina, mas não tem alguma ombreira que possa usar para diminuir o impacto da arma?

    Fique com Deus, "menina" Mulher na Polícia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  107. Existem momentos que precisamos esconder nossas fraquezas...

    Bjs

    ResponderExcluir
  108. Gio!!!

    Me divirto sabendo que pessoas que hoje têm outra profissão um dia seguraram uma arma!!! Hahahahahaha

    Não dá pra imaginar você, segurando uma dessas.
    rs

    Beijos querido, obrigada por ter vindo!

    ResponderExcluir
  109. Sanzinha...

    Tá tudinho no lugar!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    E ainda estou no páreo. Como diz a Tiburciana no blog dela "Preenchimento labial gratuito" hahahahahaha

    Beijo!

    ResponderExcluir
  110. Deijivan!!!

    Faz uma matéria sobre "Bingos"!!!!
    Tenho certeza que seria um ótimo texto!

    Foi uma bela operação, não foi?

    Beijo!

    ResponderExcluir
  111. Obrigada Maria,

    Que seja uma semana abençoada.
    E que Deus nos proteja.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  112. '...me deu oito coices no peito e uma lembrança roxa como um aviso do tipo "Nunca será!".'
    PQP!

    ResponderExcluir
  113. Daniel,

    O Joca, um comentarista antigão, disse aí pra cima que tem uma coisa que se coloca na coronha eu acho pra amortecer o impacto... mas eu nunca vi isso por aqui não.

    Além disso... agora já foi... rs

    Beijo, lindo!

    ResponderExcluir
  114. Rebeca...

    Não digo esconder as fraquezas mas parecer um pouco mais forte... Será que dá na mesma??? rs

    Beijo minha flor!

    ResponderExcluir
  115. Novinha,

    A vontade de comentar foi maior que a curiosidade que sempre tenho de ler todos comentários. Então, não sei se já disseram... mas, como milico que sou, embora seja seu fã, é impossível não dizer que o seu termo "patada de coturno" não tenha soado meio precoceituoso, mas que ficou bem legal...isso ficou... rs Parabéns de novo!!!

    ResponderExcluir
  116. Meu querido...

    Não... ninguém levantou esse ponto. Você está falando sério? Se tiver mesmo acho melhor substituir, então. Eu sempre dou uma boa lida no post antes de publicar, mas acho que esse detalhe passou batido.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  117. Entao, acho que esta coisa das mulheres sangrarem tanto, tem algum proposito especial. Ja teci algumas hipoteses, mas a que mais me atrai e que os homens tem forca muscular e a nossa forca se concentra no sangue. Como nem sempre precisamos usar forca, pois temos muitos outros artificios especiais, entao e preciso que escoe com frequencia, senao nos tornariamos tao "fortes", que nos igualariamos aos homens e ai perderia a graca. Concorda?
    ps. nao repara a falta de acentuacao e cedilhas, o teclado esta desconfigurado.
    Adorei o texto.
    Beijo,
    Celedian

    ResponderExcluir
  118. Celêndian,

    A beleza desse seu comentário é especialmente confortante e incentivador.

    Que bom que você veio!
    Agradeço de coração esse carinho.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  119. To rindo aqui... rs Não sei qual ficou melhor... o "bicuda" também foi genial. Mas, é assim: existem algumas expressões que são inevitáveis... e devem ser usadas, ainda que um antigão perceba um lampejo de preconceito, que na verdade não é seu, mas da sociedade em que vivemos.

    Bjusss (cada vez mais, seu fã)

    ResponderExcluir
  120. Pois é, minha querida amiga. Os teus apelos merecem atenção sempre. É um grande incentivo a este humilde professor e pretenso poeta.
    Mas não é pra falar de mim que venho e sim pra comentar teus relatos. Me encanto com eles. Isso faz com que se perceba que por trás da farda, tem muito mais do que alguém cumprindo ou dando ordens. Existe alguém que sangra, independente do gênero. Também existe alguém que engole a fragilidade a seco em resposta a velhos preconceitos. Uma mulher não pode manusear uma arma pesada? Bobagem! Se consegue conviver com tanto preconceito, lidar com algo tão "bruto" é fichinha. Basta pouco tempo de adaptação. Todos vivemos apanhando calados o tempo todo e superamos...
    Mas não vou ficar desfiando esse rosário. Encontrei um poema interessante. É do Camões. Dá uma olhada e me diz:

    Agora toma a espada, agora a pena


    Agora toma a espada, agora a pena,
    Estácio nosso, em ambas celebrado;
    sendo ou no salso mar de Marte amado,
    ou na água amante da Camena.

    Cisne sonoro por ribeira amena
    de mi, para cantar-te, é cobiçado;
    porque não podes tu ser bem cantado
    de ruda frauta nem de a agreste avena.

    Se eu, que a pena tomei, tomei a espada
    para poder jogar, licença tenho
    desta alta influição de dous planetas.

    Com üa e outra luz, deles lograda,
    tu com pujante braço, ardente engenho,
    serás Faró a soldados e a poetas.

    ResponderExcluir
  121. Tens uma grande missão nas mãos amiga. Se cuida tá..
    é uma profissão muito perigosa. embora muito digna.
    Parabéns.
    sandra

    ResponderExcluir
  122. Lago!!!

    Eu prefiro patada. rs rs rs
    Bem... se você não se importar muito, eu vou deixar assim. Olha... repito, coturno não é de uso privativo das forças e polícias militares. Ok... lembra, mas enfim... quem tomou a pancada fui eu, e eu não estou reclamando.
    : )

    Beijão!!!!

    ResponderExcluir
  123. Meu professor Otário, você tinha razão...

    Hoje atiro com esse canhão sem nenhuma dificuldade. Na verdade achei um meio de compensar a pancada, coloco uma camiseta no local pra amortecer o impacto. E como quem apanha nunca esquece, tenho cuidado redobrado pra não enconstar a boca na coronha.

    Muito bonitas as suas palavras. Fico muito lisonjeada em perceber que você notou tanta coisa especial em mim através desse relato.

    Eu amo poemas, poesia e agradeço muito pela oferta deste de Camões. Pode deixar que com um incentivo desses eu vou procurar manejar melhor ainda tanto a espada quanto a pena.

    Um super e grato beijo mestre.

    ResponderExcluir
  124. Sandrinha!!!

    Obrigada linda!

    É uma profissão perigosa e digna, que me orgulho em exercer.

    Beijo, flor!

    ResponderExcluir
  125. Excelente, sábias palavras. Foi através do seu blog que eu me motivei a criar o meu. Todos os dias venho aqui e leio seus desabafos. Meus sinceros parabéns. É um privilégio poder admirar algo tão extraordinário.

    ResponderExcluir
  126. Oooooooiii, Kathellen!!!

    Ahhh é mesmo???
    Não acredito!
    Quer dizer que você fica aí caladinha, né???
    E a "novinha" aqui só apanhando da vida...
    kkkkkkkkk

    Obrigada, linda, pelo esse seu carinho tão bom. Suas críticas também serão aceitas com muito respeito, viu? E podes ter certeza que também estarei lá todo dia.

    Beijão, parceira!

    ResponderExcluir
  127. Sempre que penso no concurso da Polícia Militar, venho aqui e leio seus textos. É uma das minhas motivações maiores. Meu TAF está chegando e cada etapa do concurso vai ficando mais difícil. Talvez, quanto mais difícil melhor, né ? Pois assim, você supera todos os desafios e descobre que você sempre pode mais do que imagina. Tenho orgulho de mulheres como você Guerreira! "Um só por todos, todos por um"

    ResponderExcluir
  128. Oi querida!!!

    Nossa! Pra mim você parecia ser policial há muito tempo! hehehe

    Pois é. Essa fase de estudos é um pouco difícil e a gente precisa muito dessa motivação interior, porque precisamos abrir mão de muitas outras coisas e eu estou devendo um post para os futuros novinhos, falando sobre isso.

    Olha... Só de estar na minha Academia eu já me sentia realizada. Andava pelos corredores como se estivesse entre os melhores do mundo. É uma sensação muito gostosa e espero que você curta muito. E, linda, mesmo que não seja dessa vez, não desanime, tenta de novo! (Me mantenha informada, tá?)

    Um beijo e muito obrigada por seu comentário, aqui.

    Força, mulher!

    ResponderExcluir
  129. Olá! Amei seu blog! É muito bom ver que existem pessoas que amam sua profissão. Td q li me animou muito! Sempre quis seguir a carreira militar,mas minha família nunca me apoio... mas agora tomei coragem começei pela PMRJ estou no processo de seleção... ( não sei se foi um bom começo... enfim!)porém não vou desistir... farei tds os concursos da área! Espero ter determinação, garra e coragem no curso de formação! Você nós passa isso.. nós faz ver que sem luta não há glória! Estarei sempre por aqui! Beijão

    ResponderExcluir
  130. Oi Stephanie!!!

    Seja bem-vinda, minha linda!
    Adorei seu comentário!

    Puxa vida!!! Que bom saber que de alguma forma o meu blog te trouxe ânimo novo. Querida, pode contar sempre comigo. E, por favor, me conta tudo! Como é que você tá se saindo nesse processo???

    Beijão pra você!!!

    ResponderExcluir
  131. Não se preocupe, pois estão sendo muito bem preenchidos esses "espaços".
    : )

    ResponderExcluir
  132. Você deve estar querendo estudar, né?

    E eu preciso dormir, maninha...
    : )

    Um beijo de boa noite pra você.

    ResponderExcluir
  133. Soninho?!


    Tenha um ótimo descanso, maninha. Boa noite!

    Bjs pra você!

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  134. Sim, continuarei aqui.


    Corujinha. Hehe

    Bjs!

    Spartanski

    ResponderExcluir
  135. Nossa, era sono, cansaço...
    : )

    E você só esquentando os motores, né???

    Espero que tenha aproveitado bem o período!
    : )

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  136. Imaginei. Espero que tenha descansado bem!


    Pois é. Hehehe

    Aproveitar esse perído tem mesmo sido uma ótima experiência.


    Bjs, maninha!


    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  137. Oi!

    : )

    Eu acho que só é preciso tomar cuidado pra não se machucar... ou sobrecarregar a musculatura, mas quem já tem um bom preparo nada horas e horas todos os dias.
    : )

    É bom, né?

    ResponderExcluir
  138. Estou.

    Só um pouco cansada...
    Aproveitando aqui pra ler um livro.

    ResponderExcluir
  139. Que bom!


    Pois é, já imaginava, linda.


    É? Perfeito!

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  140. Ver cada um desses passos foi/é especial.

    Obrigada por compartilhar esses momentos.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  141. É, olhando pra trás, não dá pra reclamar.

    Mas cada novinho tem seu caminho. Considero que até aqui Deus tem me ajudado de forma muito especial. Não posso reclamar de jeito nenhum, só tenho a agradecer.

    ResponderExcluir
  142. "Quero fazer você sentir essas saudades também pra poder se emocionar e gostar das minhas histórias. Você será testemunha das minhas saudades".

    Advinha onde escrevi isso?
    : )

    Não vale jogar no Google.
    : )

    ResponderExcluir
  143. Inclusive, se encaixa perfeitamente.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  144. Maldade essa brincadeira né?

    Mas eu sabi que você sabia.
    : )

    ResponderExcluir
  145. rs rs rs

    É bom ler esses teus comentários, e por isso eu fico tentanto extrair maiores detalhes.

    É como "ler pelos seus olhos".
    : )

    Tudo bem, não vou mais te perturbar com essas perguntinhas chatinhas.
    : )

    Eu entendi tudo, fica tranquila.

    ResponderExcluir
  146. Não acho chato não, maninha. :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  147. Pra mim tudo o que você falou (e fala sempre) é muito interessante!

    Obrigada!

    : )

    ResponderExcluir
  148. Não há de que! ;)



    É sempre bom conversar com você, maninha.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  149. Preciso ir agora. O dever me espera! :D

    Spartanski

    ResponderExcluir
  150. Nossa!

    Então tem tempo que estou tomando o seu tempo!
    : O

    ResponderExcluir
  151. Tudo bem...

    Vai lá!
    ; )

    Depois quero saber da natação.

    ResponderExcluir
  152. Olá!



    Um ótima dia pra você, linda!

    :)


    Bjs!


    Spartanski

    ResponderExcluir
  153. Oi...

    Chegou não...
    Acho que você mandou pra outra amiga sua.
    : D

    Inclusive olhei na caixa de spam, vai que, né? Mas não...

    Fiquei falando sozinha mesmo...
    ...

    ResponderExcluir
  154. Não, não, enviei pra você.


    Poxa! É, até desconfiei no momento - mas achei que você tinha dormido. Depois, notei que não...


    Desculpa, maninha!? Não foi por querer!


    Spartanski

    ResponderExcluir
  155. Oi!

    Imagina! Tô acostumada... kkkkkk (não quando é você, claro)
    : )

    E esse último que você citou. Mas não publiquei porque tava in OFF.
    : )

    ResponderExcluir
  156. Quando você recebe o simulado, tem quanto tempo pra mandar?

    É sem consulta?

    ResponderExcluir
  157. Por falar em avanços...

    Viu quem é zero-um dos "atiradores de elite"?
    : D

    ResponderExcluir
  158. Não há problema, linda. :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  159. Tem certeza de que vai falar???

    Não vai se arrepender depois???

    : D

    ResponderExcluir
  160. Sim, sim. De certo tinha um sentido. :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  161. Porque eu queria que na prateleira mais acessível estivesse o produto que eu queria que saísse primeiro.

    Quero que me leiam antes de saber quem sou até porque ninguém vai efetivamente saber quem eu sou, né?

    Aí eu acho que o "arquivo x" faz uma certa propagando do que já escrevi.

    Aliás, enquanto o leitor procura saber quem eu sou... teria que passar por outros "produtos" que quero vender.

    Tipo assim...

    ResponderExcluir
  162. É, mas por outro lado, o "Carteirada" ficou mais interessante de lá pra cá... tá mais provocativo. Das duas, uma...

    1 - Ou o leitor se sente provocado e vai atrás de mais informação.

    2 - Ou ele julga logo o livro "pela capa" e dependendo, sem nem me dar a chance de explicar direito, sai fora.

    Difícil prever, né?


    ResponderExcluir
  163. Chegou minha resposta sobre o simulado, maninha?

    Spartanski

    ResponderExcluir
  164. Você acha que eu tenho uma "percepção incrível" do quê???

    : )

    ResponderExcluir
  165. Sobre contexto, sobre ideias, sobre percepções em si.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  166. Nossa!

    Eu quero entender melhor o que você tá falando...

    Pera aí...

    ResponderExcluir
  167. Você acha que Carteira e Vida Pregressa mostram "os olhos e o coração do blog"?

    Por que?

    Às vezes eu acho "Carteirada" muito agressivo(a) e que seria melhor deixar lá embaixo, pra não frustrar ou afastar o leitor novo assim de cara Você não acha, não???

    ResponderExcluir
  168. Faz sentido.

    Tá bom...
    Sugestão aceita.
    : )

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  169. É, mas tem que ser um pouco forte. Porque é meu cartão de visitas em outras páginas, né? Então tem que ser forte ao ponto de conseguir trazer pra cá quem clica nele lá... Nem que seja pra ver quem é essa louca...
    : )

    ResponderExcluir

Confissões