segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Mulheres de preto.




Decidi que quero fazer um curso de operações especiais. Um curso pauleira desses do COT, do BOPE, do CORE, sei lá, qualquer um serve. Me disseram que esses cursos trabalham bem a parte emocional da pessoa, a resistência psicológica e física. Decidi que quero ser caveira! Porque caveira que é caveira de verdade nunca se rende. É disso que eu preciso, porque estou cansada. Quero ter um coração bombado, daqueles que nunca se entregam e nunca te traem. Um coração endurecido feito pedra pra nunca mais me apaixonar por homem nenhum nesse mundo.

É bem verdade que sempre critiquei esses cursos onde o aluno apanha e é humilhado pelos instrutores. Palhaçada isso de raspar a cabeça. Dizer que "o que não me mata me fortalece" sempre me pareceu propaganda ideológica do sistema. Nunca gostei de Nietzsche. Agora mudei de ideia. Quero fazer um curso da-que-les onde o pau quebra, onde rola solta a pancadaria. Dignidade pra quê, né? Como se pudesse existir algo pior do que acordar de madrugada e não poder sentir você dormindo ao meu lado. Eu quero apanhar na cara e sentir gosto de sangue na boca, se isso me ajudar a esquecer seu gosto de vez. É o caso clássico de levar uma surra pra deixar de ser otária. E de pensar que eu me achava inteligente quando você ria das minhas piadas sarcásticas, irônicas. Descobri que a piada era eu... Meu coração é traiçoeiro e mais uma vez conseguiu me expor ao ridículo. Entenda, coração, que se é pra sofrer quero sofrer bonito. Por que não? Preto sempre me caiu muito bem. Faca na caveira!

Quando eu era pequena e sentia dor de cabeça eu deitava no colo da minha mãe e ela colocava uma das mãos sobre os meus olhos e fazia uma oração pra Deus. Aí era só esperar um pouquinho que a dor passava. Não sei o que houve, mas hoje o colo dela não me cabe mais. E nada do que ela me fala resolve coisa nenhuma. Agora perdi o teu colo também. Você sempre soube aliviar as minhas dores. Preciso fazer um curso onde eu experimente outros tipos de dor pra esquecer esta. Quero apanhar até perder a consciência, quero apagar. Até esquecer que você me chamava de "florzinha". Quero apagar da memória o timbre grave da tua voz cantarolando neste apartamento. Eu tô cansada demais. Quero apagar agora! Nenhuma ralação em treinamento deve ser pior do que pensar que acreditei que você me amava. Não pode ser pior do que você ligar pra sua melhor amiga às duas horas da manhã dizendo que você está sentindo uma dor insuportável ao respirar e ela mandar você dormir porque precisa acordar cedo no dia seguinte.  Hoje chorei no único ombro que me apareceu. Aquela que me persegue aqui na delegacia foi quem se esforçou pra me consolar quando explodi em lágrimas de desespero. E eu que jurei que essa mulher jamais me veria chorar. Não deu pra segurar! Ela percebeu, me chamou e perguntou. Não soube o que responder, mas ela já entendeu tudo. A que nível eu cheguei?  É por isso que eu digo que esse sofrimentozinho de treinamento é "fichinha" perto da falta que me faz a tua perna jogada em cima de mim e os sons que você fazia quando me amava, e me invadia, e me acalmava. Quero apagar agora, porque não suporto mais isso.

Eu tento, mas esse final de semana foi crítico. Liguei pra um grande amigo e pedi pra ele sair comigo. É uns quinze, vinte anos mais velho que eu e me conhece desde meus onze anos. É meu confidente, contei tudo pra ele. Olha... a minha carência afetiva pareceu-me tão preocupante que mesmo que nunca-antes-na-história-deste-país eu tivesse sentido qualquer sinal de atração física por ele, a gente quase ficou no sábado! Inacreditável, mas se ele me desse um único sinal de que estava a fim de se aproveitar da situação acho que eu teria deixado rolar. Porque eu tava muito afim e com muita raiva, mesmo. Medo. Nunca fui de ficar pra afogar as mágoas. Acho muito fraco esse tipo de mulher. Já sei que estou a perigo e que preciso me proteger... Maldito feromônio! Escuta aqui, mas escuta bem, vou raspar a cabeça e pintar a cara de preto. Quero ser caveira!

No domingo, implorei ajuda a uma grande amiga de adolescência que adoro e que testemunhou a nossa história desde o início. Nós duas até namoramos os mesmos caras (não ao mesmo tempo, claro, né!). Tanto é que ela tá casada com o meu primeiro namorado.  Saímos pra conversar. Eu tinha certeza que se alguém nesse mundo poderia me ajudar a passar melhor por isso era ela que me conhece, talvez, até melhor que eu mesma. A gente pediu suco de abacaxi com hortelã. Zero açúcar, zero álcool e zero calmante até o momento. Quando ela tocou com habilidade cirúrgica no ponto nevrálgico da minha dor eu me calei. Senti que a coisa seria mesmo sem anestesia. Me lembrei qua a única vez que vi minha mãe de porre foi por causa do meu pai. E me senti íntima de todos os bêbados e noiados que já desprezei pela vida afora. Me deu vontade de abraçar a cada um e dizer "eu te entendo, meu amigo". Não consegui dizer nada, não consegui chorar não consegui olhar pra ela, não consegui esboçar nenhuma reação. Colei as placas! Travei nas quatro rodas... E ela foi super amorosa comigo, mas não adiantou nada porque eu não consegui deixar que ela me ajudasse.  Tava doendo demais. Ela entendeu que precisava encerrar a "sessão" (Hum rum... ela é psicóloga). Antes de ela descer do carro, a gente se despediu, ela me abraçou, tadinha, e chorou comigo. Eu vim embora. E essa porcaria dessa dor veio no carro comigo.

Meu pai vai soltar foguetes quando souber. Você não era o tipo de cara que ele sonhou pra mim. Nosso relacionamento faz parte dos motivos pelos quais ele se decepcionou com a família. Não quero nem ver o meu pai. Ele vai jogar na minha cara toda a indiferença com que reagi quando ele se separarou da minha mãe. Fui rasa nesse dia como quem diz "eu te avisei, pai, a culpa é só sua". À época isso me parecia tão verdade, hoje eu já nem sei mais. Ele vai me perguntar onde foi que a "dona da verdade" a "expert" em vida a dois falhou. E essa é a pergunta mais difícil de toda a minha vida. E eu vou ter que reconhecer que eu não sou diferente dele. Que nenhum de nós dois sabe manter um relacionamento e que tenho mais do meu pai em mim do que eu gostaria de ter. "Tá bom, pai, você venceu e a princesinha aqui falhou". Somos dois fracassados e ainda não tenho ideia de como vou explicar isso para o "Pequeno Terroristazinho" quando ele me perguntar.

Meu chefe perguntou se eu precisava de umas folgas. Mas folga pra quê? Pra ir chorar em casa? Já tenho a madrugada toda pra chorar. Mas bem que ele poderia me mandar para os confins da Amazônia pra eu fazer um curso de sobreviência na selva! Sei que sou 100% operações urbanas (tradução: desculpa gente, mas não gosto de roça, não gosto de cobra, não gosto de inseto e evito pisar em cidade onde não tem Mac Donald's). Mas agora quero fazer um curso de sobrevivência na selva. Onde eu não possa encontrar nenhum papel contendo a sua letrinha executiva. Não acho ambiente pra mim. Não consigo respirar, porque doi. Esse bando de caveira de preto, careca e bombado deve ter algum segredo. Deve ter algum sentido maior em tomar porrada, passar fome, frio e medo até a exaustão, até conhecer o seu limite e apagar. Deve ser um alívio apagar. Não quero sentir mais nada, só um pouco de alívio. Quero esquecer o jeito como você promovia os pratos que preparava para que eu resolvesse comer nem que fosse só um pouquinho. Quero me empanturrar de  raízes amargas. Quero aprender a sobreviver sozinha. Porque amarga é a falta violenta que sinto da sua barba, de te puxar impaciente pela gravata, da sua força apertando o meu braço. Me faz mal essa vontade ardente de escalar o teu corpo e de desaparecer do mundo embaixo de você. Mas agora é comigo. Eu vou sobreviver sem você, pode apostar. Vou raspar a cabeça e pintar a cara de preto. Combina demais comigo.

144 comentários:

  1. depois de uma grande tempestade, vem a luz, isso vai passar e você vai ficar bem, vai rir dessa situação, vai se superar, você é uma mulher forte e eu acredito em você!!!
    xero querida

    ResponderExcluir
  2. KKKKKKKKKKKKKK ADOREI TUDO MUITO BOM!!
    VEM PRA CÁ TRABALHAR NO BOPE OU NAS OPERAÇÕES ESPECIAIS LOGO VC VAI ACHAR QUE SER CAVEIRA E PINTAR A CARA DE PRETO É FICHINHA!!
    BEIJO!!!
    (ESQUECE ESSE CARA ARRUMA OUTRO)KKKKKKK

    ResponderExcluir
  3. Lamento muito querida pela sua decepção amorosa Mulher na Policia, Mas esse cursos de agentes de operações especiais, foram criados especificamente para homens de grande resistencia fisica e também de grande capacidade pesicoligica, Então, nem preciso pedir para você sair..rs rs, mas sim pedir pra você decidir dessa insanidade...kkkkkkkkkkkk

    BRINCADEIRA!!!!!! Mulher na policia...rsrsrsrsr

    Só assim mesmo pra vc. dar a atenção pros amigos do fundão né, são tantos comentários aqui, que a gente passa despercebido por vc....rsrsr, Mas Hein!, é serio mesmo isso que vc. falou aqui nesse texto, que quer entrar num grupo de operações especiais???

    Aqui hein Brasilia não existe mulheres nesses grupos de operaçoes especiais não, ai existe???


    Beijosss mulher na policia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que existe Eu sou uma uai!!!tem mais umas duas também !!!!

      Excluir
  4. ei por favor, nao quero que vc fique triste, apesar de nao te conhecer, tenho um carinho enorme por ti.

    Essas coisas doem mesmo, mas elas vão passar, elas sempre passam, só o tempo irá curar a dor em seu coração, talvez ele não era a melhor pessoa para vc, talvez uma melhor pessoa vai aparecer aí sim vc vai entender o porquê disso tudo, Deus faz as coisas na hora certa.

    Uma vez ouvi de alguém que Deus está vendo toda a paisagem, como em um quebra-cabeça já montado e nós estamos procurando a peça para encaixar ali.

    Nossa visão é muito pequena, não entendemos as coisas agora, só depois quando o tempo passar e as coisas começarem a ter um sentido para tudo isso.

    Não ligue para o que as pessoas vão dizer, o que importa é o que você viveu, o tanto que você foi feliz, e pronto.

    Espero, sinceramente, que você fique bem logo e volte a sorrir!!!!

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Sabe que fiquei algum tempo aqui pensando no que escrever?! E se devia escrever alguma coisa. Não que o texto não mereça comentários mas esse daqui, de todos os que li, é o que te vejo mais exposta. É isso por um lado é bom. Sinal de que do lado de cá sabe que tem amigos. Mas por outro é sinal que tá doendo.

    Menina, enquanto te escrevo algumas lágrima tolas insistem em cair. Não existe isso de compartilhar dor. É idiota falar que sentimos a dor dos outros. Podemos ficar feliz pelos amigos, e tristes por eles. Mas sentir dor é algo que ainda não aprendemos. Mas posso te dizer que tem algo aí que tinha bloqueado por completo até agora - e que me doeu novamente. Mas não mais a minha dor. Me doeu pq eu não queria que ninguém que fosse ou é importante pra mim tivesse que passar por isso. E desumano e cruel...

    Nessas horas eu penso - que vontade de te conhecer pessoalmente pra poder te dizer - "vem pra cá agora e vamos beber caipirinha de sakê e comer batata-frita do outback". Ou então só ficar sentadinha ali do teu lado, pq às vezes não dá pra falar muita coisa.

    E sobre teu pai, querida, às vezes vc pode se surpreender. E aquelas pessoas que pensava que não estariam do teu lado estarão. Aliás, muita gente nem saiu...

    Coração apertado aqui.
    Queria poder te dar um abraço.
    Mas sinta-se abraçada.
    E desculpa... não tenho o que te dizer...
    =/

    bjos

    ResponderExcluir
  6. Só mais duas coisas:
    1. vc não precisa de roupa preta, meter o pé na porta, cabelo rapasdo - tu já é guerreira!! Isso tá no sangue, não tem como fugir!

    2. Tb não me vejo longe da 'civilização'. Costumo dizer que ficaria feliz em trabalhar num lugar que tivesse MacDonald's... rs
    Mas se tiver que ser assim, que eu posso comer algo "gordo" pelo menos uma vez no mês, ou seja, que a distância não seja maior que duas horas de carro...

    bjos Madrinha

    ResponderExcluir
  7. Acho que vou prestar concurso e tentar ser delegado nesta delegacia. Darei belos cursos para as moças corajosas! (Risos!...)
    Parabéns! Belíssimo texto!

    ResponderExcluir
  8. Ai que ta doendo em mim....

    Se preciso vou...tenho a tinta preta Novinha!Tá aqui no meu abraço...pode correr de encontro...

    Grd bju!

    ResponderExcluir
  9. Novinha, eu tou com dó deste cara, pois depois do treinamento não vai sobrar um fio de barba, dele, para contar a história. Bjos.

    ResponderExcluir
  10. Novinha,

    Fiquei triste com sua tristeza e indignada com o moço que fez isso com você.

    Mas não endureça seu coração, viu, querida? Vou pedir a Deus que, com seu Espírito, console você. Ele é o único que alivia as dores da alma.

    Mil beijos,

    Norma

    ResponderExcluir
  11. Eita! Que texto duro!

    Entrar pros caveiras não vai amenizar seus problemas. Tornar-se insensível, ou melhor, aparentemente insensível, vai fazer com que as coisas piorem. O acúmulo de problemas alheios, naquela hora de colocar a cabeça no travesseiro, vai te afundar ainda mais.

    O caboclo não quis mais? Sinceramente? Foda-se pra ele. Por mais que o IBGE vá contra você, falando que tem umas 4 milhões de mulheres a mais neste país, ainda assim tem homem pra caramba aqui. E não estou falando somente da quantidade, com certeza tem caras bacanas, que podem te fazer feliz. Pega aí as experiências boas, veja onde errou pra corrigir nos próximos relacionamentos, e bola pra frente.

    Ser civil e operacional estilo caveira, para mim, não combina. O foco é investigar. Nem que você pegue uma DRE da vida aí, que é mais pauleira, mais operacional, mas acho estranho cana de uniforme, fazendo serviço de papa mike.

    Enfim, voltando ao assunto, espero que você fique bem. Pelo pouquinho que te conheço, lágrimas não combinam com seu rosto, com seu estilo. Muito menos cabeça baixa, tristeza. Você é querida aqui, deve ser querida também na "vida real". Procure os bons corações, que as coisas voltam ao trilho normal na vida.

    Beijos, fique bem.

    ResponderExcluir
  12. Ai amiga te entendo bem viu? Tb passei e ainda passo por isso e doi demais.... acho que vou pro BOPE tb.....rs
    Força, se precisar estou aqui tá?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Fiquei como a Lê procurando palavras para te dizer nesse momento, mas seu texto é forte... Retrata o que toda mulher sente. Quisera eu poder anular o sofrimento alheio.

    Todo ciclo que se abre, termina para outro recomeçar. Veja tudo isso como um recomeço. Sei que muitos dirão que chorar não é do seu fetio, porém se for necessário quebre esse regra e lave a alma. Acho que um grande passo você já deu: expor tudo isso também a si mesma. Seu texto foi um grande desabafo e não creio que ir para um treinamento desses vá lhe fazer bem. É tudo questão de momento... E espero que essa revolta logo passe.

    Forças, mulher! Homem nenhum merece o seu sofrimento.
    Beijos
    :*

    ResponderExcluir
  14. Gente, obrigada a todos.

    Podem ficar tranquilos que tá tudo bem...
    Obrigada pelos comentários em privativo também... Obrigada pelo carinho e apoio.

    Tá tudo bem!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Querida,
    Voce nao precisa raspar a cabeca, pintar a cara de preto e tudo mais que voce citou ai...basta usar essa forca interna que tem e que pra nos 'e bem visivel e dar a volta por cima...doi sim...saudades...muitas... mas tudo nessa vida tem um proposito e se nao deu certo 'e porque nao tinha que dar...sem culpas e sem cobrancas a gente consegue se levantar...ai ..ai..nem sei se ajudei muito com esse comentario porque estou passando pelo mesmo motivo e estou tentando encontrar meu equilibrio de novo....
    Fica bem e se cuida... nao pense que eu te abandonei nao viu....apenas me recolhi um pouquinho pra colocar as pecas no lugar de novo
    Bjs carinhosos pra voce
    Marcia
    Ps: atencao e muito amor ao indiozinho 'e preciso ok?

    ResponderExcluir
  16. Eu não sei sobre você
    Não sei sobre a sua vida
    Não sei sobre o seu sofrimento

    Mas é impossível que na sua vida só haja você, então não seja boba, não perca a cabeça.

    E se achar que já perdeu, pois trate de pegá-la de volta.

    ResponderExcluir
  17. Inspetora realmente não sei o que te dizer, acho que sua vontade é que da proxima vez que "ele" a vir, você estara linda, forte e desejada.
    Essas coisas de S2 não sou muito boa, mas a verdade é que chorar faz bem e o saco de pancada é indispensavel.
    Daí como sei que nosso papai do céu cuida dos detalhes e das cabeçadas que damos nessa vida desejo que a dor passe mais a experiencia te fortaleça e muito!
    Como ainda não sei o que te dizer: POSSO IR JUNTO!
    Bjk de quem tem vestibular amanhã;)

    ResponderExcluir
  18. É, não há muito o que dizer não, senão que mais cedo ou mais tarde todo mundo passa por um treinamento desses.
    Enfim, se puder ajudar, que ouça essa música aí então: http://www.youtube.com/watch?v=XdIw6tEjyEg
    Sempre acompanho seus textos, o que me deixa entusiasmado pra escrever também no meu blog (http://www.naoestaemmimmeretirar.blogspot.com/)... logo, não deixe de escrever, apesar de tudo. Grande abraço, força e fé sempre pelo caminho.

    ResponderExcluir
  19. Amiga não sei se choro contigo ou se fico rindo de um texto tão maravilhoso...
    Me ensina a escrever assim...
    Muito show...
    E acho que vc ta aumentando demais o tamanho da dor...kkk
    Sobe no salto, levanta a cabeça, segura na pistola e vai a caça...kkk
    Tem um texto no meu blog que fala sobre o queijo velho... http://burrochora.blogspot.com/2010/08/o-queijo-velho.html
    No final diz assim:
    Mas, parece que no final das contas, mulher gosta mesmo é de um “queijo velho”, é aquele tipo de homem que só faz a mulher sofrer, ou seja, o que é um tremendo sacana. E o que eles têm a ver com um queijo velho? Temos na geladeira um queijo velho muito saboroso, mas já estragado e basta um pedacinho para uma baita dor de barriga e seus passos seguintes (privada). Assim, são os homens chamados de "queijo velho" a gente sabe que vai fazer mal, mas não resistimos comer mais um pedacinho.

    ResponderExcluir
  20. É a primeira vez que escrevo aqui, mas acompanho seus textos a um bom tempo.

    Não te conheço pessoalmente, não sei como você, como é ou foi seu relacionamento e nem como é seu cotidiano, etc.

    Desde já lhe digo que eu não sou psicólogo que nem sua amiga é, mas venho por meio deste apenas falar algumas coisas que poderão te ajudar ou não - penso eu.

    Difícil falar com alguem que não se conhece pessoalmente, mas expõe parte de sua vida para que todos te "conheçam em parte".

    Apesar de você ter dito:

    " Mulher na Polícia disse...

    Gente, obrigada a todos.

    Podem ficar tranquilos que tá tudo bem...
    Obrigada pelos comentários em privativo também... Obrigada pelo carinho e apoio.

    Tá tudo bem!

    Beijos."

    Sinceramente acredito que não tá nada bem pra você e muito menos tranquilo!

    Suas palavras são de uma mulher "de verdade" (parabéns) que ama de verdade e ainda ama muito, mesmo diante da situação conturbada!

    Não jogue a culpa em cima de você dizendo que não sabe manter um relacionamento - fala sério! Ele, no mínimo, tem parcela de culpa nisso!

    Preocupe-se mais com você e com seu "Pequeno Terroristazinho".

    Tem gente que só dar valor depois que a "água boda".

    Quanto ao curso de operações especiais. Faça o que você pensa ser melhor pra você, mas pense na sua família também nas suas ações. Você pode se arrepender depois porque fez ou porque deixou de fazer, mas apenas faça. Faça com responsabilidade e não por um impulso sentimental! Tenho certeza que você ama demais seu "Pequeno Terroristazinho" e seu (ex)marido, mas não esqueça de se amar.

    Já que você é PF. Lembre-se de alguns trechos do hino e reflita um pouco mais...

    "...
    SOMOS FORTES NA LINHA AVANÇADA...
    RESGUARDANDO A SAGRADA FAMÍLIA"

    Você tem familiares e mesmo diante das adversidades e dos problemas vividos, penso que em momentos como este você poderia dar o braço a torcer para conversarem sobre isso ou aquilo mais...

    Você pode até levar umas pancadas de seu pai, mas é sempre bom encarar as coisas de frente!

    Se tivesse seu e-mail, te mandaria um texto mais elaborado - mas o que vale é a intenção.

    Força pra você!

    ResponderExcluir
  21. bom dia INSPETORA/MADRINHA, como passou a noite? espero que tenha descansado...os anjos dos anjos estão rezando por ti!!!
    um bjo querida!!!

    ResponderExcluir
  22. que confissão mais confessional: caveira já. a tempestade cura,

    beijo

    ResponderExcluir
  23. quanto ao fato de querer entrar para a tropa de preto, tem meu total apoio rsrs só te peço uma coisa...me espera!!!

    ResponderExcluir
  24. "Somos dois fracassados e ainda não tenho ideia de como vou explicar isso para o "Pequeno Terroristazinho" quando ele me perguntar."

    Po, se classificar como fracassada porque um relacionamento não deu certo não faz sentido, até porque não depende de um lado só.

    Faz tempo que não passo por isso (se é que eu já passei algum dia), mas se culpar exclusivamente parece meio egoísta e injusto com você mesma.

    Sua vida não vai acabar agora...
    Ficar cabisbaixa de nada adianta, só piora.
    Próxima vez que cruzar com esse brother, levanta a cabeça e vira o rosto.

    Você é mulher, policial, inteligente... Só isso já é suficiente pra fazer qualquer um num raio de 10 metros se apaixonar. No final você vai acabar achando alguém mais compatível, e trocando o lugar que esse cara tem na sua cabeça, por outro...


    Só esperar um tempo e ter fé.

    ResponderExcluir
  25. Acredite em mim: Daqui um ano vc vai agradecer a Deus ter ficado livre deste traste.Vai aparecer coisa melhor, com certeza. A vida é feita de muitos amores e alguns servem como aprendizado para quando aparecer o que vale a pena.

    ResponderExcluir
  26. querida eu ja me senti assim tantas vezes, com essa vontade de se f., de sofrer fisicamente o que sentia na alma, e pra mim era ainda mais dificil acredite pq ele estava do meu lado, no meu quarto, na minha cama, ams ano estava comigo.
    nem sei o que te dizer, apenas que estou aqui e que já senti esta dor e se precisar falar mais é só gritar!
    beijo!

    meu email jotaa94@gmail.com

    ResponderExcluir
  27. Não precisa agradecer!
    Madrinhas se preocupam com afilhados.
    E afilhados se preocupam com madrinhas. É a ordem natural das coisas...

    Ai, mas cada vez que escuto falar nesse edital sinto um arrepio.
    Tá chegando a hora!

    E pode deixar, até o fim do ano já fiz todos os macetes do CF.

    Bjão Madrinha querida

    ResponderExcluir
  28. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    MULHER NA POLICIA

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...


    AFECTUOSAMENTE : OS DESEO UNAS FIESTAS ENTRAÑABLES 2010- Y FELIZ AÑO 2011 CON TODO MI CORAZON….


    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  29. Eu li seu post ontem, mas resolvi comentar hj com calma e tempo.
    Escute...
    Sei que é difícil acreditar quando dizem:
    “sei como você se senti”
    Mas no meu caso, eu sei.
    Veja eu e DI
    Acontece que ele não estava tão apaixonado como eu imaginava, o que eu quero dizer é eu sei como é se sentir extremamente pequena e insignificante e como isso dói em lugares que você nem sabia que existia em você e não importa quantos cortes de cabelos, quantas academias você freqüenta ou quantas garrafas você toma com suas amigas você continua indo para cama todas as noites repassando todos os detalhes e se perguntando o que eu fiz de errado ou como pode ter entendido errado ou como por aquele momento pensou que era feliz.
    Ate se convence de que uma hora ele vai perceber e baterá em sua porta.
    E depois de tudo, ainda que essa situação tenha durado anos você vai para um lugar novo e conhece pessoas que te fazem sentir útil de novo e vai recompondo sua alma pedaço a pedaço.
    E toda aquela confusão os anos desperdiçados da tua vida começam a desaparecer
    ( lembrei desta fala do filme O AMOR NÃO TIRA FERIAS )
    Não tem receita a se seguir nesta hora
    Curta tua dor.
    Não fique contando para cada mendingo que aparecer no teu caminho curta tua dor mas de forma reservada.
    A mairoria das pessoas não vao te entender todos vão dizer que te entende, mas uns vão achar que coisa de mulherzinha, outros vão querer usar sua dor para te comer, outros vão dizer bem feito por dentro e no maximo uma ou dias pessoas vão realmente te apoiar e entender.
    Se ele tiver que voltar não interessa o que vc fizer ele volta, mas não se humilhe pois como já disse o lindo Vitão isso não combina com vc.
    Isso nunca vai passar vai mudar a intensidade mas sempre vai existir dentro de vc
    Eu posso afirmar isso depois de um ano ainda sinto.
    Não tem explicação logica, mas a que eu criei para mim mesma foi.
    ELE YE AMOU DA MANEIRA DELE, NA INTENSIDADE DELE E NO TEMPO DELE.
    NEM TUDO FOI MENTIRA NEM TUDO FOI ILUSÃO
    E SE PRECISAR VC TEM MEU MSN
    BJOS

    ResponderExcluir
  30. Eu sou capaz de apostar (e aposto) que você já deu uma grande melhorada logo depois que colocou um ponto final nesse texto. Ele já é uma meia terapia, faz muito bem até para quem está com problema correlato se ler. No mais é oferecer o meu carinho e solidariedade para o que precisar, se isso amenizar um pouco a sua dor, afinal, mesmo nunca tendo-a visto, gosto de você demais pela nossa relação que já vai para um ano por aqui. Meu braço mais apertado, caloroso e fraterno. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  31. De certo modo, já estas passando por uma prova de sobrevivencia.
    Quase nada muda em ir pra lá,
    pois qnto mais tentr esqcer, mais vai se lembrar
    qndo pensar no pq foi pra tal selva, vai se lembrar tbm...
    fique por cá, e sobrevivaa cá mesmo
    vc pode, sabe que sim, acredite em vc.
    Esta bem que as vezes precisamos levar porrada pra aprender as coisas
    mais não acha que esta caida dmais pra qrer mais tapa na cara? =/
    sl.. fica bem viu ..

    BeijosEstalados

    ResponderExcluir
  32. Esse tipo de dor dói pra kct, eu sei.
    Mas sei que vc aguenta. Vc acha que não, mas aguenta, sim.
    Lembra do vídeo que te mandei, Bandolins?
    Então... ouve de novo. :)


    Vim avisar que estou saindo de férias do Jardim e que só volto no mês que vem.
    Desejo que seu Natal seja abençoado e repleto de paz, e que Deus lhe abençoe constantemente no ano de 2011.

    Deus seja sempre contigo!
    Um beijo no coração!

    http://www.youtube.com/watch?v=aiE5wJjwn68

    ResponderExcluir
  33. nesses momentos o único que pode nos consolar é Deus. Por mais que vc esteja abatida, procure orar e não perder a fé. Sei que o meu comentário vai parecer ser o de uma pessoa fria , mas a verdade é que idealizamos muito as pessoas e as veze buscamos o amor da nossa vida quando na verdade somos capazes de amar várias pessoas..(não falo de amar todos ao mesmo tempo.) Vc agora está de luto. Viva essa dor para poder se livrar dela. Vc vai superar! Fé em Deus! e busque o lhe faz feliz e não uma coisa q apenas lhe faça esquecer uma dor que deve ser superada e não ignorada.Beijos!!

    ResponderExcluir
  34. Oie, olha de sofrer por amor eu entendo bem viu?! já sofri (e muito) por causa de um cidadão aí (policial por falar nisso rsrsrs)...
    Não vou te falar pra não sofrer, sofra porque quando um relacionamento acaba existe um ritual, como num enterro, tem o velório, o enterro, a missa de 7° dia e aí sim vc levanta a cabeça e começa outra vez... só o tempo cura a ferida ;)

    beijinhos

    ResponderExcluir
  35. eu quis dizer, os anjos do céu estão rezando por ti, MADRINHA!

    ResponderExcluir
  36. Gente,

    Obrigada!
    Tá tudo bem!

    Anotei todos os e-mails e números de telefone que vocês me mandaram. Muito obrigada a todos.

    Por favor, fiquem tranquilos, tá tudo bem!

    ResponderExcluir
  37. Amiga lembro perfeitamente quando eu estava passando por isso e vc com todo seu carinho, ia no meu blog dizer palavras de consolo e eu agora estou aqui para o que der e vier e sempre que estejas mal ou precisando de consolo pode me aperriar, pode ser de madrugada ou que horas for.
    E eu adorei a sua força de vontade em dizer que vai esquecer sim, ate pq sabemos que dói, mas passa e passa mesmo, eu que o diga! Hoje apenas vejo as merdas que fiz, e todas as noites que passei chorando, aff. Não estou dizendo que é igual, logico que nao, cada caso é um caso... o meu por ex. nao valia a pena, hoje vejo que ele nunca teve nem gratidcão por tudo que eu fiz ou que fizemos juntos, mas cada um é cada um e eu apenas faço o meu e pronto!
    Espero de coração que vc passe logo por isso e se precisar tenho TIM e podemos aproveitar essa bondade da tim em falar por R$ 0,25 que é maraaaaa... beijos eternos no seu coração
    Estarei aqui lhe transmitindo pensamentos positivos e boas energias para que tudo isso passe logo.

    ResponderExcluir
  38. Ah esqueci de te pedir desculpas pela ausencia, tava sem tempo, mas sempre acompanho... bjs

    ResponderExcluir
  39. Mulher na Polícia a admiração que tenho por você me faz ficar triste com essas palavras.
    Estou torcendo e rezando por você e seu "pequeno terroristazinho".
    Abraço!!!!!!!
    bjoo

    ResponderExcluir
  40. Q alívio saber que já está tudo bem! = )

    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  41. Creio que uma boa parte das pessoas aqui presentes pode ter pasado por isso: por esse 'inferno' astral, emocional, sentimental.

    Lhe digo: nada mais é que um processo de aprendizado.
    No meu caso, como já entornava um álcool pra chapar o coco, continuei a fazê-lo; mas, com uma desculpa, depois que ela entendeu que eu não era o cara.
    Fui dispensado na cara dura.
    Simplificando a história: ela se deu (muito) mal com o escolhido; arranjou um outro amor; e, neste momento, está aqui na minha sala, tomando um ovomaltine... Sou um amigo, e pai da filha dela; a vida dá voltas...

    Seu amigo: é seu amigo...! Talvez ele a ame..., talvez não. Ter ficado com ele não iria fazer o mundo acabar - nem o seu; mas, não rolou; tudo está perfeitamente em seu lugar.

    A tendência é vc se machucar, ao se cobrar doloridamente; relembrar-se de maneira amarga, ressentida pela nova situação, que não foi pressentida por vc; pressentir as coisas é sinal de maturidade; se isso não passou pela sua cabeça, se sua 'segurança' a levou a este beco, é porque tinha que aprender algo.

    Deve ter algum sentido maior em tomar porrada, passar fome, frio e medo até a exaustão, até conhecer o seu limite e apagar. Deve ser um alívio apagar. Não quero sentir mais nada, só um pouco de alívio.
    Não creio que sairá descabelando-se por aí num curso que para vc tem conotação de fuga, de castigo, de esquecimento; até porque encarar, não é a solução: seria como ficar dando porrada numa parede; fugir também não: seria como querer escapar de si; em minha opnião a resposta está em conviver consigo, não se afastar de si, viver este momento sem dar valorizar demais a dor, a decepção, a raiva, etc... Talvez nescessite de ajuda, de apoio...; tudo bem; faz parte. Se vc viajou na maionese, colocando suas fichas num relacionamento que fez água, então vc tem sua parte de responsabilidade, e castigar-se por isso é burrice.
    A Psicologia diz para vc viver um luto (quando ele acontece), assim como viver uma dor, um choque; chore, esperneie, viva o momento... Desta vivência, assim como de qualquer outra que venha a ter, é que vc irá tirar subsídios que a farão mais mulher - veja bem: é da vivência, e não do ódio, da raiva.

    ResponderExcluir
  42. Não queira 'esquecer', é impossível. Não queira ficar futucando a ferida, é besteira.
    Quando a dor vier, olhe-a; o importante é o que ela lhe mostrará sobre vc, e não ela em si. Dar valor a uma emoção em si, a impedirá de saber o porque de sentí-la, a riqueza que tem em si, que lhe permitiu sentir determinada emoção.

    Tudo isso é um processo, e vc o viverá. A dor estará aí, ficará, depois irá embora...
    Outros acontecimentos virão: profissionais, familiares, sociais, sentimentais, fraternais...; todos terão sua importãncia; todos contribuirão para que vc seja uma mulher mais consciente de suas potencialidades.
    Vc não é o que vc sente, mas, o que vc sente faz parte de vc.
    Nada 'acabou'...; mesmo essa sua relação está num processo: ela será trasmutada; não saberia dizer no que; dependerá muito da pureza do coração dos envolvidos; de qualquer forma, julgamentos são inúteis, embora ocorram no calor da emoções que parecem nos fazer andar em círculos, obsessivamente.

    Falo sobre as coisas..., entendo-as de minha forma..., busquei em algumas leituras (espirituais, não religiosas) um entendimento de que nescessitava; fui em busca de palavras, de sentimentos verdadeiros, de um sentido de vida que me satisfizesse. Encontrei. Posso não vivê-lo em sua plenitude, mas, me sinto bem mais seguro do que sinto em relação as pessoas: não sou mais depentente delas, mão num sentido de carência 'neurótica'. Mas, repito: tudo faz parte de um processo, que se tem que viver, abraçar, compreender. Existem coisas que a razão desconhece, mas que o coração intui.

    O que me atraiu em vc não foi o fato de ser policia, nem o que escrevia, mas como o fazia.
    Separando algumas palavras ditas no calor de sua luta interna (que vc deve amainar com a conciência do todo, em que estes acontecimentos estão inseridos), sinto que vc está no caminho certo. Prender tudo isso dentro de vc seria estupidez, impossível tapar a boca de um vulcão: a explosão iria acabar com tudo! Não se prive de um abraço..., de um ombro...; como a dor, o carinho também faz parte da vida.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  43. Bom dia INSPETORA, como passou a noite? espero que tenha um lindo dia!!!
    bjos

    ResponderExcluir
  44. Xuxu... Que desabafo! Nesses momentos a gente que dizer o que lhe faria bem... palavras de consolo ...mas nada melhor do que o tempo para curar toda a dor e mostrar ao teu coraçãozinho o melhor caminho a seguir! Você é muito guerreira e vai superar esse momento difícil logo, logo! Fica com Deus! Bjaum

    ResponderExcluir
  45. Minha amiga, que desabafo, hein?

    É preciso muita coragem para postar um texto assim. Passei por algo parecido e não tive, preferi me esconder e fingir que não era comigo.

    Uma coisa é certa, e trago comigo desde relacionamentos anteriores: não há nada que o tempo não cure. Há a época de sofrer e a de se recuperar e dar a volta por cima. Geralmente depende de nós definirmos quanto tempo leva cada etapa. Espero que a sua seja bem passageira.

    Sabe que tem um amigo aqui que pode contar, não é? Já contei com você também e agradeço. :)

    Tudo de melhor pra você e que fique bem, não endureça seu coraçãozinho em treinamentos, mas mantenha ele puro e sábio, para não sofrer tanto novamente.

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  46. Chorei agora. E te digo: "eu te entendo, minha amiga". Já senti exatamente isso que vc está sentindo. Essa vontade de não sentir mais nada. Lembro que eu quis perder a memória. Grande saída! Mas depois pensei que talvez não adiantasse. Eu me apaixonaria por ele quantas vezes o conhecesse. E ainda me apaixono, a cada vez que lembro de tudo.

    Até conheço outras pessoas e algumas muito me interessam. Mas disso não passa. Porém, não perco a esperança de que um dia ELE passe, e vai passar, aaah vai. Simplesmente porque EU não posso viver pra sempre assim. Vc tbm não pode. E não vai.

    Bjos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  47. AMorecoooo que saudade de vc!
    Vi tanto de mim nesse texto seu!
    Que desabafo, que revolta!
    Mas vc precisava passar por isso pra se sentir mais forte, agora sim vc pode! Temos de aprender a viver sozinha e achar a felicidade em vários pedaços, nunca em um só! Até essa dor precisamos conhecer! Felicidade demais, muito constante, faz mal...heheh filosofia barata do Manual das Mulheres Modernas...heheh
    Depois da minha última decepção fiz um manual de sobrevivência e de coisas que não posso aturar mais..tá dando certoooo
    Mês que vem ponho em prática mais um passo, faz bem...rs

    :)
    Vamos rir disso juntas...
    Beijosss e chore muuitoooo, mas não faça só isso!

    ResponderExcluir
  48. Nada, absolutamnente nada do que eu disser aqui, vai te servir de consolo, então só vou dizer isso:
    sofra mesmo, chore, deixe a dor aflorar, sinta pena de si, desabafe com as amigas, desabafe com o seu travesseiro, curta muito essa dor, porque um dia você vai acordar, vai ter deixado de amar e vai se apaixonar novamente, vai ser feliz de novo e sses novo amor será eterno enquanto durar!!! (by nosso maravilhosos poeta: Vinicius)

    ResponderExcluir
  49. para Delano Alexandria: dá uma olhada nesse sítio por favor, só por curiosidade: http://www.sindepolbrasil.com.br/Sindepol08/mulhernapf.html
    abraços

    ResponderExcluir
  50. rs...
    Obrigada pelo linda.
    Mas acho que vc tá pecisando refazer o teu exame de vista. O que fez pra entrar na Polícia já era... kkkkk

    Mas olha, foi divertido tirar essas fotos.

    Bjos pra ti, Madrinha.
    E te cuida!
    (:

    ResponderExcluir
  51. OI Novinha! Não vou te desejar força pq isso vc ja tem demais, não vou te pedir coragem pq a coragem nasceu contigo e não vou vou te dizer " à vezes não valia nem a pena" pq eu sei que um dia ja valeu. E eu tbm sei que deve ter milhoes de comments pra vc ler! saushau não prescisa aceitar o meu, Só te digo uma coisa, Paciência! O tempo cura a dor, o tempo cura as pessoas, o tempo é sagrado! tbm to passando por maus bucados aqui! tomei uma decisão dificil esses tempos, achei que fosse ser escurrassada daqui de casa e na verdade fui mais do que acolhida! ainda te reflexos disso me perseguindo pelos corredores do serviço, pelo onibus, embaixo da minha cama, na minha mente. Paciencia! agt sofre, sofre muito! a dor parece que não passa! mais o sofrimento compensa mais tarde! Paciencia novinha! eu tbm sempre fui eltrica demais pra tanta paciencia, mais ou era ela ou era morte. dos sentimentos, da consiencia, da alma. e eu ainda tenho que dividir um viatura com vc, então... somos muito novas ainda! novinhas! ;)

    saudades do teu blog.
    saudades dos teus comments.
    adoro isso aqui.

    um bjão!

    ResponderExcluir
  52. Oiiii novinha, qto tempo :)
    Achei mais que na obrigação de deixar um abraço aqui beeem apertado, imagino a dor que deve estar passando, vc sempre tão prestativa, tão amiga e todos aqui querendo lhe ajudar de tudo qto é jeito.... Dores no coração é uma dor fatal por isso q eu me bloqueei pra não sofrer mais....!!!

    Mas quero q vc esteja bem.... pede a DEUS q só ele pra te confortar foi assim q superei meu último relacionamento...!!!
    Um beeeeijo no seu coração :D

    ResponderExcluir
  53. Quando comecei a ler, pensei que viria alguma história sobre o COT, sobre o BOPE, e já ia perguntar sua altura, Novinha. "Queria ser sniper, mas a altura mínima para mulheres no COT é 1,65m, e eu tenho 1,60" era a minha primeira frase no comentário, e aí tudo... Bom, morreu.

    Já te acho forte só por você querer não se entregar e esperar pelo sangue, pelo suor e pelo curso para se curar. Querer seguir em frente não é algo que todo mundo quer ou está pronto para fazer - mas até então, quem se sente pronto para algo na vida? Não eu, definitivamente.
    Mas, apesar da dor, que sou incapaz de dizer como é, ali está você, pronta para passar por isso. Não com bebida, não somente chorando de madrugada e aceitando as folgas para chorar mais - e, veja bem, não é errado chorar. Você TEM que chorar... O problema é daquelas que vive a lá Bella Swan e não consegue mais viver. - mas querendo mudança.

    A faca na caveira é mais do que a faca na caveira e o cabelo raspado. É sua força falando mais alto, mais do que você pode prever no momento.

    Força querida, de verdade! Apesar de todo o palavreado acima, cada dor é cada dor, e cada um a sente de um jeito. Use o tempo que precisar para se recuperar.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  54. bom xiiiiiiiaaaaaa, parabéns, hoje o blog faz aniversário de um aninho!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  55. Valeu, Regina!

    Obrigada por ter lembrado, linda.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  56. rs...
    vim aqui dizer a mesma coisa!
    Parabéns pelo 1º aninho do blog!!

    ResponderExcluir
  57. Serã que eu, uma simples professorinha de literatura, atriz, contadora de histõrias, tb pode entrar para um curso de operaçoes especiais para endurecer meu coração???????
    Preciso extirpar um carma do coração... virar caveira ajuda???
    Me ajude!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  58. Parabens pelo niver do blog....desejo permaneca por muito tempo ainda porque o que 'e bom fica e seu blog 'e maravilhoso...
    Bjs carinhosos
    Marcia

    ResponderExcluir
  59. Lindona, sei E.X.A.T.A.M.E.N.T.E o que vc está sentindo nesse momento. Sinto o mesmo já há algume tempo. Para completar, acabo de chegar do Pará, onde fui fazer um trabalho em plena selva amazônica. Ficar no mato ajuda muito, e cansa muito também, mas a verdade é que temos que enfrentr o problema mais cedo ou mais tarde, viver o luto.

    Não sei qual seu caso, mas no meu foram quase 10 anos juntos, muita luta e apoio, e quando ele alçou voo, eu não era mais boa o suficiente. Ele queria curtir e eu só sentia essa dor maldita me consumindo.

    Mas, como tudo na vida, passa. Demora, doi, castiga e sangra, mas passa.

    Força e tente sempre pensar que merecemos sempre o melhor, nada menos que isso.

    Fica bem, se precisar de um ombro tenho 2, e um coração que sabe muito bem da dor que vc sente.

    Bjaum!

    ResponderExcluir
  60. Ai, como eu odeio esse tipo de dor!! Amiga, te entendo, sei como é querer sumir do mundo. É, são feridas que vão se tornar cicatrizes. Temos sim que pensar em nós mesmos, mas com calma e, principalmente, com muito amor. Só nós podemos nos amar mais que qualquer outra pessoa. E por mais que eu tente, não consigo ser muito boa com palavras nessas situações... Mas desejo de coração que você fique bem!

    Beeeeeeeeeeejo!

    ResponderExcluir
  61. Já que é pra ir ao fundo do poço...
    Vá, garota!!!
    Mas...
    Quando sair de lá...
    Volte mais forte e determinada do que nunca!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  62. Ainda lembro o que passou
    Eu, você, em qualquer lugar
    Dizendo:
    "Aonde você for eu vou"

    E quando eu perguntei
    Ouvi você dizer
    Que eu era tudo
    O que você sempre quis
    Mesmo triste eu tava feliz
    E acabei acreditando
    Em ilusões...

    Eu nem pensava em ter
    Que esquecer você
    Agora vem você dizer:
    "Amor, eu errei com você
    E só assim pude entender
    Que o grande mal que eu fiz
    Foi a mim mesmo"...

    Vem você dizer:
    "Amor, eu não pude evitar"
    E eu te dizendo:
    "Liga o som,
    E apaga a luz"

    Por hoje é só, meninas...
    Muito obrigada pela lembrança do níver do blog.

    ResponderExcluir
  63. Florentina, vim aqui dar um alô... :)
    boa semana pra você!
    Fé em Deus.

    bjoo

    ResponderExcluir
  64. Bom dia Inspetora,
    que a sua semana seja cheia de surpresas boas!
    Fica com Deus, xero!

    ResponderExcluir
  65. Olá minha querida!!!

    Eu nem li o texto, pois vim aqui dizer que sinto SAUDADE INFINITA de você. Espero que esteja bem, com a graça de DEUS.

    Abraço forte Regiane

    ResponderExcluir
  66. JOCA:FELIZ NATAL.
    NO ANO NOVO ESPERO ESTAR AQUI PARA LHE DESEJAR UM FELIZ ANO NOVO...BEIJOCAS.

    ResponderExcluir
  67. O Natal chegou. Com ele nossas esperanças, nossos novos sonhos. Que nossas esperanças estejam sempre vivas, e que nossos sonhos tornem-se realidade. E que neste Natal o amor, a fé e a esperança estejam presentes em cada um de nós, que a cada novo dia do ano que está para começar estejamos iluminados. Feliz Natal, para você e a todos os seus familiares.

    Beijos no coração.
    Miss Simpatia.

    ResponderExcluir
  68. Saudades de vc, sumidinha!
    Nem precisa lembrar que lembrei de ti ontem, neh?!
    Capa de jornal - Dilma terá segurança feita por mulheres na posse.
    Algo do tipo...
    (:

    bjos

    ResponderExcluir
  69. Sinto muito pelo ocorrido, imagino que não foi fácil. Mas quer saber? que esse cara FIQUE EM 2010! Que 2011 te traga um amor novo, decente, do jeito que vc merece e não esse rolo ai.

    vim deixar um grande abraço e aproveito pra te desejar um excelente natal pra vc e os seus, com mta paz, amor e fraternidade.
    E que o novo ano de 2011 seja um ano muito bom!

    ResponderExcluir
  70. nossa Lê, se eu não fosse trabalhar no dia 01/01, bem que a gente poderia ir lá em BSB tirar umas fotos da PF né...

    ResponderExcluir
  71. Gente, obrigada, pelos votos e pelos comentários carinhosos.

    Feliz Natal com Jesus, muita paz e muito amor pra vocês também.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  72. Oh, dear... espero que quando vc fala em cursos de operações especiais esteja usando uma hipérbole. Claro que está! (certo?)

    Não que eu não acredite que você consegue (acredito até demais...), só penso que a saída do problema não está aí. É tipo uma decisão certa pelos motivos errado (uh!)

    E é maravilhoso vc passar por uma situação dessas e sentir dor, raiva, frustração, e tudo mais, acertando, errando, fazendo besteira ou não, porque é assim que nos sentimos vivos e crescemos como pessoas.

    A essa altura vc já deve ter superado, eu acho, porque vc me parece ser aquele tipo de pessoa que sempre tira tudo de letra depois do momento de pânico inicial.

    Mas... assim é a vida... e não teria graça se as coisas fossem diferentes ou mais fáceis. Agora vc é uma pessoa melhor do que antes, em vários aspectos. Nunca esqueça disso.

    ResponderExcluir
  73. Uma pena...
    Acho que perdi umas palavras que tinha escrito para vc...; umas não, muitas.
    Coisas da vida.

    Não poderia repeti-las...
    Que fique sabendo então que gosto muito de você. Que aprendemos, todos nós aqui, a respeitá-la.
    Estou com você para o que der, e vier. Sempre!
    Aproveite de quem gosta de você, caso estivesse numa situação delicada, me 'aproveitaria' de você, não duvide!!!! Você mesma me ofereceu um ombro, e sua atenção; faço o mesmo neste momento. De todo, e com todo, o meu coração. Está bem?
    Estou um pouco preocupado, mas... tenho fé em vc. Em todos os sentidos.

    Desejo-lhe tudo de bom: muita Paz, Amor, e Luz em sua vida. Hoje, agora, e sempre.

    Carinhoso abraço, beeem aconchegante!; vice?

    Até mais.

    ResponderExcluir
  74. Todos os dias deste ano,
    Você esteve presente.
    Fazendo-me sorrir, trazendo conforto e incentivando a continuar.
    Todas suas palavras, seus comentários e presença foram muito importantes.
    E é com todo carinho que desejo
    Tudo de bom na sua vida,
    Um Natal repleto de alegrias.
    E que todos seus sonhos se tornem realidade neste
    E em todos os Natais que ainda virão.
    Um forte abraço.
    Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  75. Oiee
    Passando para desejar um grande natal e que 2011 seja perfeito!!!

    Beijosss

    ResponderExcluir
  76. Florentina...vou viajar semana que vem e quero desejar um Feliz Natal, muita paz, felicidades... um ótimo Ano Novo, cheio de superações, sucesso, amores!!!
    bjaooo

    ResponderExcluir
  77. Infelizmente, nem que você virasse um deles, um caveira com mega meritos, o teu coração não pararia de doer, não até um sentimento ocupar o vácuo que ficou no lugar dele...

    Mas aproveitando o momento, feliz natal para ti menina, e para pessoas que fazem a tua vida feliz =P

    Fique com Deus, menina Mulher na Polícia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  78. Confesso que faço poucas postagens por aqui, mas sempre que posso te visito e te admiro cada vez mais. Que Deus te fortaleça hj e sempre. Que tudo de ruin seja lacrado ao término de 2010 e que 2011 seja uma ano repleto de renovações, novos amores e muita saúde. Não te conheço, mas tudo indica que superação é algo nato dentro de vc. Logo, logo essa dor que insiste em te visitar se tranformará numa breve lembrança.
    Um grande abraço e um natal repleto de muita luz na sua vida.
    Bjs Cássia

    ResponderExcluir
  79. FORÇA MULHER!!!!!!! MUITA FORÇA!
    E SE PRECISAR DE UM COLINHO, TAMOS AQUI.
    ESTOU CONTIGO E NÃO ABRO

    FELIZ NATAL!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  80. Mulher!! Feliz Natal!!! Muita paz e Jesus presente sempre!

    Beeeeeeeeeejo!

    ResponderExcluir
  81. Amiga eu te entendo como eu entendo...
    Decepção amorosa é praticamente meu sobre nome, a separação está doendo muito pq por mais que tive muitos momentos ruins tb tive momentos bons que deixam saudade... É f..., mais uma hora o sangue estanca a ferida cicatriza e as lembranças não vão mais trazer dor, elas serão apenas lembranças do passado.
    Se precisar estou aqui, bjão.

    ResponderExcluir
  82. Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  83. Queridos,

    Obrigada pelos votos.
    Muuuuito obrigada pela visita de vocês e por todo esse carinho. Vocês são muito queridos.

    Grande beijo pra cada um!

    ResponderExcluir
  84. Para o pessoal novo que tá chegando agora.

    Sejam muito bem-vindos!
    Espero contar muitas histórias alegres no próximo ano.

    Um beijo pra vocês.

    ResponderExcluir
  85. E pra minha amiga da "Liga da Justiça" (brincadeirinha amiga, é que não sei se posso falar seu nome, né?) que pediu pra não publicar o comentário ontem. Fica fria que não vou publicar. (O que é uma pena...)

    Tá tudo bem, linda, não se preocupe.
    Muito obrigada também pelo convite especial.
    Vou guardar tudo o que você disse no coração.

    Um abração bem forte!

    ResponderExcluir
  86. Olha, querida amiga, a única coisa que posso te oferecer é um abraço de amigo e um ombro virtual.
    Nessas horas, os amigos precisam apenas se fazer existir e deixar as dores cicatrizarem por si. E torcer muito por ti.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  87. FELIZ ANO NOVO INSPETORA, que o próximo ano você possa colheres todos os frutos plantados em 2010, que você continue sendo essa pessoa maravilhosa que aprendemos a gostar e admirar...muita saúde e paz querida!
    obrigada por tudo!
    um xero

    ResponderExcluir
  88. Desculpe, seu sofrimento me fez rir, coração de pedra.

    ResponderExcluir
  89. tinha que ser anônimo mesmo, mostra a tua cara!!!

    ResponderExcluir
  90. Credo... o que dizer desse tipo de comentário?!
    Sorrir com o sofrimento alheio deve ser a pior coisa que já vi por aí.

    Se fosse rir da forma que ela escreveu, por falar que seria caveira, até poderia ser aceitável. Mas rir do sofrimento dos outros?! É triste, digno de pena. E digo mais - sinais de inveja no ar.

    Vamos nos proteger, Madrinha - "Para que meus inimigos tenham mãos e não me toquem..."

    ResponderExcluir
  91. ser caveira não é coisa de pele,vem no sague!!!junte-se

    ResponderExcluir
  92. Cada um sente as coisas a seu modo, e esse modo depende da profundidade da pessoa, e do laço que a une a outra pessoa; no caso, à Novinha.
    Não sei se é o caso de se estarrecer com o comentario da(do) anônimo(a).
    Não é?

    Ô Nova..., não dá pra contar uma história pra gente só pra passar o tempo?
    Vc sabe né: alegre ou sofrendo, o tempo passa do mesmo jeito! Porque não aproveitá-lo ficando na companhia de quem gosta (muito) de vc?: eu e mais trocentas pessoas?
    Pensa nisso, Novinha (com toda a intensidade com que vive sua profissão, chamá-la de novinha irá perder o sentido logo logo!)

    Um abraço! Upaaa!!!

    ResponderExcluir
  93. Amiga, pede pra este sentimento sair, pede pra sair, pede pra sair... rsss
    Não precisa ser caveira não, daqui a pouco passa, tudo tem início , meio e fim, não demora você se apaixona de novo e vai lembrar de tudo isso numa boa. Bjs e fique com Deus. E Feliz 2011 pra ti.Paz!

    ResponderExcluir
  94. " O que não me faz bem, não me faz falta." - Clarisse Lispector.

    Auxilia , seguindo .

    Beijos

    ResponderExcluir
  95. saudade de ler seus textos ...
    tava sem internet.
    Cada um sabe a dor que sente,
    e até onde pode aguentar
    Talvez seja até melhor encarar a selva
    do que perder quem a gente ama.
    Se cuida, vc vai ficar bem, beijos.

    ResponderExcluir
  96. Parceira,

    uma das mais difíceis, mais dolorosas lições de nossa vida é aprender a estar só, ficar com nós mesmos. Aturar e aceitar q isso é consequência de uma falha nossa então...... mais doloroso ainda, muitas vezes a gente ne nota q é isso.
    Cada um tem uma necesssidade e uma forma de emprender. Estamos sós, somos sós, NÃO devemos depender de ninguém. Mas isso acontece, inconscientemente acontece, e muito e sempre.
    Força querida, tbm lhe acho guerreira e as lições q a vida traz, são bem maiores que qualquer treinamento. Beijos

    ResponderExcluir
  97. Querida...
    Não desanimes diante dos obstáculos que são impostas a nós mulheres, entramos de cabeça em tudo que fazemos, por isso fazemos melhor, sempre.
    Também tive minha decepção, mas tenho certeza que levantarás a cabeça e seguirás em frente, como sempre devemos fazer, nenhum homem vale os sacrifícios que fazemso.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  98. OI,
    Passando só pra te deixar abraços no coração!

    ResponderExcluir
  99. Vc já comentou que: dores que a gente não entende, são mais difíceis de se curar.

    "(...)Que nenhum de nós dois sabe manter um relacionamento e que tenho mais do meu pai em mim do que eu gostaria de ter.(...)"

    'Saber manter um relacionamento"...
    Qual o preço disso?
    Um relacionamento se mantém por si próprio, e acaba, também, por si mesmo.
    Um relacionamento é reflexo do que são duas pessoas, e pessoas são complexas. Mesmos que não sejam, tudo que envolve um relacionamento é complexo. Nele, as contas de somar e diminuir, multiplicar e dividir, seguem regras mais abrangentes e profundas.
    Num relacionamento tão envolvente como o seu foi, a individualidade se esmaece, dificultando responsabilidades.

    As rasões pelas quais um relacionamento acaba até podem ser conhecidas pela sua alma, o corpo que não quer aceitar; daí o sofrimento.

    Li com mais vagar e atenção seu texto.
    Ele é bonito, profundo, e verdadeiro.
    É claro que, tendo essas qualidades, ele está impregnado de fortes sentimentos, carregado de emoção.

    Aprenda a conversar com vc, aprenda a se entender. Seja generosa cosigo mesma, evite julgamentos duros; temos essa normal tendência.

    Quanto aos feromônios, ao tesão...; transar é uma boa pedida.

    Voltei para ver a extensão do rombo no seu casco..., e assim poder dizer algo que pudesse ser útil.

    Um abraço gostoso para vc.

    ResponderExcluir
  100. Olá Guerreira, resolva seus problemas, se não eles vão lhe acompanhar o resto da vida, e entrar em um curso onde é exigido o máximo de sua parte emocional, tem que estar bem emocionalmente e fisicamente. Depois vc recupera a consiência e acordada o pesadelo continua. Sei como são esses treinamentos, enfrente seus problemas e, dai qualquer batalha será fácil. Você está lutando com um inimigo imaginário, você só precisa provar alguma coisa pra você mesma, se você se frustrou com alguém é porque você apostou todas suas fichas nessa pessoa e ela não correspondeu a sua altura. O problema com a falta de caráter é dela e não seu, siga sua vida de forma digna como você sempre faz, e não baixe mais a guarda assim tão cedo. Forte abraço!

    ResponderExcluir
  101. Oi, tudo bem? Confesso que estou um tanto receosa em comentar aqui, não que eu deva algo a alguém, mas é que você me motiva e me acalma em alguns momentos bem "punk" da minha vida. E hoje resolvi fazer um perfil só pra poder tentar este primeiro contato. Namorei 3 anos um agente, então minha vida girava em torno daquilo, pra mim era um sonho conseguir entrar pra PF, assim fui fazendo amizades lá e a vontade aumentava, a cada operação, a cada historia.. Formo na faculdade este ano, e mesmo assim tentei fazer a prova para agente porém não me preparei, o que resultou em míseros 48 pontos.
    Talvez tente para escrivã, mas meu sonho mesmo é agente. Muito obrigada por está lendo isso aqui e mais ainda pela contribuição que tem me dado. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sa Ka!

      Seja bem-vinda!

      Em primeiro lugar, eu que agradeço por estar me acompanhando e mais ainda por ter falado comigo.

      Esses "momentos 'punk'" a que você se refere, estão relacionados aos concursos públicos?

      : )

      Tem uma turma legal aqui aguardando ansiosamente o concurso da Federal. Chega junto. Vocês podem se motivar mutuamente. Vai ser legal já chegar na ANP com vários amigos.

      E também pode me convidar pra formatura... hehe

      : D

      Abração!

      Excluir
    2. Oi!

      Pode deixar.

      Ahm, sabe no que eu estava pensando?
      Em fazer uma postagem sobre essa distância.

      : )

      A distância e a saudade também me trazem uns "momentos punk".

      : )

      Sua boba, eu que fico feliz por você falar comigo!

      Um beijo!

      Excluir
  102. Boa noite...

    Nossa!

    :o

    Texto transparente e intenso. É assim que você fica nos tempos ruins, ou só os textos saem com esse timbre ?

    Desculpa por ter saído daquele jeito hoje, estava sem paciência. E com fome.

    ResponderExcluir
  103. Respostas
    1. Na verdade, deu vontade de te abraçar.

      Excluir
  104. : )

    Tudo bem. Já passou.
    Mas agradeço o abraço, mesmo assim.
    : )

    ResponderExcluir
  105. Por nada, você merece todos os abraços do mundo.

    (:

    Pedi pizza de quatro queijos, veio de bacon. ):

    Comi tudo. :D

    ResponderExcluir
  106. rs rs rs

    Pizza de bacon também é ótima!
    (nem oferece...)
    : )

    ResponderExcluir
  107. Poxa, desculpa. Na próxima vez guardo um pedaço.

    Não falei que o gato tava estranho ? Ele me mordeu. :/

    ResponderExcluir
  108. Tá vendo? É por isso que tenho medo de gato (o bicho, né).

    : )

    ResponderExcluir
  109. Minha mãe também tem medo, rsrs.

    Alguns gatos humanos machucam mais que o bicho, mocinha.

    ResponderExcluir
  110. É... você tem razão...

    Gatinhos malvados! É bom tomar cuidado com esses também... até você conseguir domesticá-los.

    : )

    ResponderExcluir
  111. Isso se conseguir, né. ):

    Gatos são estranhos por natureza, olha isso :

    http://jornale.com.br/petblog/wp-content/uploads/2009/04/gato1.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://jornale.com.br/petblog/wp-content/uploads/2009/04/gatos2.jpg

      Excluir
  112. Não acredito que você nunca aprendeu isso na Academia ! :o

    tsc tsc tsc...

    Não se fazem mais policiais como antigamente. u.u

    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  113. Já sou medrosa você ainda faz isso...
    rsrsrs

    ResponderExcluir
  114. Não aprendi nada sobre isso, acredita?
    Aliás, vou investigar porque não existem gatos farejadores...

    ¬ ¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem te disse que não ? Gatos podem sair daqui e te achar aí. Basta um simples comando. --

      Excluir
  115. É bom ter medo mesmo, essas criaturas tem seus planos para a humanidade.

    Eu vi o documentário, do 174.

    ResponderExcluir
  116. Refleti. Aquele professor está certo, essas crianças crescem na rua invisíveis, e a gente finge que não vê, porque não é agradável aos olhos.

    Todo mundo grita de alguma forma quando está desesperado. Uns cantam, outros praticam esporte, outros escrevem. Quem não tem espaço e oportunidade pra nada disso, sequestra um ônibus.

    Triste ver meu Rio lindo servindo de cenário para um episódio desse.

    ResponderExcluir
  117. É sim. Mas vou confessar, acho que deveriam ter atirado nele antes de ter matado a outra menina no ônibus.

    Eu já não vou com a cara da PMERJ, vendo o vídeo deu mais raiva ainda.

    ResponderExcluir
  118. Os especialistas dizem que houve muita falha da PM, sim.

    Eu não entendi como que o policial com a metralhadora conseguiu errar o bandido daquela distância. Que coisa...

    ResponderExcluir
  119. Nem no paintball eu erro isso, me senti levemente superior ao policial quando vi.

    Foi muito estranho primeiro sentir pena dele, e entender a situação, e minutos depois achar que ele deveria ser morto.

    ResponderExcluir
  120. Só mesmo muita pressão pra cometer um erro desses.

    Isso aconteceu comigo uma vez... Era a final de um jogo super importante de vôlei, e eu que quase nunca errava um saque tô na 6.

    Tinha certeza que fecharia o set sacando. Pá... a bola foi no meio da rede...

    Quis morrer...
    (pressão...)

    ResponderExcluir
  121. "me senti levemente superior ao policial quando vi."

    Quanta arrogância numa frase só. Não curto.

    Nessas horas, eu sou meu próprio algoz. Exijo demais de mim, nunca estou satisfeita. Isso tudo pesa em momentos de pressão.

    Ganharam o jogo ?

    ResponderExcluir
  122. Não...

    Eu entreguei de bandeja o último ponto, no saque né...

    : (

    ResponderExcluir
  123. Querida...

    Preciso ir.
    O sono bateu forte...
    : )

    Um beijo pra você e obrigada por ter vindo.
    : )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Novinha.

      Durma bem. Um beijo.

      (:

      Excluir
  124. Por que esse singular para falar de um jogo tão plural ?

    ResponderExcluir
  125. Por que tava na minha mão o saque...
    Só isso...

    kkkk

    ResponderExcluir
  126. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  127. Nem sei se comentei este post...; e se comentei, nem faço ideia do que escrevi...
    Que bom que agora vc entendo os bêbados e noiados que choram e xingam num orelhão a sua amada, para depois voltarem a ligar pedindo que voltem.
    Quanto mais perfeitos nos achamos, mais o tombo machuca. Tropeçamos em nós mesmos...
    Bem, o texto é de 2010; antigo pois. De lá para cá muita água rolou, na sua e na minha ponte.
    Ainda bem!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  128. Acabei de escrever-lhe algumas linhas...; fui procurar meu coment...; fiquei satisfeito com o que escrevi. Creio que meu caminhar me deu um entendimento satisfatório no que concerne a relações. Fico feliz que seus mergulhos literários existenciais esclarecem para todos o quanto a vida é rica e o quanto aprendemos uns com os outros.

    Vida longa para si.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  129. nossa! espero que vc tenha superado comletamente isso! é nesses momentos que descobrimos o quantos somos fortes e os verdadeiros amigos!
    muuuitaaa luz pra ti gatinha!
    qualquer coisa estamos aqui
    #Vqv

    :P

    ResponderExcluir
  130. Oi Camila...

    Li uma frase noutro contexto mas acho que cabe muito bem aqui: duvide seriamente dos guerreiros que não têm sinais de combate em suas armaduras.
    : )

    Um beijo!
    ; )

    ResponderExcluir

Confissões