sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Pais e filhos.

Meus dois neurônios não sabem mais o que dizer. Enquanto um lamenta a morte de mais um colega e se desespera o outro procura consolo e canta trechos fora de ordem de uma música triste:

Estátuas e cofres
E paredes pintadas
Ninguém sabe
O que aconteceu...


A Academia é o útero orgulhoso e exigente que gera os policiais "novinhos" e aborta sem dó os considerados inaptos.

Meu filho vai ter
Nome de santo
Quero o nome mais bonito...

Com o brado de "NUNCA SERÃO!" ela embala os sonhos de quem quer vestir a camiseta de polícia mais linda desse mundo.

Dorme agora
É só o vento
Lá fora...

Pra ter a prerrogativa de portar este distintivo, você passa por um milhão de provas, sob um austero controle de qualidade. É urgente estar inteiro física, moral, intelectual e psicologicamente. E ai de quem não estiver bem preparado, pois durante o curso a Academia falta lhe pedir o coração numa bandeja, independentemente de sexo, idade, experiência, crença, convicção filosófica, condição financeira, partido político, estado civil, ou de sua capacidade de fazer beicinho.

Me diz, por que que o céu é azul?
Explica a grande fúria do mundo...

"Não sabe a resposta?!? Paga cinquenta flexões de braço! Não há desculpas... Não gostou??? Pede pra sair!!!". E você dá o sangue rindo, orgulhoso de fazer parte dos poucos que sobreviveram à saga do concurso policial e se joga!

Ela se jogou da janela
Do quinto andar
Nada é fácil de entender...

E ao bater no chão você percebe que era pura pirotecnia, porque depois que você finalmente toma posse, ainda com os joelhos ralados, encontra um número impressionante de policiais largados, abandonados, machucados, estuprados, decepcionados, alcoólatras, obesos, anabolizados, adulterados (Eu moro com a minha mãe mas meu pai vem me visitar), deprimidos, infartados, estressados, workaholics, solitários, insones, fracassados como pais (São meus filhos que tomam conta de mim...), suicidas em potencial, cheios de desculpas e o pior de tudo, armados!


Quero colo!
Vou fugir de casa!
Posso dormir aqui com vocês?
Estou com medo, tive um pesadelo.
Só vou voltar depois das três...

Somos a noiva linda, maravilhosa e apaixonada que se prepara toda para o sonho do casamento e se cuida tão somente até o final da lua-de-mel, porque com o advento das decepções deixa-se destruir aos poucos igualzinho à mulher mal amada que toma raiva de si mesma e do mundo.


Isso me entristece um bocado não só por eles, mas porque estou ouvindo vozes dizendo "Eu sou você amanhã, Novinha". Será que você ainda não entendeu que eu não vou seguir seus passos? "Não me ensina a morrer que eu não quero"*.

Sou uma gota d'água
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais
Não entendem
Mas você não entende seus pais...
Você culpa seus pais por tudo
Isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer?


Que desgraça, antigão! Perdemos mais um colega... Vem, senta aqui perto de mim e me convença de que não foi ele mesmo que se matou.
É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Por que se você parar
Pra pensar
Na verdade não há...
(Legião Urbana)
*Marisa Monte em "Perdão, você"

200 comentários:

  1. "não conta lá em casa"

    precisa dizer mais alguma coisa?
    feliz ou não dia dos pais...

    ResponderExcluir
  2. Linda Novinha, em tudo quanto é canto deste mundo, onde a gente se depara com desafios acima da normalidade humana, sempre nos paira uma inquietante e patética pergunta: "Passei por tudo aquilo pra chegar nisto?"

    É então neste momento único de descoberta pungente, que se separa o joio do trigo, ou seja, que se sabe quem impera por ser diferente dos demais e quem, mesmo reclamando, acabará por se tornar mais um entre tantos.

    Se definir neste impasse é faculdade exclusiva de cada um, que se faz pela soma de valores e pelo desejo quase matemático de querer ser "mais" que "menos". E nesta equação da vida se sobressai e continua vivo quem souber se potencializar na mesmice da dízima periódica de tantos números iguais e vazios!

    E já que música também é matemática, continue cantando para que outros possam entender melhor o sentido de tudo!

    *******************************************

    Mudando de assunto: a reforma do banheiro deu certo e me ensinou que quase sempre nem tudo que desejamos pode ser alcançado no prazo que determinamos!

    E estou no Brasil mesmo! Acontece que só tenho tempo livre para meus assuntos pessoais durante a madrugada, já que durante o reinado do sol vivo trabalhando. Dormir? Das 6h00 ao meio-dia! Talvez eu seja um vampiro! Vou até visitar a Bienal do Livro pra tirar esta dúvida! rs.

    Bjs menina!

    ResponderExcluir
  3. Novinha, bom dia! Vou lhe dizer uma coisa: é claro que viver é um risco em qualquer lugar, mas na polícia pode ser maior certo? Cuide-se muito bem aí, ou então arranje um serviço mais "de sala". Já pensou que perda humana se lhe acontecer algo? E a literatura,meu Deus? Você é boa demais, viu? Que texto! Que texto!

    ResponderExcluir
  4. Bem... antes de comentar sobre seu magnifico texto, tenho que fazer um comentario sobre essa foto!
    Este filme é fantastico, chama-se Doom's Day (Juizo Final, para nós brasilecos), e é muito bom!
    Mas falando sobre o que interessa:
    Você me surpreende a cada dia, Cop! E acho que se surpreende consigo mesmo hehehehe...
    O que acabei percebendo no pouco conhecimento da vida que tenho é que pessoas são frustradas, desde o começo, tem tendencias depressivas e traidoras. Algumas delas dão a volta por cima, se superam e podem estufar o peito e dizer: Eu consegui! Me superei! EU VENCI!
    Outras vão sempre continuar dizendo, meio timidas: Assim esta bom! Tá legal do jeito que tá!
    A "frustração" é o que mais tem matado ultimamente, ao meu ver! O desespero interior, falta de segurança e salvação é o que mais tem causado o caos! E falo isso tanto fisicamente como emocional, intelectual e psicologicamente.
    Não liga, sou filho de psicanalistas rs.
    Posso ter entendido tudo errado, mas no fim, foi o que entendi hehehehe...

    Té Mais, Cop.

    ResponderExcluir
  5. Minha amiga policial,

    É sempre uma alegria ver que você postou um texto novo. Já te falei que ficam muito bons quando você mistura música a eles? rs

    Ótima sua capacidade de pegar um assunto tão denso e triste e transformá-lo numa questão filosófica, caminhos a seguir, encruzilhadas, dúvidas, sem deixar a dura realidade de lado. Ela continua ali, escancarada, mas sem nos ferir.

    Sei que você seguirá caminho diferente de tantos policiais que se entregam e desistem daquele sonho bonito que tinham na academia. Porque você tem ideal e, mesmo sem conhecê-la, percebemos que isso é inerente à sua pessoa. Não diz essas coisas, sonhos e ideologias, só porque acha bonito. Você é assim.

    Por isso, pode ficar tranquila, seu futuro será diferemte. Estamos na torcida. Sempre!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Excesso de vida pode matar, pra que tanta vitalidade?


    beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá Moça!

    Texto impressionante é muito reflexivo. E complicado brigar com essa voz dizendo isso, entendo tbm seu medo de se transformar no que vc mais repugna, as vezes nosso medos nos assombram muito . Desejo muita força para vc.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. É algo complicado, pois todos nós temos um periodo de tempo na Terra, alguns tem sorte, pois este não deixaram a sensação de retirado antes do tempo (em contra posição, alguns são retirados da nossa vida sem que a gente nem tempo de nos despedir), mas alguns, morreram ao lado dos que amam, contudo, sempre vai ter a sensação de falta para a nossa vida...

    Se cuida menina =P (é sério).

    Fique com Deus, menina Mulher na Polícia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Adorei a visita em meu blog, e , tem total autorização para copiar!Desde que, me mande a entrevista de volta pra eu poder publicar com a sua carinha (sim, se vc puder se identificar).
    Mas...sem fotinha tbm vale!
    Rs...

    Me segue no no blog, já to te seguindo pq adorei o espaço!

    bju bju

    ResponderExcluir
  10. Que texto impressionante, reflete bem o desmedido da sua dor!

    ResponderExcluir
  11. Tenho lido seus posts mais de uma vez.
    Os tenho lido com atenção.
    São complexos em sentimentos, ricos como textos; por isso a atenção. Não se lê somente com os olhos, é impossível; aí, seria 'ver' - mas, não 'ler'; que é o que faço.

    Nem pra tudo há respostas; não aquelas, que queremos; mas há outras...; e essas outras são as verdadeiras: as que nossa alma nos cochicha, nos fala baixinho; mas, não costumamos escutar... - embora saibamos que as respostas que nossa alma nos segreda são as que contam. Deixamos elas pra lá, e saímos procurando outras respostas que, além de não nos satisfazerem (por não serem reais), ainda nos fazem sofrer.

    Tá na hora de se achar uma maneira melhor de se viver.
    Já foi dito que: qualquer ambiente corporativo, seja ele numa indústria, escritório, ou no Governo, acaba com a pessoa: extremamente competitivo, injusto, antropofágico...

    Ontem, tive a felicidade de conhecer o Coronel Silvio, que por causa da política cega que se exercita no ambiente profissional em geral, teve que pedir a aposentadoria. Uma grande alma a do Coronel, um sábio! E, não está trabalhando...

    É duro...
    Mas assim é.

    Algumas, e alguns, como você, permanecem; e insuflam em seus corações e mentes uma força que a alma lhes dá. Sorte a nossa (cidadões e cidadãs), que poedemos contar com vcs. E sorte de sua Corporação, que se justifica perante Deus e os Homens, tendo Mulheres e Homens como vocês em seus Quadros.

    Digamos que esta seja minha oração de gratidão pelos profissionais que se dedicam.

    Mas, apesar de minha gratidão e reconhecimento, lhes digo, lhe digo: nunca, nunca, se esqueça de você; tente sempre se cuidar, cuidar do que é importante, do que é humano, do que é natural em vc.

    Falo como 'guru' as vezes, pareço meio 'oriental'...
    Somos todos adultos, temos consciência de nossos atos; se não temos, deveríamos.

    Existe perfeição nas coisas, mesmo nas doloridas.

    Abrção.

    ResponderExcluir
  12. Demais esse texto....toca..

    abraços

    ResponderExcluir
  13. Belo texto...

    Só quem está dentro sabe a dor que é quando um colega cai. Parece piegas, mas de fato nos sentimos atingidos, como se fossemos nós os protagonistas da triste história. Estar em uma profissão que exige o alto risco faz aumentar esse corporativismo benéfico que existe nas forças policiais. Fico indignado é com o tratamento da imprensa diante de casos assim. Quando é um cana que manda um mala comer capim pela raiz, eles ficam em cima, buscando uma brecha para ferrar o cana. Quando o cana á atingido, nao tem imprensa nem direitos humanos para a família dele. Enfim.... é isso!

    ResponderExcluir
  14. Querida Novinha,

    André me alertou: "A MnP escreveu um texto triste." Vim correndo ver. Belo e triste...

    Mas vim principalmente para deixar um abraço amigo e dizer que só Deus pode nos impedir de seguir caminhos de morte. Ser humano nenhum tem o poder de destruir nossa alma...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá Mulher na Policia!
    Desde que vim aqui a primeira vez, tenho lido seus textos,sem nunca deixar uma palavra a traz, porque você me prende de corpo e alma com sua escrita, eu além de ser um delinquente,nasci com um puder muito especial, vejo que dentro da sua farda há um ser humano maravilhoso.
    Tenha cuidado menina, hoje estar na policia é quase como andar na guerra.

    um beijinho grande,
    José.

    ResponderExcluir
  16. Guevara dizia que tínhamos que lutar e sonhar; Sócrates dizia que uma vida sem desafios não era vida; Machado de Assis dizia que se não reescrevêssemos a história não viveríamos; Oscar Wild dizia pra não levarmos a vida tão a sério; Confúcio dizia pra escolhermos um trabalho do qual gostamos e nunca trabalharíamos; Vinícios de Moraes dizia que a vida era um desencontro pra nos encontrarmos; Nietzsche dizia que a vida perto do topo era mais difícil e, Platão, dizia que uma vida não questionada não merecia ser vivida!

    O que nos resta a fazer...senão tentar!

    ResponderExcluir
  17. "Mesmo quando o pássaro anda, sente-se que ele tem asas."

    É essa frase (cujo autor não me recordo) que me vem à cabeça ao ler este seu último post.

    Eu não a conheço e nem tenho o direito de julgá-la (então não precisa levar a sério, ok?), mas creio que você é o tipo de pessoa que, andando ou voando, ainda será um pássaro. Pelo menos é essa a impressão que tenho ao ler os textos deste ótimo blog.

    Boa sorte, vida e luta.

    ResponderExcluir
  18. JOCA:Sua poesia é uma verdadeira pintura da Policia Civil de SP feita com o realismo de Vicent Van Gogh,mas me preocupa...
    Larga a arma longe das mãos, desmuniciada, e faça como eu:visite uma Psicóloga regularmente.AH:vc me descreveu como se fosse um retrato falado;adoro essa musica, mas a da mercedes sosa, q fala:nos conhecemos pelo jeito de olhar(em castelhano)tambem é legal.BJOS, SEJA FELIZ.

    ResponderExcluir
  19. quanta dor!!!!!!!!
    que texto.
    estou aflita.
    agora por voce também, que já invadiu meu coração e se juntou aos meus.
    se cuide, você é a mocinha!

    ResponderExcluir
  20. Amiga de coração, não siga os passos deles, nós estamos tão desacreditados na polícia, mas não é por conta de alguns que não honram a farda, que tudo está perdido. Acredito que pra ser policial tem que gostar.
    E te digo depois que passei a ler seu blog, estou mais confiante na polícia... sei que vc faz a diferença.

    Beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  21. Somos a noiva linda, maravilhosa e apaixonada que se prepara toda para o sonho do casamento e se cuida tão somente até o final da lua-de-mel, porque com o advento das decepções deixa-se destruir aos poucos igualzinho à mulher mal amada que toma raiva de si mesma e do mundo.
    .
    .
    .
    Matou a pau....o esposo....a PC

    ResponderExcluir
  22. Seu texto travou na garganta, não consegue descer, machuca. Bjos.

    ResponderExcluir
  23. Do jeito que as coisas andam tudo materializado; parece que a tecnologia tomou conta do mundo. Nem a polícia tem dado certo. Hoje, tudo faz parte de um sistema automático. Acho que até os neurônios já passaram pela automatização, como naquele filme “Controle Absoluto” em que mostra a autoridade da máquina sobre o ser Humano. Foi-se o tempo em que usávamos a palavra Solidariedade. O homem parece que perdeu o sentimento, hoje só vemos Brunos e Nardones em cada Esquina.
    Belíssimo e verídico o seu texto. Parabéns!...

    ResponderExcluir
  24. Todo tenemos que hacerlo con el corazón...

    Besos :)

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, Flor!

    Difícil assistirmos a coisas ruins sem poder fazer nada.
    Seu texto me deixou com lágrimas nos olhos.
    Sinto muito pelo seu colega.
    Mas tenha força. Vc está nesse meio pra fazer a diferença.

    Beijo grande e ótima e abençoada semana.
    Deus seja sempre contigo.
    :)

    ResponderExcluir
  26. Dorme agora,,,é so o vento la fora....beijos de otima semana pra ti querida,,,,saudades de vir aqui,,,,

    ResponderExcluir
  27. É... tem coisas que são inexplicáveis e agente sofre com elas!
    É o que eu tenho sentido ultimamente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Nossa menina, que triste.
    Viver já é um risco, mas nessa profissão é mais complicado.
    Deus te proteja sempre!
    Toma cuidado menina flor.
    Tenha um ótimo domingo.
    Com carinho, Lady.
    Bj

    ResponderExcluir
  29. Toda profissão tem seus riscos, seus revéses... umas mais que outras, tanto em riscos quanto em revéses... quando se pede que lide com o que há de pior na humanidade, esquecem de dizer que você corre o risco de se contaminar, se frustrar, de sofrer com isso, com essa proximidade, das pressões, da família, dos traumas, dos estressses, da tensão, e do preconceito da população que, vira e mexe, vê no lixo e no profissional a mesma coisa, quando ele está lá para que o 'cidadão' viva em paz, longe do lixo que não quer tocar, nem ver, nem nada... ah, o lixo, o lixo é humano, tanto quanto o 'cidadão', mas o vêem como problema [não como tendo um problema], e como todo problema merece ser eliminado... :/ Equação difícil...

    ResponderExcluir
  30. Não preciso falar nada, vc já falou tudo... Não só gostei do texto, mas senti cada linha que vc escreveu...

    Já vivi um pouquinho a vida de Policial (no meu caso era militar, mas acho que em matéria de risco a coisa é bem parecida) é realmente decepcionante passar por todo aquele treinamento e ver que as coisas são tão diferentes na vida real... Mas isso não vai acontecer com vc, porque vc está fazendo o que ama e isso faz toda a diferença...

    bjs pra vc. Ótimo domingo

    ResponderExcluir
  31. Agradeço pela visitinha e elogio.

    que texto forte ein?

    voce é poeta, já disse*

    Beiju

    ResponderExcluir
  32. Deijivan, Varongue, M.enal.i, Francisco de Sousa Vieira Filho, NV BALLESTEROS...
    Tem um pessoal fera aqui.

    ResponderExcluir
  33. Oi Flor
    Adorei conhecer seu blog!
    Um ótimo domingo para vc!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  34. Não é a profissão que faz sofrer mas a pessoa.Em todas as profissões há os felizes e infelizes.Há quem viva e quem se mata.Vc tem vocação e, tenho certeza não " é " eles amanhã.

    Elvis forever!! Todos, hehe!!

    ResponderExcluir
  35. Hum...adorei o pensamento do Nietzsche, que você deixou lá no blog....valeu.

    abraços
    de luz e paz

    Hugo

    ResponderExcluir
  36. Vi-te no blog do Machado,sou o olhar do ultimo poema ,vim agradecer-te o elogio e deparo-me com essa extensão toda de sentimento e verdade,crua,nua e o que é ainda mais encantador,cheia de musicalidade... Li o teu texto sentindo uma nostalgia repleta de ritmos e desejo de que não acabasse jamais, o texto, a musica, o caminho escancarado diante do meu olhar (aquele que você de certa forma já conhece) pedindo para que eu o trilhe, que não o perca de vista. E não o perderei e voltarei, afinal, “Temos todo tempo do mundo”, e é exatamente do que preciso para esmiuçar tudo o que vem deste teu lugar, além de marcar o caminho! Seguirei!

    Abraços no coração!

    ResponderExcluir


  37. Dói!
    Doeu de novo.
    Doerá sempre?

    O que sobrou de VIDA? Dívida? Dividamos...

    Estamos "DESalmaDOS!

    Beij♥ ← nele!

    ResponderExcluir
  38. Essa é a visão quando o vidro se quebra?

    Siga o teu caminho, então mostre a que veio.

    ResponderExcluir
  39. Família é um conjunto de pessoas que se defendem em blocos e se atacam em particular.

    Bom dia!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  40. Muito triste esse texto.....triste que dói.

    É uma profissão admirável, pra mim, vocês são uns guerreiros, mas eu jamais penderia para esse lado.
    O de sair de casa, beijar os pais, os filhos, a esposa, o marido e não saber se volta pra casa.
    Ainda mais sendo essa profissão maravilhosa tão mal paga e nada valorizada no nosso País.

    Um abraço meu!

    CUIDE-SE!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  41. Eu já trabalhei na Polícia Militar, sei bem , do que você fala, pois foi lá que ouvi os relatos mais surpreendentes da minha vida.

    Alguém tem que cuidar de vocês...

    ResponderExcluir
  42. A cada instante somos convocados a ser o que somos.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  43. na cadeia, alguém sempre tem que cuidar de alguém. ninguém deve ser negligenciado. mas quem apontará o dedo para quem não cumprir a sua parte?

    ResponderExcluir
  44. Olá :)
    Apareci, houve mudanças de planos, mas agora volto a rotina.
    Obrigada pela resposta passada :)
    Sobre esse texto, estou sem palavras, muito lindo o que escreveu. Sempre tão natural.

    Beeeijos**
    Vc está bem?

    ResponderExcluir
  45. Oiiii!!!!

    Estudando sempre!!!Sábado entro num curso de exercícios de 08 às 19h.
    2011 tem e nesse que vou passar.
    Não morra junto com estes ai...Me ajude a sobreviver nesta selva!!

    bjs

    ResponderExcluir
  46. JOCA:12 de agosto foi seu ultimo post,não pare o blog,( FREJAT -POR VOCÊ )é esse o unico blog q me diverte nas noites de plantão;vai parar de escrever por que? Agora q os assuntos estão melhores, sua poesia melhorou:
    CAMPANHA PARA OS LEITORES DESSE BLOG: NOVINHA NÃO PARÁ!SOU O PRIMEIRO, QUEM É O SEGUNDO?

    ResponderExcluir
  47. pela primeira vez, nao sei o que dizer. Agora, pelo jeito, o silencio fala mais alto.

    ResponderExcluir
  48. Oiii

    fico feliz que tenha achado meu blog e comentou

    gostei demais do seu, esse post então achei muito bem feito.

    bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  49. Oi misteriosa!!
    Amo Norah tb!
    Vim aqui te agradecer sua doce visita!
    Beijos e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  50. Obrigada pela visita lá no blog, gostei muito daqui :).Sigo-te querida!Volte mais vezes por lá!Beijinhos

    ResponderExcluir
  51. Minha querida, que texto lindo! Agora, como alguém falou por aqui, tudo tem um risco.. Acho que devemos viver.. E trabalhar com aquilo que nos foi dado.. E sonhar que o melhor está por vir!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  52. morri eternamente e ressucitei eternamente! musica linda pra palavras perfeitas. bang!

    ResponderExcluir
  53. Brilhantes e sensíveis
    tuas considerações.

    ResponderExcluir
  54. Será que o comentárioque eu fiz ontem vai entrar? (Meu pc tá um lixo)

    ResponderExcluir
  55. Sendo sincera, nem na minha infância ser policial me passou pela cabeça.

    Texto sensível, admito.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  56. Nossa,estou facinava com a sensíbilidade e versatilidade das suas palavras.Obrigada pela visita e acaba de ganhar mais uma seguidora *-*.
    Beijos
    segue também?

    ResponderExcluir
  57. Consigo ver a ferida mas a dor...só quem sente.
    De quem é a culpa?
    Ah..é uma culpa tão antiga...

    ResponderExcluir
  58. JOCA:Esse tópico está muito tiste,então: Sentindo o vento gelado batendo em meu rosto, eu vou para BARRETOS, na festa do peão!
    FIM DE SEMANA EM BARRETOS,se quiser me ver estarei de calça jeans, cinto com fivela, sem camisa , de bota, e com uma lata de cerveja na mão, na arquibancada, já que prá tira , só tem espaço na galera; mas prefiro o povão q os cardeais: EHHHHH BARRETÃO!Me vai ver lá, e abanarei o chapéu para vc.BJOS!FUI!

    ResponderExcluir
  59. Bueno,
    À distância, não consigo ajudar muito quanto à perda. Já disseram tanta coisa bonita, que me limito a te enviar um abraço daqueles que só um grande amigo pode dar, silencioso.
    Em respeito ao texto e à difícil arte de se adaptar ao inadaptável, digo que o talento que tens é capaz de ajudar e muito a superar tudo. Quer um exemplo?
    Particularmente, não tenho muitas afinidades com Legião Urbana. Porém, conseguiste construir algo significativo adotando uma letra e fizeste com que eu a visse (a letra) com outros olhos. Esse é o poder de transformação que tens. Te apega nele!
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  60. Sabe o que é, minha amiga, o mais lamentável disso tudo? É que eles estão por toda parte, em todas as profissões, em tantas casas, em todas as ruas... vítimas e culpados, sei lá. O problema é o número gigantesco de almas nessa condição de vulnerabilidade, de incerteza. Faz bem você em cantar, alivia a dor e a aflição.

    Beijos

    ResponderExcluir
  61. Oi Cop, estou por aqui novamente!
    Triste esta paisagem que você pintou, bom seria se fosse apenas fruto da nossa imaginação. Duro é saber que a realidade é bem pior, duro é saber que temos até como mudar de paisagem, mas o sentimento de derrota por mais um colega que se foi é difícil de encarar e digerir! Podemos até cobrir os olhos por alguns instantes, mas há de chegar a hora de encarar o bicho de frente...e nessa hora a máscara cai...mostramos nosso verdadeiro eu...e as vezes nem nos reconhecemos mais! Viramos fantoches da situação, viramos marionetes do sistema...até que uma próxima pancada acerte nossos sentidos e nos acorde desse triste e escuro estado de letargia social.
    Força Cop, segura essa peteca aí...lembre-se: seus olhos são a sua fortaleza, por isso não deixe o brilho deles se apagar.
    Beijos para você que anda merecendo.
    San.

    ResponderExcluir
  62. Parabéns pelo seu belo texto. Voltarei..

    OLA..TUDO BEM!!!

    VENHO LHE DIZER QUE VOCÊ É: MUITO IMPORTANTE PARA MIM..
    AINDA LEMBRO DE VOCÊ.
    VOCÊ AINDA É IMPORTANTE!
    VOCÊ AINDA É AMADO!
    VOCÊ AINDA É ESPECIAL!
    JAMAIS ESQUECEREI DE TI...
    POSSO DEMORAR..MAIS MEU CORAÇÃO TEM O SEU CORAÇÃO.
    POR ISSO VENHO AGRADECER O SEU CARINHO..A SUA TERNURA..A SUA VISITA. COMO É BOM TER AMIGOS QUE COMPARTILHAM E ESTÃM SEMPRE JUNTO DE NÓS. ESTE CANAL NOS UNE SEMPRE.
    ATÉ PELO PENSAMENTO..
    A ALEGRIA DE VER NESTA CASA ME FAZ MUITO BEM. POIS MESMO LONGE PENSAMOS UM NO OUTRO. MUITO OBRIGADA PELO CARINHO..PELA AMIZADE QUE NOS CERCA..NOS ENVOLVE..
    ME SINTO FELIZ COM VC POR AQUI..
    VOCÊ É MUITO ESPECIAL...
    DESEJO DE TODO O MEU CORAÇÃO, MUITO AMOR..PAZ E SAUDE.. UM LINDO E BELO FINAL DE SEMANA ..
    CARINHOSAMENTE,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  63. Que post lindo, e a música casou completamente.

    ResponderExcluir
  64. Nossa,esse texto casou perfeitamente com meu estado de espírito atual...
    Sensacional,lindo,bravo!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  65. Um dos posts mais bonitos deste blog! Você continua me surpeendendo e este blog, a cada dia que passa, me prova mais ainda seu valor. Parabéns!

    O tema do texto é triste, mas só me dei conta de quão triste é depois de ler o primeiro trecho da música, que serviu direitinho para dar o clima. Tudo triste, mas a reflexão ficou linda!

    ResponderExcluir
  66. Isso é muito complicado. É como se fosse destinado a remar contra a maré por toda a eternidade, se o cançasso te freia, a canoa toma outro rumo. Alguns se desesperam e se atiram.

    ResponderExcluir
  67. EMOCIONANTE o seu post!!!
    Belíssimo!

    ResponderExcluir
  68. Nossa, muuito realista....de fato não deve ser fácil passar por um treinamento tão intenso e no fim ver como a realidade é diferente...mas sonho com uma polícia cada vez mais preparada em todos os sentidos possíveis...como vc sabiamente colocou...
    pessoas como vc de fato estão fazendo e vão fazer muita diferença...

    Mil beijos,
    Kira

    ResponderExcluir
  69. Relato triste com letra de uma melodia tocante.
    É para refletir muito. Um afetuosos abraço.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  70. Já estava sentindo falta deseus ácidos comentários. Quanto as eleições, parece que quando vemos um sorriso na cara de um político, na verdade o maldito está rindo da nossa cara. Obrigado! Apareça sempre que possível.

    Bj

    ResponderExcluir
  71. Sim, é por isso sim. E agora no anonimato que é por causa da instituição que é militar...vamos evitar problemas. Por falar nisso, olha isso aqui http://leonardosantanna.wordpress.com/2010/08/25/as-calcinhas-da-discordia-policiais-inglesas-na-berlinda/
    Isso acontece numa policia de um pais desenvolvido e não militarizada...hauhauahau
    Beijos!

    ResponderExcluir
  72. Olá Mulher Maravilhosa, tudo bem? Meu irmão, que eu a-do-ro, também é policial e eu tenho todas as neuras e medos do que possa acontecer com ele, principalmente quando vejo que os bandidos estão cada vez mais cruéis. Beijos Mulher!!!

    ResponderExcluir
  73. Flutuei até aqui para...
    agradecer...
    a sua presença...
    em meu Nat King Cole...
    Beijos...musicais...
    Leca

    ResponderExcluir
  74. Olha eu aqui de novo passando o olho, ou olhar, como preferir...rss
    Tem texto novo lá no blog,da uma olhada também.Ah! E ouve a musica ao ler,é uma ordem...rss (brincadeira)

    Abraços no coração!

    ResponderExcluir
  75. Já justifiquei o meu sumiço amiga!

    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  76. oi
    eu indiquei seu blog para o prêmio
    vá lá no meu e veja
    beijos
    voce merece

    ResponderExcluir
  77. E os meus neurônios ainda procuram por sinapses. Espero que os encontre! É um caso para medicina criminal! (Risos!...).

    ResponderExcluir
  78. Fico de olhos brilhando lendo suas incríveis palavras, mas saiba até professor passa por batalha, imagina o policial? Então fica bem. Abraços querida

    ResponderExcluir
  79. Oi lindona, adorei sua visita e fico feliz que tenha respirado fundo ao ler meu texto, que alegria, beijos no seu coração, adoro sua presença por lá, volte sempre que quiser e puder, será sempre muito bem vinda.



    Rô!

    ResponderExcluir
  80. Rsrsrsrsrsrs, e não é? Lindona, eu, como você, como tantas outras mulheres, como tantos outros homens, somos provas vivas de superação, tenho absoluta certeza disso e pessoas como "você", são provas de que a beleza nem sempre está somente nessa "carcaça" que carregamos, mas que somos infinitamente mais belos pelo que somos interiormente, mal nos conhecemos, mas, tenho grande admiração por vc, mais uma dessas coisas inexplicáveis que me acometem.... beijos, fé em Deus sempre e ele sempre estará com você!


    Rô!

    ResponderExcluir
  81. Menina, Lindona... assim, acho que alguns encontros, não têm hora, nem dia, nem momento exatos para acontecer, acontecem quando DEUS QUER, eu que me sinto lisongeada com seu carinho e que a partir de hoje, agora, possamos sempre compartilhar, coisas boas, para nos presentear, como, uma boa amizade requer, quanto ao meu coração ser ENORMEEEEEEE, rsrsrsrsrs sei não, costumo dizer que sou justa, nada do tipo "boazinha", não sou, confesso e espero não decepcioná-la em dizer isso, sou boa de coração sim, mas não aquele tipo que tudo atura, tudo aceita e tudo perdoa, sabe? Essa não sou eu, mas com o tempo você descobrirá mais e mais de mim, beijos no seu coração! Estou fazendo janta, tenho um filho de 22 aninhos que chega logo mais da facul, faminto... rsrsrsrs


    Rô!

    ResponderExcluir
  82. "É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanha"
    "P-E-R-F-E-I-T-O"

    É uma pena que na realidade as coisas nem sempre são assim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  83. Minha querida, tão bom receber noticias suas!!

    Não some assim, deixa saudade!!!

    Meu abraço de boa noite!!!

    ResponderExcluir
  84. voce tem que ir indicar seus blogs favoritos.
    e colocar seu premio aí
    e não pare de escrever, por favor
    beijos

    ResponderExcluir
  85. Só mesmo a paixão pra nos fazer suportar certas barreiras que nos são impostas -em qualquer área que se escolha! Achei linda a associação com a música, senti algo de tristeza,mas também senti amor. :)

    ResponderExcluir
  86. Querida, li seu comentário a respeito do meu blog e claro, eu tinha que ver o seu.
    Cara, AMEI seu blog!!!!!!!!!!!!
    Tô rindo pra caramba do post sobre seu colega Jack Bauer!!! Você o descreve tão bem, que parece que conheço o cara pessoalmente. Você é ótima. Se não fosse policial, deveria ser escritora. Ia se dar muito bem. E você é sempre bem vinda em meu blog. Espero corresponder.

    ResponderExcluir
  87. Nossa, que texto forte."Não me ensina a morrer que não quero...". Doído.

    ResponderExcluir
  88. Admiro muito a coragem dos que se entregam a uma profissão que exige tanto deles. Inclusive porque, infelizmente, em alguns casos, a exigência é a vida.

    ResponderExcluir
  89. Mais uma vez você me faz pensar, e se vcs, policiais, não existissem??
    Pessoas que são capazes de dar própria cara a tapa, a própria vida, por desconhecidos, de graça.
    Mártir, nao é aquele que salva uma ve, mas aquele que apesar das baixas, está lá no dia seguinte.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  90. Me parece daqui vela tristinha, se pudesse fazer alguma coisa para deixa-la contente fazia,
    como não posso.
    Desejo um lindo fim de semana,
    E deixo um grande beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  91. Bom dia lindona, quando puder, passe por lá, tem um texto especial para os amigos, beijos no seu coração, tenha um lindo final de semana!


    Rô!

    ResponderExcluir
  92. Olá!! Como vai?

    Pelo jeito gosta de deixar os fãs na espera, hein?!

    Ou então está em novas aventuras, enfrentando inúmeras situações e colhendo futuros textos.

    Boa sorte! Se cuida!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  93. Olá, sou eu novamente, sua mais nova fã!!
    Coloquei um link do seu blog no meu, do lado direito, com a foto que vc usa no seu perfil, que, aliás, é muito chique.
    Qual seu email? O meu é claovi@gmail.com

    Bjs
    Claudia (http://claudia-maria.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  94. Menina Lindona, deixei um agradecimento lá, mas achei por bem vir aqui e dizer que sua presença em meu blog, me deixa lisongeada e feliz, obrigada pelo carinho, beijos em seu coração!


    Rô!

    ResponderExcluir
  95. Seu texto me chamou muito a atenção, perfeita sincronia com Renato Russo. Adornou como o anel que casa com o dedo sem folga.
    Mas me chamou mais atençao ainda um dos comentarios postados aqui: "Excesso de vida mata!!"
    Mata querer doar-se demais??
    Talvez.
    Mas o doar-se de menos com certeza mata tb. Lentamente, mas mata!
    Beijos

    ResponderExcluir
  96. Fazia tempo que eu não passava por aqui. E enquanto ia lendo, me perguntava por que. Seus textos são maravilhosos, repletos de emoção, de profunda reflexão. Mexem com a alma.
    Poucas são as profissões que mantém a paixão que sentimos enquanto aprendemos. A faculdade de veterinária é linda, a profissão, nem tanto... Acho que assim é com muitos. Na polícia isso deve aparecer de forma mais intensa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  97. Tão bonito e tão triste o que você escreveu. bjim

    ResponderExcluir
  98. Confesso que alguns textos me intimidam. Esse é um deles.

    Não só intimidam, mas me fazem reconhecer o quanto sou egoísta por achar que tudo é difícil pra mim.

    Prefiro você feliz, mas gosto quando desabafa assim.

    ResponderExcluir
  99. Não.
    : )

    Ainda não.

    Olha, a coisa boa que eu disse que me aconteceu te envolve diretamente. rs rs rs

    ResponderExcluir
  100. Talvez, apenas indiretamente, não sei. Depende da importância que se dá a isso, né?
    : )

    ResponderExcluir
  101. De alguma forma, fico feliz em saber!

    Spartanski

    ResponderExcluir
  102. hahahaha

    Nesse caso, maninha, eu não faço a menor ideia.
    : )

    Pra mim significou muita coisa. Porque como eu já disse antes, um dia, conscientemente eu desejei que isso acontecesse.
    : )

    ResponderExcluir
  103. Sério?! Não faz mesmo? Gente...

    Hahahaha




    É, estou vendo!

    :)


    Spartanski

    ResponderExcluir
  104. O que aconteceu, se é que você quer saber... é que você entrou para o seleto grupo dos seis!
    : )

    ResponderExcluir
  105. Desculpe... mas não sou eu quem faz a seleção... por mim você já poderia ter entrado bemmm antes.
    : )

    ResponderExcluir
  106. kkkkkk

    Bom... não era pra esse fato tomar essa proporção estratosférica...

    Sonhei com você!!!
    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  107. Tem seis leitores aqui do blog com quem já sonhei (dormindo, mesmo) kkkkk

    Daí que na noite passada, eu sonhei com você, maninha!!! E foi um sonho muito legal!!!
    : )

    ResponderExcluir
  108. Então...

    Olha o roteiro do sonho(!):

    Você estava na minha Academia num curso de formação. E eu era sua professora, lá!!! kkkkk

    Porém, eu sabia que você era você, mas você não sabia que eu era eu.
    : )


    ResponderExcluir
  109. A cena exata era meio confusa, mas a gente não tava em sala de aula, mas no pátio. E eu tava lá, sei lá, tipo cuidando de um material, e você chegou com uma colega sua pra olhar o que tava acontecendo.
    : )

    ResponderExcluir
  110. kkkkkkkkk

    Não faço a menor ideia!!!

    Não dá pra depreender do sonho...
    : )

    ResponderExcluir
  111. Falei! Mas nada pessoal, né? Afinal você não sabia que eu era eu.

    Mas, o que não sei explicar é que no sonho você não é como eu imagino que você seja. Você era um pouco gordinha, tinha cabelos pretos e curtos e era um pouco baixinha.
    : )

    Porém, parecia muito interessada e era muito meiga.
    : )

    ResponderExcluir
  112. Não...

    Até no sonho eu sou profissional!
    kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  113. Então...

    Se for um sonho do tipo "coisas que vão acontecer no futuro"...

    Te envolve diretamente!
    : )

    ResponderExcluir
  114. Algumas coisas são mesmo incríveis!

    Spartanski

    ResponderExcluir
  115. : )

    Bom... tava muito afim de te contar isso.
    Pra você ver como você faz parte da minha vida!
    : )

    ResponderExcluir
  116. Que lindo! :D



    E você da minha, maninha.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  117. Então, muito obrigada por me proporcionar um sonho desses!
    : )

    ResponderExcluir
  118. Agora pode ficar tranquila porque os professores da minha Academia são muito melhores do que eu!

    kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  119. E eu agradeço pelo carinho de sempre!

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  120. Preciso ir, maninha!

    Bons sonhos pra você.
    : )

    ResponderExcluir
  121. Obrigada pela companhia.

    Bons sonhos, maninha! Dorme bem.

    Bjs!

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  122. Bom dia/Boa tarde! :)


    Espero que o seu dia esteja sendo excelente!

    Spartanski

    ResponderExcluir
  123. Ahh, já sei...

    Você tá treinando cansada pra quando for fazer a prova sentir mais energia por não estar cansada?
    : )

    ResponderExcluir
  124. É...

    Treinamento difícil, missão fácil!
    : )

    ResponderExcluir
  125. É? risos!


    Treino firme! É isso aí!

    :)




    Sim. Entendi.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  126. Tá se sentindo melhor preparada para o próximo simulado?
    : )

    ResponderExcluir
  127. Vários progressos!
    : )

    É o curso normal das coisas.
    : )

    ResponderExcluir
  128. : )

    Por minha causa???
    : )

    Acho que você tá confundindo as blogueiras.
    kkkk

    ResponderExcluir
  129. Definitivamente, não. Certeza que não estou confundindo.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  130. Gente...

    Lembro-me da lanterna e das cores diferentes na marcação dos livros/apostilas...

    Mas eu disse a você que estudava no computador?
    : )

    rs rs rs

    ResponderExcluir
  131. Você se diverte com as minhas gafes, né?
    : )

    kkkkk

    ResponderExcluir
  132. kkkkkkkk

    Não poderia passar despercebido, né?

    ResponderExcluir
  133. "Eu ri pra caramba!"

    Eu que sou terrível?!

    Hahaha

    Spartanski

    ResponderExcluir
  134. Não...

    Estou pensando que na hora do meu "Desculpe" ingênuo você fica caladinha, né???

    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  135. É que eu não notei - aliás, notei hoje, ao acaso!

    Hahahahaha

    Spartanski

    ResponderExcluir
  136. Sei...

    Igualzinho à história de eu errar o seu nick...

    10 anos depois é que você me fala...

    kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  137. O nick...

    risos!


    Você não tem noção do quanto era engraçadinho.


    Spartanski

    ResponderExcluir
  138. Pra você ver como eu sou sonsa!!!
    : D

    Neeeeem imaginei...

    kkkkkkkkkkk

    (vergonha!)

    ResponderExcluir
  139. Não imaginei que esse "demorou" era noutro sentido...
    : )

    Eu tenho o coração bom, sabe...
    : D

    ResponderExcluir
  140. Ora! Você tinha entendido! risos!¹


    Obs.:¹ é, devo ter notado isso no momento, por isso não recoloquei nada...


    Ótimo então. Hehehe

    Spartanski

    ResponderExcluir
  141. "Eu tenho o coração bom, sabe...
    : D"

    Nessa certeza, não me preocupei em retificar ali. Faz todo sentido.

    :)

    Spartanski

    ResponderExcluir
  142. Nossa! Já?! risos!


    Sim, sim. ;)

    Spartanski

    ResponderExcluir

Confissões