sábado, 23 de março de 2013

O vestiário feminino.

Sabe o que as mulheres policiais mais fazem no vestiário feminino? Choram. Choram porque querem um amor; choram porque querem outro amor; choram porque não são reconhecidas; porque não são correspondidas; choram quando não conseguem atingir as expectativas de todo mundo; choram quando não querem corresponder às expectativas de ninguém; choram porque não conseguem conciliar vida pessoal e trabalho; choram porque se sentem culpadas;  choram de raiva; choram quando as tratam diferente; choram quando as tratam igual; choram quando querem o que não têm; choram de medo de perderem o que têm. As mulheres policiais também choram.
 
Chegou ao meu conhecimento de forma extremamente desagradável que há comentários a respeito de um suposto caso que eu estaria tendo com o meu chefe. Que maravilha, né? Era só o que me faltava. Tenho ódio de mim mesma quando me importo com essas questões xexelentas, mas é que fico preocupada com as outras pessoas envolvidas! Desagradável. Tanto, que abri o jogo com meu amor logo e contei tudo o que estava acontecendo.
 
Por que é tão difícil digerir o fato de que uma mulher pode trabalhar bem na policia? Quando não acham nada pra falar mal do seu trabalho, adotam um discurso pronto da marca mais vagabunda existente no mercado: fazer fofoca da sua vida pessoal. O resultado são estas pérolas do pensamento evacuadas: "Tem que ter algum motivo pra essa novinha ter sido escolhida pra trabalhar na equipe do Roger"; "Por que você acha que tanta gente naquele setor já foi substituído e ela não"; "Por que será que o Roger tá dando as melhores missões pra ela?"; "Por que o Roger protege a Novinha até na hora de pagar a multa que ela recebeu?".
 
Até agora não acredito que me dei ao trabalho de fazer uma postagem sobre isso...
 
Meu benzinho sabe quando eu fico abatida com alguma coisa. Sabe que eu não gostaria de ter que pedir pra sair do setor do Roger, mas também sabe que eu não seria capaz de permanecer lá sabendo que ele se sente de alguma forma desconfortável com uma situação dessas. Deixei pra ele decidir. Não sei se o Roger tá sabendo desses comentários e também não vou perguntar pra ele. Até porque agora isso também já não vai mais ser problema meu. Meu bem já disse que se toda vez que eu tiver esse tipo de problema eu pedir pra sair... vai ser fogo, né? E ele tem razão!
 
Se alguém extraiu alguma lição útil desse episódio tosco me avisa, porque eu não penso em mudar um til no meu comportamento por causa do que aconteceu. Não vou deixar de ser mulher pra evitar ser alvo de fofoca. Aliás eu já tô cansada desse suposto dilema de gênero na polícia "feminilidade versus cargo de autoridade". Vaskatar! Parece até que ser mulher, ou melhor ser feminina exclui a competência... 
 
Ao contrário do que pensa quem tá de fora, nem todas as mulheres bonitas que vejo na polícia querem fazer uma carreira levando vantagem em cima de seus atributos físicos. Vejo tanta menina na polícia que parece ver na própria sensualidade um problema. Outro dia mandei um abraço para um professor da Academia por intermédio de uma colega e ela respondeu pra eu mesma fazer isso porque o professor era casado... Quequéisso, gente!
 
Sério! Incrível, mas eu até arriscaria em dizer que parece que quanto mais feminina, delicada, sensual, bonita é a menina que quer trabalhar sério na polícia, mais medo ela tem de não ser levada a sério! Que praga! Será que eu é que estou errada? Porque pra mim, quanto mais preocupada com essas questões menor é o cérebro da mulher. Quer saber? A preocupação em ser respeitada é tanta, que muitas policiais dentre as que querem muito fazer um serviço de excelência aqui dentro, chegam ao ponto de querer meio que compensar suas características femininas com a adoção de um estilo masculinizado, o que imprime nelas uma imagem mais agressiva do que as outras colegas reconhecidamente delicadas, femininas, sensuais. O que elas não percebem, ironicamente, é que junto dessa imagem agressiva acabam demonstrando um comportamento grosseiro, irritadiço, arrogante que gera maior aversão e antipatia ainda dos colegas e superiores, tornando-as naturalmente evitáveis e menos provável sua progressão na carreira. Adianta?

122 comentários:

  1. O complexo de inferioridade do outro é, simplesmente, do outro.

    Cômico esse tipo de delírio.

    Spartanski

    ResponderExcluir
  2. Você se diverte, né moça?

    Tá certo.
    : )

    ResponderExcluir
  3. Coleguinha, não esquente a cabeça. Vc está numa profissão predominantemente de homens (e muitos brucutus). É "natural" que algumas almas sebosas se sintam preteridos porque acham que poderiam fazer melhor do que o outro (ou a outra)e aí ficam propalando essas pícuinhas. Isso é típico de homens (com h minusculo). Mas há os Homens, profissionais, dedicados a carreira, compreensíveis, sensíveis, habilidosos nas relações , enfim, COMPROMETIDOS COM O QUE FAZEM. Estes , tenha certeza, serão os verdadeiros parceiros ao longo da sua carreira. Às picuinhas, e seus divulgadores, mande-os à merda. Logo se revelarão quem são seus detratores e aí trate-os com altivez de quem está por cima.Ignore-os.

    Roner Gama

    ResponderExcluir
  4. Oi Roner!!!

    De cara nova!
    : )

    É... pois é.
    Quem esquenta a cabeça é fósforo, né?
    Gostei do H - maiúsculo.
    : )

    "Eles passarão, eu passarinho."
    : )


    Beijo, Roner!

    ResponderExcluir
  5. Aff... Não tenho paciência pra essas coisas não... Puro despeito desse povo que não sabe ver uma pessoa bonita, bem sucedida e feliz... Tenho certeza que o maior motivo disso tudo é o fato de você ser feliz, se você não fosse ninguém se importaria com o local aonde você está nem como o chefe te trata, a felicidade alheia é hoje um dos maiores motivos de discórdias. Liga pra esse povo não e continue muito Feliz!

    ResponderExcluir
  6. Ola Biga,

    Bom diiiiiaaa...vou ler

    ;-)

    ResponderExcluir
  7. O preconceito infelizmente ainda existe, mas isso tá mudando hein! Logo deixaremos de viver essa palhaçada!

    Mas não esquenta, Bibi, teu trabalho é reconhecido pelo chefão, o resto é a inveja dos incompetentes que não lograram êxito como tu...

    B-)

    Acho legal vc desabafar aqui conosco

    ResponderExcluir
  8. Oi Manu!

    E se a gente se deixa abater é a vitória deles, amiga. É igual apelido. Lembra da infância, adolescência. Se você não gosta de um apelido e demonstra isso... já era... vão provocar você cada vez mais por isso. Agora, se a gente ignora, cai no esquecimento, porque não tem graça, não surte o efeito desejado e pronto, vão procurar outro alvo mais sensível.

    Vou te contar, viu...

    ResponderExcluir
  9. Oi amiga, linda!

    Esse blog é meu terapêuta, amiga.
    É aqui que eu solto os cachorros.
    : )

    Ninguém me conhece aqui, mesmo.
    kkkkkkkk

    Tenha um bom dia, amiga.
    (tá trabalhando?)

    ResponderExcluir
  10. Ainda não, hj entro às 10h...vou fazer um chima? Vamos?

    ResponderExcluir
  11. É foda mesmo, mulher na polícia sofre um bocado de preconceito. Mas muitas delas procuram também, tomam posse e querem ficar fazendo serviço de secretária, de assessoria... aí acabam estigmatizadas, nem são vistas como policiais...

    ResponderExcluir
  12. Fala Mulher, tudo em riba?! Maravilha,pow...que chata essa situação hein! Infelizmente ainda existe, mas esta acabando como disse a amiga Regina. E uma outra situação intrigante. Aquela frase popular que dizem: "falem bem ou mal, mas falem de mim" é ridícula.

    Não sabemos até que ponto as pessoas do bem vão digerir essa informação, podendo realmente manchar a reputação. A presunção de inocência até que provem o contrário deveria prevalecer sempre, porém as pessoas envolvidas tiram conclusão, comentário ou opinião precoses.

    Deixe a sua reputação e dignidade trabalharem silenciosamente, fique sussa hehehe

    Uma notícia boa, estou na segunda faze para investigador da PC aqui em sp. E neste ano, ainda teremos abin, prf e pf, pcdf, e mesmo assim a luta continua por um lugar ao sol.

    abç e tudo de bom

    ah, não precisa publicar...

    ResponderExcluir
  13. Eu acho engraçado... Vitão.

    Se tem muitas mulheres fazendo serviço de "secretária" na polícia, vamulá... e os homens que tiram serviço no plantão, na sua concepção, são o que??? Recepcionistas?

    E os homens que passam o dia entregando intimação, como eu já fiz, são o quê? Carteiros???

    E os policiais que trabalham nos gabinetes, são o quê? "Assessores", "telefonistas"?

    Bom... Cada um trabalha onde quer, ou onde mandam, ou onde dá... Ninguém é mais ou menos policial por causa disso.

    Tá vendo como funciona o preconceito??? Se são homens tá tudo certo, se são mulheres são "secretárias".

    Eu não tenho nada a ver com onde as outras pessoas trabalham, meu caro!

    ResponderExcluir
  14. mulheres bonitas choram em vênus ou marte?



    beijo

    ResponderExcluir
  15. Falei isso porque a maior parte das mulheres que entram na polícia não querem saber de trabalhar na atividade fim, como policiais de verdade, entendeu? Muitas já querem chegar e ir para coisas light...por isso que ficam com essa fama... Se o camarada tiver um tempão de casa já, acho certo que ele vá para uma parada mais tranquila, mas no início todos deveriam ser lotados na atividade fim, para aprenderem a ser polícia.

    ResponderExcluir
  16. Oi Paulo!!!

    Parabéns! Tô sentindo que á agora, hein!!!
    rs rs rs

    Continue firme na luta aí. Dá aquele gás final de maratona! Estude o máximo que puder. Que Deus te dê muita força e muita disposição.

    Pois é, Paulo, complicado, porque né, outras pessoas que nem trabalham na polícia também podem ser atingidas com essa palhaçada, né? Mas tudo bem... tenho feito um bom trabalho de base aqui em casa e ele nem pergunta sobre esse assunto, mais.
    : )

    Quanto ao preconceito... não estou tão otimista quanto você, a coisa é profundamente arraigada, e os preconceituosos sequer perceber isso, muitas vezes, sabia?

    Difícil!

    Um beijo, Paulo, e mais uma vez parabéns pela aprovação nessa primeira fase aí!

    ResponderExcluir
  17. Já falamos sobre isso, né Vitão, mas vou tentar usar outras palavras pra me fazer entender melhor.

    Esse conceito de atividade-fim e atividade-meio é relativo. A PM e a Polícia Civil têm atividades-fins completamente diferentes sem contar a PRF, porque uma é polícia judiciária e a outra é polícia administrativa. O que pra você é atividade fim, para minha polícia pode ser melzinho na chupeta. Até o Exército tem polícia meu querido...

    Quem é que vai dizer qual é a polícia de verdade e qual atividade dentro da polícia que é atividade policial "de verdade"??? É você?
    : )


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, longe disso querer ser o dono da verdade. Atividade fim, na Polícia Civil, por exemplo, é investigação criminal. Precisa das outras coisas para fazer andar, mas esses cargos não deveriam ser ocupados por policiais, mas sim por servidores administrativos.

      Excluir
    2. Então o COT, a DOE, o BOPE a SWAT pra você não fazem um trabalho policial de verdade?

      Excluir
    3. Fazem sim. Estão na linha de frente, não estão escondidos atrás de um computador, não vão trabalhar de salto alto e com arma dentro da bolsa ou do armário, lidam com vagabundos o tempo todo.

      Excluir
    4. Claro que são!!!
      Mas não são fazem investigação...

      Seu conceito apresenta falhas.

      Excluir
    5. Há correntes dentro da própria PC que acha que o DOE é dispensável. Não acho, considero importante a presença deles, principalmente para cumprimento de MBA, no momento da entrada.

      A atividade fim de polícia é o combate ao crime. Se for para prevenir ou reprimir, depende de cada uma. A atividade fim vai ser a de atuar contra o crime. Não acho que ficar de carteiro é serviço de policial, gasta-se muito na formação dele... e uma pessoa a menos na atividade fim significa que alguém vai ter que trabalhar dobrado para que a coisa ande mais ou menos na linha. As polícias, todas elas, deveriam contar com um quadro administrativo para liberar o policial para o serviço de polícia.

      Excluir
  18. Oi Assis...

    Afinal "Homens são de Marte e Mulheres são de Vênus".

    : )

    As mulheres choram em todos os planetas!
    rs rs rs

    ResponderExcluir
  19. Cada um tem suas peculiaridades, suas dificuldades na vida e na profissão.Homens e mulheres. Mas estou farta da mulher se fazer de coitadinha e achar que a vida, as dificuldades, a violência do dia a dia só a atinge. C H E I A !

    ResponderExcluir
  20. kkkkk

    Verdade, Magui...
    Se brincar, tem tanta minoria injustiçada no mundo que as minorias já viraram maioria.
    : )

    Também já tive oportunidade de falar das dores masculinas. Esse é o post do Vestiário Feminino. Você já leu o do Vestiário Masculino?
    http://mulhernapolicia.blogspot.com.br/2011/08/o-vestiario-masculino.html

    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. POLICIAL SEMPRE EM BUSCA24 de março de 2013 22:41

    Bem-aventurados os que choram, por que serão consolados.

    ResponderExcluir
  22. amei esse post! impossível não se identificar sendo mulher na policia... beijos.. sempre to por aqui...

    ResponderExcluir
  23. Bom relato desse mau agouro que é a opressão ideológica sobre as mulheres. E parabéns pela firme opinião. Mantenha-se assim!

    ResponderExcluir
  24. Oi Lizi!!!

    A "novinha" da PM, né?
    : )

    Ah, que bom quando decide falar comigo!

    Até queria saber se na PM é pior ou melhor... às vezes acho que é melhor, porque o posto é posto e acabou, né... Mas tem hora que acho que deve ser pior por causa da exposição de você... deve ser maior com o uso do uniforme...

    Obrigada, Lizi!
    É sempre um prazer receber comentário seu!

    ResponderExcluir
  25. Obrigada, Mamede...

    Tem hora que é bom desabafar!
    : )

    Obrigada por ler!
    : D

    Como estão teus estudos?
    Beijo!

    ResponderExcluir
  26. Eu penso q isso é apenas uma das desculpas que as pessoas tem para tentar nos atingir.
    Não fosse isso, seria outra coisa, uma falha antiga, sua bota, seu colete, o jeito que vc prende o cabelo.
    Quando a maldade está dentro da pessoa, ela não precisa de um motivo real para destilá-la, basta ACHAR q tem algo de errado e fomentar a fofoca.

    ResponderExcluir
  27. kkkkkkkkk

    Mas é exatamente isso que estou te dizendo, meu caro... "Há várias correntes..." Esse conceito é relativo. As pessoas têm concepções diferentes e têm aptidões diferentes e novinho deve trabalhar onde ele se sente bem, onde houver interesse público e não onde você quer que eles trabalhem.

    Não acredito que é esse o conceito de polícia que você tem, Vitão. Ora, ou você tá de brincadeira comigo, ou você ainda tem muita influência de Guarda Civil. SEU CONCEITO DE POLÍCIA, tá mais pra Vigilante, meu querido. Guarda, no máximo! Sem desmerecer essas honrosas profissões! Mas são conceitos bem diferentes.

    Senão, analisa comigo, você acha que o policial tem que ter arma na cintura 24 horas por dia e, inclusive, têm função de evitar, de prevenir o crime (polícia administrativa). Transcrevendo o que você escreveu lá em cima: são policiais de verdade porque "estão na linha de frente, não estão escondidos atrás de um computador, não vão trabalhar de salto alto e com arma dentro da bolsa ou do armário", e eu ainda acrescento que estão numa área de alto risco (combatem o assalto a banco). "Mas nós precisamos deles".
    : )

    Entendeu?

    Desse jeito, Vitão, o seu Arnaldo vigilante do Banco do Brasil, NA SUA CONCEPÇÃO, é mais polícia que os peritos que conheço que muito raramente usam armas; que os escrivães, ou o pessoal da análise, da escuta telefônica, que conheço que precisam ficar na maior parte do tempo na frente do computador; Com um agravante, que os vigilantes trabalham numa área de alto risco: assalto a banco.

    O vigilante, normalmente é o primeiro que morre... Sabia que em algumas polícias, terceirizaram algumas funções do plantão para os vigilantes?

    Então, pra você, além dos "agentes carteiros" deveríamos terceirizar nossos escrivães, peritos, papiloscopistas também?
    : )

    ResponderExcluir
  28. Tudo bem Novinha? É mais ou menos assim, caso fosse homem e se destacasse seria puxa saco ou o chefe homo,como é mulher o pessoal taxa que tem caso e pronto, raça humana realizada.Infelizmente é assim, são coisas que com luta não mudamos, apenas a nós mesmos. Foco total no trabalho e continue feliz e compartilhando isso com o parceiro.Bjs

    ResponderExcluir
  29. O perito está fazendo a perícia para solucionar um crime. O escrivão está materializando as outivas para solucionar um crime. O pessoal da análise está ouvindo e transcrevendo, para depois analisar, para solucionar ou evitar outros crimes. Os papiloscopistas realizaram suas perícias para encontrar autores de um crime. Ou seja, todos os que você citou estão na linha de frente sim, dentro de suas atribuições, fizeram concurso para isso e exercem assim suas funções. Agora a polícia formar uma pessoa, um agente de polícia, quer seja homem ou mulher, para trabalhar na área de burocracia, para entregar coisas no fórum, para mexer com escala de trabalho, é falta de planejamento em recursos humanos.

    E o que mais vejo é isso, um monte de gente com formação policial indo para essas funções, enquanto alguns poucos seguram as pontas na linha de frente. Vejo novinhas indo para secretarias de segurança pública, para regionais de segurança, para fazer serviço de secretária de alto comando.

    Acho sim que o policial que é linha de frente acaba andando armado 24h por dia, até porque não é raro os casos de ameaça por conta das prisões que ele efetua. Pelo menos é assim comigo, não dá para vacilar tendo tanta gente que te odeia assim, que quer ver sua caveira a todo custa. É o preço que a gente paga por atuar na frente, ao invés de se esconder atrás de uma função que não é nossa. Fiz concurso para polícia, vou trabalhar como polícia.

    ResponderExcluir
  30. Engraçado, há homens na polícia que valorizam as policiais operacionais, mas há os que não valorizam e só depreciam, acham que as mulheres tem que ficar bem administrativas. Ora, esses mesmos homens que desvalorizam são BEM Administrativos e os que realmente admiram e respeitam são os realmente operacionais, o que são poucos... Entendo que administrativos e operacionais são importantes, homens e mulheres . E, quem vai te admirar, é quem tem afinidades com seu jeito de ser.. Falo isso pois acho que vc e seu chefe devem ser operacionais, pelo pouco que conta aqui das missões. :)

    ResponderExcluir
  31. Parece q o sucesso do próximo, (qnd o próximo, não é tão próximo assim) incomoda demais as pessoas!!!

    Qnt ao conceito de atividade policial, principalmente, p quem tá de fora e/ou tem uma visão mais restrita da atividade, não consegue visualizar q essas instituições precisam sim de operacional, mas da mesma forma precisa de não operacionais...

    Excelente texto Novinha!!!

    Futura Delta_

    ResponderExcluir
  32. un texto muy interesante... te dejo mis saludos

    ResponderExcluir
  33. Oi Roberta!!!

    rs rs rs

    Você tá coberta de razão. Já tive outras experiências nesse sentido antes também.

    Existem pessoas que são más, porque são... não tem explicação. Sabia? É o mundo em que vivemos amiga. Infelizmente faz parte.

    Um beijo pra você, mãezona, e outro para o Artur (como ele tá lindo, né?).

    ; )

    ResponderExcluir
  34. Oi Novi JR...

    Eu tô lembrada desse carrão, aí atrás de você.
    : )

    Mas o teu nick é novo, né?

    Bom, o que me preocupava aqui, já foi resolvido. Mas fica esse gostinho ruim de pensar "Por que?" Sabe?

    A gente tem que dar um desconto também, porque as pessoas acabam decontanto ou transferindo suas frustrações, decepções involuntariamente para outras que não têm nada a ver com isso. Acontece...

    Fazer o que né?

    Muito obrigada, viu? Adorei o seu comentário!
    : )

    Você já é da Casa ou ainda tá estudando?
    : )



    ResponderExcluir
  35. Vitão...

    Entendi o motivo dessa sua revolta. Compreendo e lamento que você esteja passando por isso. Talvez fosse bom você passar um tempo na "geladeira" até te "equecerem", tá entendendo?

    No teu caso, eu não usaria apenas uma arma na cintura, mas uma MP5. E acredite você usando uma sub-metralhadora e eu usando uma pistola na cintura, levando em conta o seu tamanho e o meu é quase a mesma proporção.
    kkkkkk

    Entendi também o seu 24 horas. Afinal, aí no DF não tem praia, né? Você também não deve beber nunca, não deve frequentar buteco, boate, pular carnaval. Porque você sabe que bebidas e armas não combinam. Aliás a frequência a esses ambientes também não combina com uma pessoa ameaçada. Pelo menos é o que a gente diz para os juízes, promotores, etc. que pedem a proteção policial. Que vida, hein...

    Eu tava pensando... como é que você faz pra malhar armado (24 horas)? Você malha, né? Como é que você corre armado? Você nada? Namora? Ah, mas isso, como eu disse é um problema seu.

    Só faço uma ressalva no seu comentário. Não são só as novinhas que vão para a SSP. Novinhos também. E provavelmente lá eles tenham alguma gratificação financeira, né? E tem muitos colegas homens, que não usam arma, NEM MESMO EM OPERAÇÃO. EU JÁ VI! A questão não tá no gênero...

    Não é o meu caso, mas conheço muitos colegas homens e mulheres de todos os cargos que não usam arma nem pra trabalhar, porque trabalham em áreas mais tranquilas. Se eles estão certos ou errados, não é problema meu. Eu brigo com o meu parceiro se ele estiver desarmado, mas o resto... o problema é deles, eu não tenho nada a ver com isso.

    Bom... agora que você abriu consideravelmente o leque do que é "linha de frente" na polícia. (o que eu já considero um grande progresso) eu preciso te dizer que se você considerar a proporcionalidade de mulheres (10 a 15%) e homens na polícia, tem mais mulher na área fim que homem.

    Se o seu problema é com a galera da licitação, compras, departamento pessoal... eu acho que você tem razão, por um lado, mas também acho interessante que os policiais "de verdade" participem desses processos. Já vi muita gente aqui reclamando, por exemplo, dos carros pouco opercionais ou das armas deficientes compradas pelos "burocratas". Também acho bom que os policiais de verdade participem da feitura das escalas, porque eles têm mais sensibilidade e maior noção real de como e onde empregar quem. Pelo mesmo motivo... de vez em quando a gente vê umas aberrações nas escalas onde só pode ter dedo de quem não tem a menor noção do que está fazendo.

    Cara... pede a Deus pra te proteger. Tira umas férias... Vai pro litoral.
    ; )

    Beijo, cabeçudo!

    ResponderExcluir
  36. O ponto é o seguinte. O fato da mulher ser atraente (bonita, feminina, sensual, etc) influencia as ações e decisões dos homens HETEROS, a sua volta, mesmo que não haja flerte (dolo) intencional. Isso é simplesmente inevitável por parte dos homens(o oposto tb, mas vamos focar no caso em tela). Existe uma série de estudos a esse respeito. Já é comprovado aquela máxima "Não existe amizade real, puramente "fraterna" entre pessoas de sexo oposto. Em idades compatíveis."
    No caso da amizade, vamos pensar em ambiente de trabalho ou faculdade, é sabido, por exemplo, que se não há atração sexual subjetiva, por mais inconsciente que seja, o relacionamento nunca passa do "coleguismo" de tolerância, nunca vira amizade. Pensa no caso quando quando a garota diz: "nossa, tem um cara na minha sala, nunca fez nada para mim, mas não vou com a cara dele, ou não suporto ele ...." É pq são sexualmente incompatíveis ....
    E a maneira que o organismo faz para descobrir os sexualmente compatíveis, é bem mais complexo do que apenas admirar o físico.

    O ponto que estou dizendo, e não fique brava, é que, se vc fosse uma mulher feia, gorda, masculinizada, mas fosse tão competente quanto vc é, provavelmente demoraria mais para ter seu trabalho reconhecido. Ou se O "Roger" fosse A "Laura" ... vc iria pastar mais para ter seu trabalho reconhecido (e acho q vc sabe disso).

    Então, acaba caindo nesse estigma.

    Como meu comentário irá suscitar revolta entre alguns, irei manter no "anonimato". Não posto para causar revolta, apenas para ajudar no estudo antropológico, reflexões. Lembre-se ser humano não é 100% racional existem outros fatores que fogem a razão.
    Bom dia para vc.

    ResponderExcluir
  37. Anônimo(a) da 13:47,

    Concordo com você.

    E enquanto tava lendo o teu comentário tava pensando também na tal da concorrência. Aqui dentro a gente é meio que direcionado para e pela concorrência. A começar do concurso, né? Depois, a Academia... (concorrência esquisita ali).

    Daí que eu acho que muita gente já fazia planos para a minha vaga, achando que eu não duraria muito tempo...

    Bom, mas não é todo mundo não. No texto, soou meio generalizado... é o efeito do desabafo.

    Vou ter que me acostumar com isso. Não tem como correr!

    Obrigada pelo seu comentário.
    Fique à vontade pra criticar também.
    ; )

    Beijão!

    ResponderExcluir
  38. Futura Delta!

    É como eu sempre digo: na polícia tem lugar pra todo mundo. E não há uma atividade mais ou menos importante do que as outras. Existe vaidade, né?

    Ainda tá "garrada" aí? Firme???
    Vá se preparando... futura novinha.
    Daqui a uns dias é você.
    : )

    Beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. É, Novinha, a vaidade também existe na polícia!!!

      Tô tentando estudar corretamente e me manter "garradinha" c os livros!!!

      "Xerinho"!!!

      Futura Delta_

      Excluir
  39. Olá, Novinha!


    Adoro esse tipo de preconceito em pleno século XXI!

    Enfim, isso pra mim soa como maldade mesmo. Uma mulher não pode ocupar um posto por capacidade, tem sempre que sair com alguém pra estar ali ¬¬

    Faz o seu, sinta-se realizada, capaz e que se lasquem os outros, somos guiados pela nossa consciência.

    ResponderExcluir
  40. Olá Novinha, q situação chata hein! A mulher vai ser estigmatizada até quanto hein?? Oras, que povo mais infame!

    Bem vamos falar de coisa boa, eu voltei pro concurso!! Yehh.. consegui uma liminar através de um MS, o STF já decidiu no sentido de que para cargo de Escrivão de Policia a exigência do teste físico em caráter eliminatório é excessiva... etc. Mas o lado ruim disso é que tem tanta gente me desejando a morte, com raiva mesmo pq fui atrás disso...como se eles na minha situação não fossem fazer a mesma coisa, fiquei decepcionada com modo das pessoas, essa tal concorrência... poxa, gente da alma pequena...acham q esse é o ultimo concurso do mundo... q vale tudo por uma vaga, nunca imaginei que fosse assim... temos q fazer nossa parte sem dá ouvidos a esse povo Novinha, é o melhor a ser feito. E o clube de corrida gente, tá firme??? Saudades... Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, poderia explicar a situação para aqueles que como eu, não conhecem? Por acaso vc foi reprovada em exame físico para escrivão de polícia e está entrando com MS para reverter? É isso?

      Excluir
    2. Isso mesmo anônimo, o STF já decidiu (em mais de um caso) que o cargo de escrivão tem natureza adm, mto embora em alguns casos o escrivão precise diligenciar como os agentes, não seria justa uma reprovação baseada em uma situação potencial que pode vir a acontecer, a lei de organização da PC descrevia as atividades todas em caráter burocrático, e em um artigo da lei dizia que o teste físico é eliminatório apenas para Agente e Delegado, em cima disso tudo fiz um MS e consegui através de uma liminar continuar no concurso.
      '' CONCURSO PÚBLICO – PROVA DE ESFORÇO FÍSICO – ESCRIVÃO DE POLÍCIA – EXIGÊCIA – IMPROPRIEDADE. RECURSO EXTRAORDINÁRIO – NEGATIVA DE SEGUIMENTO.
      1. O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais confirmou o entendimento constante na sentença que implicou a concessão da segurança requerida pelos recorridos, ante fundamentos assim sintetizados (folhas 163): CONCURSO PÚBLICO. TESTES FÍSICOS. CARÁTER ELIMINÁTORIO. CARGO COM FUNÇÃO DE NATUREZA EMINENTEMENTE BUROCRÁTICA. ILEGALIDADE. Em virtude da Lei nº 5.460/69, não haverá qualquer ilegalidade na aplicação de testes de capacitação física em concursos da Polícia Civil, com caráter eliminatório, se o exercício das funções do cargo pretendido exigir esforço. Todavia, tendo em vista a natureza e a complexidade do cargo de escrivão de polícia, eminentemente burocrático, o edital do concurso público não poderia adotar como critério eliminatório a aprovação em testes atléticos.
      2. Na interposição deste recurso, foram observados os pressupostos gerais de recorribilidade. A peça, subscrita por procurador do Estado, restou protocolada no prazo em dobro a que tem jus o recorrente. Nem com um grande empenho, envolvido interesse próprio, é dado assentar a infringência à Constituição Federal. Ao contrário, o que decidido pela Corte de origem presta homenagem ao Diploma Maior. Coaduna-se com a razoabilidade a glosa da exigência de “capacitação atlética” (folha 168) em concurso voltado a preencher cargo de escrivão de polícia. A atuação deste, embora física, não se faz no campo da força bruta, “compreendendo atividades predominantemente burocráticas” (folha 168). Além dos princípios explícitos, a Carta da República abrange também os implícitos, entre os quais estão o da razoabilidade, o da proporcionalidade, aplicáveis ao caso concreto.
      3. Nego seguimento a este extraordinário.
      4. Publiquem.''
      Esse é um acórdão do STF, usei ele no MS. Tomara que possa te ajudar!

      Excluir
    3. Entendi, e sinceramente, espero que não na última instância, vc não ganhe. Não acho justo, assim como muitos que irão condená-la, pois ao se inscrever no concurso, vc sabia de todas as regras e entrou em igual condições. Com certeza, deve haver pessoas melhor colocas do que vc na prova de conhecimentos, que também falhou no TAF, e aí? O seu MS mudaria as regras do jogo e deveria retroagir a todos para ver quem realmente entraria com essa regra, certo?

      Sem falar que nesse caso, vc nao deveria receber arma, treinamento para usá-la e nem mesmo distintivo de policial, certo?

      Agora, existe Delegado da PF que entrou com MS pelo mesmo motivo, e foi contemplado ... advinha o que falam dele? Se é respeitado...


      Excluir
  41. Anônimo (de 27 de março de 2013 11:18)

    Obrigada pelo comentário. Boa a explicação, mas você já viu aquela expressão "é só mais um rostinho bonito"? Pessoas bonitas às vezes também têm prejuízo por serem bonitas.

    Entende?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, já. Essa expressão é usada pra designar mulheres belas e sem conteúdo algum! O que não é seu caso.
      O seu caso é que vc causa inveja (é inerente a TODO ser humano) tanto pela competência quanto pela beleza. Os invejosos mais maldosos, irão usar a sua beleza para tentar te denegrir devido a inveja deles.
      Agora o fato negativo da beleza feminina em um ambiente predominantemente masculino é que vc será cortejada constantemente, e poderá até sofrer assédio sexual ... isso sim seria uma "desvantagem" ou risco que apenas as belas correm ...
      Beijos e boa sorte com o caso. (pegou mal a palavra caso nessa situação ;) )

      Excluir
  42. Oi Aline!!!

    Olha, eu juro que estou tentando fazer o meu trabalho da melhor forma possível. Mas essas coisas me deixam meio desanimada, sabe?

    Parece que NUNCA alguém vai entender que a gente é capaz. Tô nem aí... também, sabe?

    (mentira, tô prostituta com essa história).

    Mas enfim... eu faço o meu trabalho direito porque gosto e não pra ganhar o Prêmio Nobel de Polícia.kkkkk

    Um beijo, Aline.
    Muito obrigada por ter vindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estaria re-vol-ta-da com uma coisa dessas, mas fazer o quê? Sempre tem um sem noção pra falar o que não deve, ou melhor, do que não sabe!

      Se você tá feliz, com a consciência tranquila, então que se explodam os outros.

      Pode ter certeza que continuarei aparecendo!

      Beijao!

      Excluir
  43. Bibi,

    Coloca tudo num pacotinho e entrega pra Ele e não pega de volta!

    :-*

    ResponderExcluir
  44. Oi DoceAcida!!!

    Parabéns, mas te prepara... caso você sinta um um pouquinho a mais de dificuldade (pressão) no curso, é esperada.

    E, um bizu de amiga... cuidado com o uso dessa expressão, "cargo eminentemente burocrático". Na peça processual você diz o que quiser, mas na polícia saiba que os escrivães detestam ouvir isso.
    : )

    É que se o cargo é policial, tem aposentadoria policial, mas se você diz que o cargo é eminentemente burocrático algum "cabeça de prego iluminado" pode entender que você não tem direito a aposentadoria especial (por causa do risco da atividade policial) e algumas outras gratificações específicas da polícia, sacou???
    : )

    Continue treinando! Você vai precisar de preparo físico na academia da sua polícia.

    Beijo, queridona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novinhaaa q dica valiosa, ainda não tinha pensado por esse lado, vc tem toda razão!!

      Own novinha acredita q penso nessa pressão, imagino q ninguém vai aliviar nada por conta dessa condição, mas continuo estudando e treinando com afinco p passar logo em outro sem essa problemática toda!! Obgda e Feliz Páscoa!
      Bjokas!
      :))

      Excluir
  45. Oi Biga!!!

    Tá certa, amiga...
    Não é bom ficar carregando esse peso morto, né?

    : )

    Onde vc tá???

    ResponderExcluir
  46. Não é bom não! Acaba com a saúde da gente...

    To na minha caminha

    E tu?

    ResponderExcluir
  47. Criatura...

    E vc não tinha ideia que isso iria acontecer???

    : )

    Amiga... você uma criancinha mesmo...
    rs rs rs

    ResponderExcluir
  48. Cansada, né abiga...
    Entendo.
    : )

    Vende pra mim... que eu tô precisando.
    : )

    ResponderExcluir
  49. Não, Florzinha...

    ...a passagem!

    kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  50. Oi Aline!

    Bom dia!

    Você acredita que eu estava sonhando que você tinha me feito um monte de perguntas aqui e que eu tava tentando respondê-las?

    rs rs rs

    Verdade, eu tava sonhando exatamente isso agora mesmo e quando acordei tava aqui o seu comentário (só não tinha um kilo de perguntas como no sonho).

    kkkk

    Obrigada pela força. Sem dúvida que foi muito bom ler o que você escreveu.

    : )

    Beijo!

    ResponderExcluir
  51. DoceAcida,

    Tem uma leitora nossa que foi sub-júdice da Federal pelo mesmo motivo. Mas eu não sei se ela sabe que eu sei disso. Senão te daria um contato dela...

    Ela poderia te dizer como foi o processo todo, mas também não sei se ela ficaria à vontade com isso... afinal estamos na Internet.

    Ela fez o curso, chegou a tomar posse mas ela perdeu no julgamento da ação ordinária...

    Mas tudo bem, ela é cabeção, já passou noutro concurso e tá bem feliz.
    : )

    Qual é a sua dificuldade no teste físico? (se é que você quer falar sobre isso... se não quiser não precisa responder, tá?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novinha quanto estava treinando eu conseguia executar todas a provas,apenas no salto em altura eu não acertava em todas as vzs, sabia e q ele poderia me eliminar... no dia do TAF na segunda tentativa o elástico estava 5 dedos mais alto q a altura anterior(tenho tudo filmado), eles mediam no meio e quem pulava nas extremidades pulava mais alto que a medida mínima. Foi o q aconteceu... saltei um pouco de lado e toquei no elástico, e assim fiquei eliminada. As outras provas eu fazia certinho... sem dificuldade. Pois é, tem esse risco sim, mas esse não é o cargo que quero pra sempre eu preciso dele pra ''passar uma chuva'' entende? Vou torcer para demorar muito a julgarem o mérito,enquanto isso eu estudo e ganho um dinheiro até bom, e com fé em Deus antes disso já estarei aprovada em outro, por um lado essa condição de subjudice até será boa pq não vai me deixar acomodada.
      :)

      Excluir
  52. Quero te subornar. Como envio o selinho?

    ResponderExcluir
  53. Tenta, ué...

    Me manda o link que eu te dou voz de prisão aqui mesmo, e o selo ficará apreendido lá na página das "Tentativas de Suborno".

    : )

    ResponderExcluir
  54. Sim, eu lembro que você me contou isso...

    Mas o juiz te deu direito a tomar posse, a somente continuar no concurso, ou a refazer o teste físico?

    : )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu pedi para continuar nas demais fases e posterior nomeação, posse e exercício.
      Não pedi para repetir o TAF, até pq o q argumentei foi exatamente a exigência do mesmo em carater eliminatório. Vou te mandar o link da decisão.

      :)

      Excluir
  55. Entendi...

    A nomeação depende da aprovação em outras provas e no curso da academia, né?

    Será que esse ano ainda você já começa a trabalhar?
    : )

    ResponderExcluir
  56. Isso mesmo, o CF é a ultima fase que elimina. Acho q não dá para começar ainda esse ano, nem tem previsão pra o o inicio do curso. O edital tem umas falhas, eu acredito q esse certame ainda vai travar! No edital o CF é fase do certame e a classificação final se dará ao fim de todas as etapas (incluindo o CF), e agora no resultado do psico eles já divulgaram uma classificação, prevendo eu q seja parâmetro para a convocação do CF e já tem uma galera se unindo para atacar essa classificação por via judicial, tendo em vista não ter concluído as etapas classificatórias.

    ResponderExcluir
  57. Como eu disse...
    rs rs rs

    Mas a pressão já começou?
    : )

    Você vai fazer esse de Escrivão da PF?
    Não tem prova "de elástico"?
    : )

    (não consegui abrir o link - deu erro na pág.)

    ResponderExcluir
  58. Não, Novinha não farei PF. A prova de elástico é o salto em altura.
    Tentei copiar aqui mas os caracteres eram maiores q o numero permitido. :/
    Vou tentar novamente!
    :)

    ResponderExcluir
  59. Eu sei... que é o salto em altura.
    rs rs rs

    Na PF não tem salto em altura... tem só salto à distância.
    : )

    As matérias da PF são um pouco diferentes do que você tá acostumada, né?

    E tem salto de fé também, porque ô provinha filhadamãe...
    : )

    ResponderExcluir
  60. kkkkkkkkkkkkkkkkkk salto de fé, essa foi boa! O salto de impulsão horizontal é tresh viu, já tentei mas não consegui a marca minima, precisa de muito treino, sem falar na maldita barra!! Então é isso mesmo, as matérias são diferentes tem economia, adm, um monte de coisa q não estudo, daí ficar fazendo assim é só gastar dinheiro a toa. Vc vai fazer PF?

    ResponderExcluir
  61. Eu tô achando que você é baixinha, DoceAcida...
    : )

    ResponderExcluir
  62. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk esperta vc! kkk Sou sim, tenho 1,57cm. :(
    Vc é grandona??

    ResponderExcluir
  63. rs rs rs

    Você quem deu as dicas, ora.
    : )

    Se você fez bem todas aquelas provas... mas tem dificuldade nos saltos da vida... Elementar!
    : )

    Treina vôlei! Ajuda muito na impulsão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, impulsão!! Esse era o problema, eu conseguia o salto em distância mais pela velocidade que pela impulsão! Já pensei em fazer vôlei sim, só tenho q saber por onde começar né! kkkkkkkkk
      :))

      Excluir
  64. Hummm...

    Você precisa de um clube pra treinar.

    No clube da OAB, será que não tem?

    Normalmente tem alguma equipe treinando nos clubes do SESI, SESC, AABB, vê na associação profissional do seu namorado...

    É por aí...
    : )

    ResponderExcluir
  65. Sabe q não tinha pensado nesses clubes, achei q tivesse em academia! kkkkk Alienação esportiva total, mas vou procurar sim!!!

    Valeu pelas dicas!
    :))

    ResponderExcluir
  66. Vi...

    Não sabia se poderia comentar...

    Será que no TJMA tem muito precedente nesse sentido?

    ResponderExcluir
  67. Já decidiram sim, eram 3 casos parecidos, mas salvo engano era agepen... eu até usei o acórdão. Não lembro bem.
    Mas nesse certame já tem umas 4 ou 5 decisões em cima desse mesmo argumento, todas favoráveis e de desembargadores diferentes :)))!

    ResponderExcluir
  68. É, moça...

    Parece que o seu sonho de ser policial tá chegando.
    : )

    Tava relendo o seu blog hoje. Quando é que você vai atualizar as coisas por ali?
    : )

    ResponderExcluir
  69. kkkkkkkkkkkkkk Mulher fiz esse blog por conta de um enorme ócio! kkk Não sei escrever bonito, nem tenho dedicação para manter um blog, sou muito displicente com essas coisas! Postei uma vez e não atualizei mais, já tinha até esquecido. Tem coisas q nunca consigo terminar, já tentei fazer coleções, diário, blog, twitter...nem de uma agenda dou conta, sou largada nesse aspecto nada vai pra frente! kkkk

    ResponderExcluir
  70. Na época do pós TAF fiquei arrasada né... juro q pensei várias vezes em nem tentar recurso adm, mas já te falei a situação... preciso bastante dessa vaga, tem minha família q precisa de um alívio tbém. Não pude deixar de lado, e quanto comecei a pesquisar junto com uma amigo e vi uma luz no fim do túnel tive q agarrar, por mim e por eles... pelo menos inicialmente deu certo, mas espero q eu possa logo começar a trabalhar até passar em outro. Enquanto isso fico na torcida pra esse MS ficar bem lento... e o certame bem rápido! :)

    ResponderExcluir
  71. rs rs rs rs

    Você escreve bem, sim, garota... se não tem paciência pra escrever, daí é outra história...

    Aliás, data venia... a senhora subestimou até a própria redação que te aprovou no concurso, né... doutora... humpf!

    : )

    Bom... seu blog é a única fonte que tenho pra saber de você, quando você some. Logo, tem um valor caro pra mim.
    : )

    ResponderExcluir
  72. Isso é o que eu chamo de ressurgir das cinzas...
    : )

    Bom... eu acho que lá dentro você terá três caminhos prováveis.

    1 - Vai se acomodar e acabar se aposentando como escrivã...; ou

    2 - Vai fazer concurso para Delegado; ou

    3 - Vai sair correndo e nunca mais pensar em fazer qualquer concurso pra polícia na vida!

    kkkkkkk

    ResponderExcluir
  73. Deve ser falta de paciência mesmo, tem dias q não tenho nem pra combinar roupa, vou pra biblioteca igual a Maria do Bairro qdo era catadora de lixo! kkkkkkkkkkk
    Eu sou agoniada demais homi, escrever requer leveza, sensibilidade, delicadeza... até mesmo amor.
    Vou indo Novinha, bjokas e boa noite!!
    :)

    ResponderExcluir
  74. Não descarto nenhuma das alternativas, todas já passaram pela minha cabeça!! Vamos ver o q acontece né... as circunstâncias nos transformam ou nos engessam!
    :p

    ResponderExcluir
  75. Se for ansiedade, somos duas.
    : )

    Valeu DoceAcida, me mantenha informada, tá?

    Beijinho e boa noite!

    ResponderExcluir
  76. Caro(a) anônimo(a) de abril de 2013 12:56

    Por questão de ordem...
    : )

    O Senhor ou a Senhora, está levando a discussão do campo impessoal para o lado pessoal.

    Olha só... Eu apenas disse que não vou deixar de ser mulher pra não ter determinados tipos de problemas aqui dentro. A questão da beleza eu não discuti em primeira pessoa... mas me referi às minhas colgas que são bonitas e que tantam anular essa característica (dentre outras) tentando chamar a atenção das pessoas para algo mais que "um rostinho bonito"...

    Eu não disse em momento algum que sou ou que não sou bonita. Quem está dizendo (sem me conhecer... rs rs rs) é o Senhor ou a Senhora.
    : )

    Até porque beleza é uma coisa altamente relativa, né? Concordamos?
    : )

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  77. Questão de ordem: Atendida.
    Retificação: Onde se lê VC, na minha dialética, durante o julgamento desse mérito, leia-se VC QUE É MULHER BONITA E SOFRE ESSE TIPO DE SITUAÇÃO. Não necessariamente VC Novinha.
    ------------------
    No campo pessoal, quem disse que não a conheço? Loira, magra, esbelta, por volta de 1,70, etc ...
    Sim claro, beleza é subjetivo, mas no caso em tela subentende-se que a querelante é bela no juízo comum, pois a difamação cairia por terra e não repercutiria se contrário fosse, tão pouco estaríamos discutindo isso aqui. As entrelinhas dizem muito e nesse blog, o que mais leio aqui são as entrelinhas.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
  78. É?
    : )

    Tá. Não obstante, fica a advertência de que, como o(a) senhor(a) já sabe, normalmente as pessoas são mais bonitas na Internet que na vida real.
    : D

    Bjo!

    ResponderExcluir
  79. Olha, que legal, eu nos sonhos da Novinha! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Tenho um monte de dúvidas,se eu fosse perguntar realmente seriam kilos de interrogações! hahahha

    Mas a minha maior curiosidade é em relação á vida pessoal. Sou noiva já há algum tempo, estou lutando pra me casar e, sinceramente, o que mais quero nesse momento é uma família. Engravidar então, é um sonho! Mas e o medo de não conseguir conciliar a vida de mãe/esposa com a de profissional?

    Você trabalha por escalas? Acha que compensa mais horário administrativo ou escala?

    Semana passada saiu a convocação pro CFP e, logicamente, não fui convocada. Fora do número de vagas nem tem o que reclamar, é só esperar e ver no que vai dar. Se não der, tento de novo!!

    ResponderExcluir
  80. Oi Aline!!!

    Perdida na madrugada?
    : )

    Bom, eu já trabalhei no expediente de oito horas por dia e já trabalhei na escala de 24x72. Pra mim, a escala é incomparavelmente melhor, até pela redução do tempo que a gente perde no deslocamento para o trabalho... E outra que tenho dias úteis inteiros pra resolver coisas da vida normal da gente, você sabe...

    Mas meu amor prefere que eu fique no expediente, porque ele é uma pessoa normal, que trabalha num trabalho normal e que tem uma profissão normal... kkkkk (Ah, e Ele odeia jantar e ficar sozinho à noite, né?).

    Sobre conciliar tudo... amiga... quando você descobrir como se faz, me avisa, porque eu estou levando uma surra, nesse aspecto. Sinto que estou "devendo" pra todo mundo, porque não telefonei, não visitei, não fui ao casamento... tá complicadíssima a minha vida social. Não tenho tempo... porque quanto não estou trabalhando tento estar o máximo de tempo possível com a minha família, né? Mesmo assim, a sensação é a de que sempre vai ser pouco.
    : (

    Né fácil não... "para cada escolha, uma renúncia".
    ; )





    ResponderExcluir
  81. Conheço a pouco tempo seu blog, e por sinal adorei.

    abraços!

    ResponderExcluir
  82. Oi, Jefferson!

    Muito obrigada pelo incentivo.
    Adorei sua visita!

    Quando achar pertinente pode criticar também, pode dar conselhos, pode puxar a orelha...
    : )

    Beijão!

    ResponderExcluir
  83. Futura Delta!

    Já viu como rimam as expressões:
    "Atividade Policial" e "Vaidade Policial"?

    Parece brincadeira, mas é sério!

    Ahhh, gostei de saber que você tá estudando!
    Excelente! Agora sim!!!
    : )

    Fica firme!
    : )

    ResponderExcluir
  84. Ainda que os ouvidos fossem como os olhos, a mente é inquieta. Seu Moço tem muita razão, você não pode "pedir pra sair", tolos tem em todo o lugar, são como aquelas formigas dentro de casa.

    Quanto ao estar escrevendo, para que serve a escrita senão para por pra fora os incômodos.

    Sobretudo
    Escreva
    Sobre tudo!

    ResponderExcluir
  85. Mais uma coisa, eu ainda me impressiono com o cuidado que você tem com esse blog, com cada pessoa que comenta e com seus textos, esse texto cheio de links então. Com todas as atribuições que você já tem... só consigo pensar que você tem um pulmão do tamanho do mar.

    ResponderExcluir
  86. Tenho andado na "sessão corujão". Em alguns dias o sono me falta ...


    Ah, eu acho tão bom ler isso. Sério, voce me acrescentou muito nesse sentido!

    SE me chamarem, tenho pensado em tentar interior. Quem sabe não seja melhor?!



    ResponderExcluir
  87. Rafiki!

    Em primeiro lugar: cadê o seu blog, menino???

    Pooooxxxaaaaaa...
    : (

    Por que?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma calma! Mudei só de url... Tá aqui oh >> http://3ideias4.blogspot.com.br/

      =D

      Excluir
  88. Oi, Aline!

    Acrescentei?
    : )

    Sério? Como?
    : )

    ResponderExcluir
  89. Oi, Novinha!

    Nossa, como as pessoas tem facilidade para diminuir quem está (aparentemente ou não) bem. Incrível como é difícil admitir a capacidade do outro.

    E engraçado como a cena se repete em diferentes cenários, com diferentes atores, mas com o mesmo roteiro. rs

    Mas fica bem, um beijo!

    ResponderExcluir
  90. Quando você fala sobre a sensação de estar devendo pra todo mundo, também me sinto assim. Por vezes sinto até vergonha de encontrar com determinadas pessoas porque não fui à um evento, esqueci do aniversário e por aí vai, e me cobro muito por isso. Fico me cobrando por não dar conta de tudo, e ver que não sou a única que passa por isso me deixou mais aliviada. Vivemos dias tão corridos, não é?

    ResponderExcluir
  91. Sem comentários para tal situação...

    ResponderExcluir
  92. Novinha¹, já li seu blog do início ao fim, com direito a algumas revisões e sempre tenho minhas curiosidades...
    Conta aí como foi sua época de preparação, como estudava, sabe como é, né? Sou concurseira e sei que o seu blog não é para esse fim, mas qdo a gte enxerga sinais claros de sucesso, quero saber como foi o início pra vc ;-)


    ¹ Saí da leitura silenciosa hoje e no primeiro manifesto botando banca com tal intimidade... é mole!?

    ResponderExcluir
  93. Paloma,

    Enquanto você almoça eu respondo esse seu comentário antigo.
    : )

    Eu acho que você resumiu bem racionalmente o que tentei expressar lá em cima. É tão bom poder ver as minhas histórias pelos seus olhos.

    Obrigada!
    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  94. Oi Aline!

    : )

    Entendi. Isso não é nada bom, minha flor, mas é temporário. É por isso que valorizo tanto o fato de estar aqui e procuro fazer valer a pena, né? Afinal, essa renúncia dos momentos "perdidos" não é nada barata. Mas passa e depois vêm os frutos.

    Desanima não!
    Olha pra frente, com a cabeça erguida e marche!
    : )

    (acho que estou lendo muita coisa militar...)
    kkkkk

    ResponderExcluir
  95. Oi Tipão!

    O seu comentário é um não comentário?
    rs rs rs

    Não vale a pena, mesmo não...
    rs rs rs

    ResponderExcluir
  96. Oi mineira!

    Seja bem-vinda.
    : )

    Que bom que falou comigo!!!

    Hummm... por onde eu poderia começar? Eu sempre penso que já falei demais sobre isso nesses posts antigos.
    : )

    Confissões de uma Concurseira:
    http://mulhernapolicia.blogspot.com.br/2010/09/confissoes-de-uma-concurseira.html

    A Estrada
    http://mulhernapolicia.blogspot.com.br/2011_06_01_archive.html

    Investimentos
    http://mulhernapolicia.blogspot.com.br/2013/03/investimentos.html

    : )

    Me dá uma luz aí mais ou menos sobre o quê exatamente falar desse período...
    : )

    Obrigada de novo, Mineira!
    Fiquei muito feliz com o seu comentário.
    : )

    ResponderExcluir
  97. Vishiiii, agora q lembrei, no dia da confraria estarei escalada das 10 às 22h

    :-(

    So se for depois, mas acho q fica tarde né...

    ResponderExcluir
  98. Ixi!
    Como tá linkado este texto!!! Isso é ótemo, e é péssimo!
    Ótemo pois alguns me levaram a posts que não li; péssimo pois se seguir 50% (o que tenho vontade), terminarei a noite sentado aqui. Rs!

    Duas coisas: 1) Vc ficou chateada; 2) A decisão não ficou em suas mãos.
    Acho que cada um que leu este texto deu uma viajada básica tipo 'eu faria isso', 'eu faria aquilo', 'eu decidiria isso', 'eu decidiria aquilo'... Nada disso mudaria o fato real, caso tivesse acontecido com a gente. Mas me pergunto: qual a amplitude de ação, e as consequências que este boato pode causar em sua vida profissional? Nenhum. Boatos são boatos, incomodam mas não chegam a influir em uma carreira sólida. Aprendi que ir atrás de quem (ou dos quem) espalha, elimina o foco.
    A realidade de um fato pode interferir no nosso humor, ou não. Para que não interfiram temos que estar meio que centrados, seguros.
    2) Tudo bem que você se preocupa com seu namorado, mas é você que é o centro deste boato. Cabe a você seguir a trilha da nascente, ou, de se posicionar 'de boa', quanto a essa maledicência. Eu disse 'quanto', não 'contra'! COMO vc faria isso...; eu diria que, tocando a sua vida...; e decidindo pelo caminho (tempo a gente sempre tem), o que fazer. quanto mais espernear, pensar no caso, pior: gasta-se uma energia preciosa, e deixa a mente sem espaço para idéias mais criativas.

    Mulher, costumo soltar meus dedos quando comento algo. Vou pensando e escrevendo o que sinto. Não racionalizo muito, nem me emociono demais, mas como ser humano sei que algumas situações são extremamente estressantes, e que 'sairmos de nós' em certas situações complicam o entendimento, a compreensão de um fato; tendemos a aumentá-lo, ou desvalorizá-lo restringindo-o a uma coisa sem importância; fazendo qualquer uma dessas coisas, erramos.
    Fique bem pertinho de você, assim as respostas para esta questão serão mais rápidas; e, não se afobe nem desanime, até porque seu namorido tem razão: a bestança do povo não tem tamanho, sempre inventarão algo pra te enchouriçar!

    Beijos querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venho aqui completar: a fofoca TEM, uma força destrutiva...
      E isso é bom a gente ter bem claro. Embora não devamos perder noites de sono por causa dela, tampouco podemos considerá-la como coisa de somenos. Creio que ela pode afetar, sim, nossa pessoa e nosso trabalho.
      Mantenha pois seu centro; e esclareça o assunto, caso isso seja necessário. Uma atuação de seu chefe neste assunto pode via a ser útil, caso insistam em fazer desta fofoca uma verdade.

      Abraço.

      Excluir

Confissões